Pesquisar
Close this search box.

Far Cry 6 Pagan Min: Controle é outra visita a mente de um vilão da série

Far Cry 6 Pagan Min é um lindo jogo que repete as mecânicas do jogo anterior. Seja isso bom ou ruim

Hora de falar um pouco sobre a nova DLC de Far Cry, Far Cry 6 Pagan Min. Novamente, assim como disse em meu review de Far Cry 6 A Insanidade De Vaas, tenho muito pouco conhecimento sobre a vida dos vilões da série. Assim como só conhecia Vaas Montenegro de alguns poucos vídeos, trailers e introdução do jogo, Pagan Min, o vilão de Far Cry 4, também não é muito mais minha área de especialidade no mundo dos jogos. De Pagan min, o que eu sei mais é um tipo de “easter egg” do jogo que permite que você termine o game em poucos minutos.

Atenção spoiler: Quando Pagan min diz para você, no começo do game, para que você espere por quinze minutos que ele voltará para te buscar, se você esperar mesmo, ele realmente irá voltar e te levar embora no helicóptero dele e você termina o game. Não é o mesmo final, mas é interessante ver como a Ubisoft teve essa ideia de fazer algo diferente caso você apenas fique em um lugar. Se você quiser ver esse final alternativo, e não se importar com spoilers, ao som de The Clash, é só ver o vídeo abaixo.

Leia Também:
Saiba como Melhorar o FPS no Warzone
Dicas Avançadas para Melhorar no Warzone
Dicas para Halo Master Chief Collection
Os melhores jogos de Tiro

Este DLC também faz parte do conteúdo Season Pass, junto com as DLCs de Vaas, lançada em novembro do ano passado, e a vindoura DLC focada em Joseph Seed, de Far Cry 5. Além desses DLC, a Season Pass inclui uma cópia do stand alone Far Cry 3 – Blood Dragon, Aqui, as coisas se aprofundam muito mais na mente egocêntrica e psicopata de Pagan Min, o líder/ditador/rei ou qualquer outro título que você quiser dar a ele, do país de Kyrat (uma nação fictícia fortemente inspirada em locais da região Himalaia do Nepal).

Pagan é novamente interpretado pelo ator Troy Baker (que também deu voz a Coringa em Batman: Arkham Origins e Batman: Assault on Arkham e Talion em Middle-earth: Shadow of Mordor), e no controle deles estamos em uma versão alternativa e distorcida de Kyrat, vista pela ótica do rei e repleta de inimigos do grupo “terrorista” Caminho Dourado, porém, assim como na DLC anterior, esses inimigos são apenas uma sombra das pessoas mortas e estão cheias de raiva, loucos para pegar um pedaço seu. Como isso acabar? Depende de você!

Far Cry 6 Pagan Min: Controle é uma jornada pela vaidade

Far cry 6 pagan min
Kyrat mais bonita do que nunca

Controle: Pagan Min começa com uma bela imagem de uma família luxuosa e feliz, juntas para tirar uma foto. Quem vai tirar essa seelfie, claro, é Pagan Min, que dá uma breve instrução a mãe da criança para que a deixe um pouco mais enquadrada no ecrã até que surge rapidamente uma sombra de Pagan e dá um tiro na criança. Furioso, Pagan exige saber quem fez aquilo e a resposta ele sabe: ele mesmo! A introdução ao jogo aqui é extremamente curta comparada ao começo do game do Vaas.

“Você não pode esconder a verdade. Não aqui”, diz a sombra perturbada e psicopata de Pagan. Depois somos guiados pela voz de Lakshmana, a filha pequena de Pagan, para irmos até o espelho e recuperarmos nosso HP. Depois, a voz de Mohan Gale, uma personagem importante na saga de Far Cry 3 (se quiser saber quem é, só jogar), nos instrui a pegar as armas. Nesse ponto, já deu para notar que o sistema de evolução e armas será exatamente igual ao DLC do Vaas.

Não somente o sistema de upgrade e armas, mas todo o jogo em si (o que nos faz assumir que o DLC focado em Joseph também será igual). Você vai atrás de três pedaços de uma máscara para “esconder seus defeitos” e, a cada vez que você morre, você será reiniciado, perdendo tudo o que coletou, exceto os upgrades permanentes que você comprará com uma “moeda” chamada Respeito, um item que é dropado dos inimigos ao morrer.

Assim como em Vaas: Insanidade, você explorará esse mundo aberto, explorará locais familiares ou não, distorcidos pela visão de Pagan, para recuperar esses itens. Você enfrentará hordas de inimigos para recuperar os pedaços da máscara, ganhar upgrades de armas ou poderes extras que irão ajudá-lo na sua luta para “recuperar sua família e sua amada Lakshmana” (claro, isso é o que Pagan quer acreditar, mas a voz da sua versão sombria não vai deixar você esquecer da verdade.

