Análises

Meatpossible: Chapter 1.5 – Review

                Existem jogos que eu pego pra jogar em momentos de lazer para passar alguns minutos e dar umas risadas e quando vi Meatpossible eu achei que este seria um desses jogos rotineiros para passar o tempo, mas eu estava enganado.

                Começamos o jogo com um tutorial muito confuso que mostra como devemos nos movimentar, atacar e defender de forma acelerada e mostrando inimigos amontoados e também mostra que existem tipos diferentes de baús (Azuis e Amarelos) que ao coletar três ganhamos um novo coração o que se mostra muito complicado, pois em quase todas as minhas tentativas eu perdia dois corações ou mais para tentar pegar um novo coração.

Resultado de imagem para meatpossible chapter 1.5

                Ao final do tutorial o jogo literalmente começa e aí junto com ele começam os problemas, os inimigos são gerados proceduralmente enquanto nos locomovemos sempre sentido a direita enquanto buscamos por chefes e rivais, mas nessa jornada MUITO complicada somos atacados por vários inimigos voadores: Porcos, pedras grandes, pedras pequenas (Alias, é importante constar que os porcos cospem raios que te acertam de fora da linha).

                Os poderes de defesa e de ataque nos empurram para trás e para frente respectivamente o que geralmente nos faz esquivar ou derrotar de um inimigo, mas cair diretamente em outro e nisso o mais eficaz foi ficar me esquivando durante todo o cenário (Literalmente me colando no teto do mapa e deixando o personagem seguir caminho)

                Após alguns minutos encontramos o primeiro mini boss e isso já afeta outras coisas, pois o chefe só é adicionado a tela junto com todos os inimigos padrões e itens tornando bem caótico o gameplay.

Resultado de imagem para meatpossible chapter 1.5

                E ai?

                No final o jogo deixou um gosto bem amargo, pois achei a premissa bem interessante e mesmo parecendo um jogo de luta do Flappy Bird, parecia ter um conceito bem legal. Sinto que o titulo tem muito para oferecer se alguns aspectos forem corrigidos e acho que isso pode tornar o jogo muito divertido e atrativo.

Geral da análise

Gameplay3
Arte8
Trilha Sonora5
Falacomoflavio
O autorFalacomoflavio
Redator
Graduando de Marketing Digital, tentando ver as coisas sempre pelo maximo de lados o possível, colecionador de jogos antigos e novos

Deixe uma resposta

Você besta offline