Aqui a “verdade” é o seu grande vilão e é contra ela que a mente de Pagan está lutando. Seu mundo, sua versão perfeita de Kyrat, da sua família e de si mesmo está manchada pela verdade e pela feiura. Sua missão, como um rei majestoso, é limpar isso, resgatar sua amada filha Lakshmana e mostrar a todos o quão magnânimo você é, mas é claro, isso é o que torna Pagan um dos mais insanos e perigosos vilões da franquia Far Cry, pois, quem jogou o terceiro jogo sabe que nada do que ele vê em sua própria cabeça é a verdade.

Pagan é egocêntrico e vaidoso, odeia ser confrontado com a real natureza de seus atos e se vê como um grande e piedoso rei dourado que enfeita o mundo, mas conforme o jogo avança, você é posto frente a frente com a realidade e combate isso. Você vai guiá-lo por esse mundo de vaidade e mentiras. “Controle” essa é a, como indica o título, o cerne do jogo: Controlar o seu mundo e a sua verdade.

O mundo de Pagan Min é lindo…

Far cry 6 pagan min
Pagan é só um pouquinho egocêntrico

A versão da mente de Pagan Min da nação de Kyrat pode ser falsa e mentirosa, baseada apenas no ego dele, mas, vamos admitir: ela é linda! Visualmente, Far Cry 6 Pagan Min: Controle é lindo! Mais bonito que Yara e muito mais bonito que a versão apresentada na DLC anterior das Ilhas Rook. Também arrisco dizer que o próximo DLC de Joseph, cujo a localização original era baseada nas cidades do interior dos Estados Unidos, consiga superar essa versão de Kyrat.

O cor-de-rosa, azul e dourado predominam em todo o cenário, criando um espetáculo visual com árvores, corredeiras e palácios de ouro magníficos. O lugar é incrivelmente belo e detalhado, mas diferente do cenário da DLC de Vass, em que as coisas eram sim bonitas, mas desgastadas, velhas e destruídas, aqui, o que predomina é a beleza das paisagens que remetem a locais como a Índia e seus enormes palácios dourados ou aqueles filmes de Bollywood, em que todos usam roupas muito coloridas e muito dourado.

Mesmo os inimgios estão cobertos de um tipo de tinta rosa e azul e amarela (o que pareceria uma boa forma de encontrá-los pelo cenário, mas como tudo tem as mesmas cores, eles acabam camuflados), animais selvagens estão usando joias douradas no pescoço e, quando eles morrem, explodem em uma nuvem colorida. Durante a noite, os inimigos mortos voltam na forma de fantasmas kamikaze que avançam contra você e explodem causando dano.

Na verdade, você não precisa ir muito longe para ver os belos cenários criados pela Ubisoft nesse game. É possível ver uma bela paisagem logo no começo do jogo, com uma enorme versã ode Pagan Min gigante nos céus. De fato, essa DLC é um dos jogos mais bonitos que vi nos últimos tempos.

…Porém, um pouco repetitivo

Far cry 6 pagan min
Palácios de ouro dignos de um rei

Novamente, assim como o DLC de Vaas, Far Cry 6 Pagan Min: Controle sofre do mesmo problema: a repetição! Aqui você fará exatamente o mesmo que fez em Vaas: Insanidade. Vá a um lugar, ative uma estátua ou totem, enfrente uma horda de inimigos, debloqueie um item ou poder. Se morrer vai voltar a estaca zero e repetir as mesmas coisas várias e várias vezes. Se você gostou do DLC anterior, vai amar e, muito provavelmente, vai gostar do próximo também. Se não, então, pode ser um problema.

Vamos ser sinceros: o próprio Far Cry não é muito diferente do que ir a locais, enfrentar hordas e recolher itens. Mas, a questão de retroceder do zero em todos seus recursos iniciado nessas DLCs tornam a tarefa ainda mais repetitiva do que no jogo principal. Além disso, os aliados, como o Guapo ou Chorizo, ainda adicionam um pouco mais de variedade e estratégia. É possível variar um pouco o gameplay com veículos e outras formas de

Sem contar que, dentro do jogo principal, ser furtivo é uma opção de variar sua estratégia. Aqui, ser furtivo é muito complicado pois os inimigos parecem ter um senso sobrenatural de visão. Eles estão longe e já começa a subir rapidamente a barra do “desconfiômetro” vindo de um lado que você nem imaginava que poderia ter alguém lá. Não é incomum momentos em que você começa a ser alvejado por balas sem nem saber de onde estão vindo os tiros. E durante o anoitecer, os fantasmas correm para cima de você como se não houvesse um amanhã. Ser furtivo aqui é inviável.

O jeito é ligar o “modo Rambo” e sair correndo e atirando em tudo e todos que você conseguir ver e matar. Não dá para ser muito mais estratégico do que isso, então, junta a ausência de coisas como os veículos ou aliados, hordas e hordas de inimigos que vem correndo na sua direção para te matar sem ter o mínimo de amor a vida e o fato de você perder todo seu progresso caso morra e você terá horas e horas de “mais do mesmo” nas mãos.

Seu PC não roda Far Cry 6? Jogue nos consoles da Sony e aproveite uma incrível experiência com o máximo de qualidade

[amazon bestseller=”playstation” tracking_id=”mg-paulo-20″ grid=”3″ items=”3″]

Afinal, a DLC é boa ou não é?

Far cry 6 pagan min
Acertaram em cheio novamente nos cenários

Claro, tudo isso não é uma questão do jogo ser ruim ou bom, e sim uma questão de estilo. Como já falei em alguns dos meus reviews anteriores, não sou o maior fã de jogos de FPS e isso pode afetar um pouco o meu julgamento, mas, ficar apenas enfrentando hordas de inimigos e repetindo isso diversas vezes não é o meu estilo de jogo preferido. Por outro lado, o jogo carrega um sem número de outras qualidades que me fazem continuar avançando.

Personagens incríveis, histórias bem construídas e lindas músicas e cenários são ingredientes que dã ao esse FPS repetitivo um tempero especial que deixa o parecido com uma bela refeição jogo gostosa que carrega algum ingrediente que você não gosta, mas, no fim, é tão boa que dá para relevar o gosto daquilo que você não gosta. Apenas seria interessante se a EA adicionasse no próximo um pouco mais de variedade, o que parece improvável, já que os três DLC devem seguir a mesma linha de jogo ao estilo “roguelike”.

Uma pena pois, a questão de “fazer a mesma coisa e esperar um resultado diferente” combina perfeitamente com a mente insana de Vaas, mas, para Pagan Min e sua enorme vaidade poderia render um jogo com um estilo diferente e abrir a possibilidade de que o DLC de Joseph seja algo único. Oque provavelmente não acontecerá e acabaremos com um terceiro DLC que será novamente o mesmo prato gostoso, mas, com aquele ingrediente que poderia ficar de fora dessa vez.

Onde Comprar?

Xbox One (otimizado para o Series S/X)R$ 275,95
Ubisoft StoreR$ 249,99
Epic GamesR$ 249,99
PlayStation StoreR$ 279,90

Far Cry 6 Pagan Min: Controle

Far cry 6 pagan min | amazon luna, far cry, far cry 6, fps, google stadia, multiplayer, pc, playstation, rpg, shooter, singleplayer, ubisoft, xbox, xbox one, xbox series s, xbox series x | far cry 6 pagan min: controle é outra visita a mente de um vilão da série | d3ad967d pagan1 | análises
Far Cry 6 Pagan Min: Controle

Far Cry 6 Pagan Min: Control

Por Paulo “Doido”Fabris

Gráficos
Música
Jogabilidade
Diversão

Ficha Técnica

Desenvolvedor: Ubisoft Toronto
Distribuidor: Ubisoft
Plataformas: Amazon Luna, Google Stadia, Microsoft Windows, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One e Xbox Series X/S.

Pró:
Uma excelente e criativa ideia para reapresentar os vilões dos jogos anteriores;
A mais bela paisagem dos jogos atuais;

Contra:
Repetição, repetição e mais repetição;

4.4

Requisitos Mínimos e Recomendados

Far Cry 6 Pagan Min: Control não é um jogo leve. Você precisará de uma máquina de última geração para jogar o game com o máximo de qualidade e com ray tracing ligado. Se você não faz questão de jogar a 60FPS ou mais e em qualidade 4K ou todos esses recursos que os jogos atuais incluem, você pode tentar com um computador um pouco mais modesto. A Ubisoft pensou em todos e criou um jogo que todos possam aproveitar. Se o seu PC é capaz de lidar com os jogos mais atuais sem problemas, é bem possível que você consiga jogar Far Cry 6 também. Além disso, o jogo fica bonito em qualquer resolução. Veja os requisitos:

Far cry 6 pagan min
Na mente dele, Pagan é um deus

Requisitos mínimos para jogar em 30 fps

Sistema operacional[amazon link=”B00ZSHDJ4O” title=”Windows 10″ tracking_id=”mg-paulo-20″]
Espaço em Disco:60 GB disponíveis
Processador[amazon link=”B09DKMW83C” title=”AMD Ryzen 3 1200″ tracking_id=”mg-paulo-20″] 1200 @ 3. Ghz ou [amazon link=”B0883NPQST” title=”Intel Core i5-4460″ tracking_id=”mg-paulo-20″] @ 3.1 Ghz
Memória8 GB (Dual-channel mode)
Placa de vídeo[amazon link=”B0899TDHRC” title=”AMD Radeon RX550″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (4 GB) ou [amazon link=”B078ZT646T” title=”NVIDIA GeForce GTX 960″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (4 GB)
DirectXDirectX 12

Requisitos recomendados para jogar em 60 fps

Sistema operacional[amazon link=”B00ZSHDJ4O” title=”Windows 10″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (64-bit)
Espaço em Disco:60 GB disponíveis
Processador[amazon link=”B07SQBFN2D” title=”AMD Ryzen 5 3600X” tracking_id=”mg-paulo-20″] @ 3.8 Ghz ou Intel Core i7-7700 @ 3.6 Ghz
Memória16 GB (Dual-channel mode)
Placa de vídeoAMD RX Vega 64 (8 GB) ou NVIDIA GeForce GTX 1080 (8 GB)
DirectXDirectX 12

Requisitos recomendados para jogar em 2K, 60 fps e sem Ray Tracing

Sistema operacional[amazon link=”B00ZSHDJ4O” title=”Windows 10″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (64-bit)
Espaço em Disco:60 GB disponíveis
Processador[amazon link=”B07SQBFN2D” title=”AMD Ryzen 5 3600X” tracking_id=”mg-paulo-20″] @ 3.8 Ghz ou [amazon link=”B07HHN6KBZ” title=”Intel Core i7-9700K” tracking_id=”mg-paulo-20″] @ 3.6 Ghz
Memória16 GB (Dual-channel mode)
Placa de vídeo[amazon link=”B07Y8XCB36″ title=”AMD RX 5700XT” tracking_id=”mg-paulo-20″] (8 GB) ou NVIDIA GeForce RTX 2070 Super (8 GB)
DirectXDirectX 12
Far cry 6 pagan min
Proteja a sua imagem

Requisitos recomendados para jogar em 2K, 60 fps e com Ray Tracing ligado

Sistema Operacional[amazon link=”B00ZSHDJ4O” title=”Windows 10″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (64-bit)
Espaço em Disco:60 GB disponíveis
Processador[amazon link=”B08166SLDF” title=”AMD Ryzen 5 5600X” tracking_id=”mg-paulo-20″] @ 3.7 Ghz ou [amazon link=”B0883NTLXM” title=”Intel Core i5-10600K” tracking_id=”mg-paulo-20″] @ 4.1 Ghz
Memória16 GB (Dual-channel mode)
Placa de vídeo[amazon link=”B08SVZNFWR” title=”AMD RX 6900XT” tracking_id=”mg-paulo-20″] (16 GB) ou [amazon link=”B096YQ6WVW” title=”NVIDIA GeForce RTX 3070″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (8 GB)
DirectXDirectX 12

Requisitos recomendados para jogar em 4K, 30fps e com Ray Tracing ligado

Sistema operacional[amazon link=”B00ZSHDJ4O” title=”Windows 10″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (64-bit)
Espaço em Disco:60 GB disponíveis
Processador[amazon link=”B08164VTWH” title=”AMD Ryzen 5 5900X” tracking_id=”mg-paulo-20″] @ 3.7 Ghz ou [amazon link=”B08DRNK9P7″ title=”Intel Core i7-10700K” tracking_id=”mg-paulo-20″] @ 3.8 Ghz
Memória16 GB (Dual-channel mode)
Placa de vídeo[amazon link=”B08P3ZN62G” title=”AMD RX 6800″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (16 GB) ou NVIDIA [amazon link=”B099ZC8H3G” title=”GeForce RTX 3080″ tracking_id=”mg-paulo-20″] (10 GB)
DirectXDirectX 12

Agora, deixe aí nos comentários: Você curtiu a nova DLC de Far Cry? Conhecia o Pagan Min antes de mergulhar em sua mente? Está esperando pelas próximas DLC do Season Pass? Aproveite e leia mais reviews no nosso site.

Quer dar vida aos seus modelos 3D com texturas impressionantes? Continue lendo para aprender tudo sobre o processo de mapeamento UV do Blender!
Saiba mais sobre a espetacular memória RAM DELTA TUF RGB DDR5
Quer saber se vale a pena jogar a última obra de Akira Toryama? Então veja nossa analise de Sand Land
Conheça o robusto HD portátil SSD T-FORCE M200
Aprenda como enviar comandos aos personagens do seu jogo com o Signals no Godot
Saiba mais sobre os processos e mecanismos de Renderização no Blender