Os 30 Melhores Jogos do Master System

Um videogame que fez a alegria da infância de vários jogadores tem uma biblioteca de jogos impressionante. E vamos falar sobre alguns dos 30 Melhores Jogos do Master System

Melhores jogos do master system
Uma enorme e variada biblioteca de jogos

É muito improvável que você, gamer de 30/40 anos, não tenha tido, jogado ou, pelo menos, ouvido falar, e até discutido, sobre o Master System! Este foi um dos consoles que dominou as prateleiras de lojas e locadoras do Brasil na década de 80 e começo dos anos 90 graças ao incrível trabalho de marketing feito pela Tec Toy que não só trouxe uma série de games, como também até criou alguns para esse console de 8-Bits.

Lançado para ser o concorrente direto do Famicon (ou Nintendinho), o console era superior em muitos aspectos ao console da Nintendo, mas sofria um pouco pela alta popularidade do Super Mario no Japão e a falta de jogos 3rd Party que foram lançados para o concorrente e ficaram lá por contratos de exclusividade. Claro, tudo isso não impediu a Sega de investir em mercados externos e, fazer com que o Master System fosse um sucesso, principalmente na Europa e Américas.

E, por aqui, ele reinou absoluto nos 8-bits, ganhou jogos exclusivos e ports de outros consoles e até games com os nossos personagens mais famosos, como a Turma da Mônica e o Chapolim Colodaro. Com todos esses games na biblioteca, vamos falar sobre alguns dos mais famosos e queridos do Master System.

Os 30 Melhores Jogos do Master System

Outrun

Outrun
Outrun

Port muito respeitável do clássico arcade que se revelou muito competitivo para a época. O Outrun do Master System é uma experiência de corrida rápida e bastante suave, com muitas cores, uma variedade de paisagens diferentes e uma boa ilusão de velocidade.

-- Publicidade --

Um dos elementos mais notáveis do jogo são os caminhos que se ramificam, de vez em quando surge uma bifurcação que permite escolher o seu percurso, conduzindo a diferentes ambientes e percursos. Esses elementos, com as transições ininterruptas entre as seções, adicionam uma sensação real de “aventura em uma estrada aberta” ao jogo.

Battlemaniacs

Battlemaniacs
Battlemaniacs

Battlemaniacs foi revelado e revisado por revistas especializadas no Reino Unido, mas por algum motivo nunca foi realmente lançado. Felizmente, a Tec Toy veio ao resgate e conseguiu dar um lançamento oficial no Brasil, e temos sorte de eles terem feito isso.

O jogo deve se manter como um dos mais impressionantes beat-em-ups do sistema, com algumas das melhores música e gráficos de qualquer jogo do SMS já lançado, e o mais importante, com modo de 2 jogadores, um recurso que infelizmente faltava na maioria dos jogos do Master. O jogo é excelente em muitos aspectos, mas falha em alguns dos níveis que ficam sem música na versão de lançamento, o que dá ao jogo uma sensação de ligeiramente inacabado.

Masters of Combat

Os 30 melhores jogos do master system | 19f56f98 masters of combat | married games análises | alex kidd, famicom, master system, multiplayer, ninja gaiden, nintendo, sega, singleplayer, sonic, street fighter | melhores jogos do master system
Masters of Combat

Este é um excelente, rápido e colorido jogo de luta do Master System que lembra um pouco a série Street Fighter. Masters of Combat é um ótimo exemplo do gênero e, embora ‘chupe’ muitos elementos do Street Fighter, ainda consegue dar ao game uma cara própria graças a alguns de seus recursos mais exclusivos, como uma grande ênfase em movimentos de colisão e evasão. Embora Master’s of Combat pudesse ter tido mais alguns personagens, ele definitivamente ainda se mantém como um dos melhores jogos de luta lançados para consoles de 8 bits.

Kenseiden

Kenseiden
Kenseiden

Kenseiden é um jogo de plataformas muito elegante que realmente cresce com o tempo. Fica ealmente mais profundo e mais gratificante de aprender do que parece à primeira vista. O jogo tem muita atmosfera, com música ambiental e um estilo bem japonês ao seu tema de terror.

-- Publicidade --

A jogabilidade dá-lhe muita liberdade (pode escolher a ordem que quiser para encarar as fases) e inclui alguns aspectos de aventura excelentes na forma de novos movimentos que você pode aprender e que melhoram o personagem, desde saltos mais altos a uma seleção de diferentes golpes de espada. Em suma, quando tem a chance, Kenseiden se torna uma experiência de jogo muito boa.

Micro Machines

Micro machines
Micro Machines

Correr em locais do dia a dia em carros minúsculos em uma perspectiva de cima para baixo pode não parecer como uma ideia para um clássico de todos os tempos, mas a Codemasters realmente viu o potencial da licença e correu com ela, incorporando ideia após ideia e criando uma seleção de algumas das pistas mais memoráveis no gênero.

Micro Machines é muito divertido no modo single-player, mas onde realmente se destaca é o aspecto multiplayer divertido e intensamente competitivo, definitivamente um jogo para colocar e jogar quando os amigos estiverem te visitando.

Gauntlet

Gauntlet
Gauntlet

Depois de uma longa espera, os jogadores finalmente conseguiram uma versão doméstica quase perfeita do popular Gauntlet. Com este excelente jogo de Master System, a melhor conversão doméstica de Gauntlet para a época (tem para o Atari ST, mas não roda tão bem).

É um jogo de tiro com visão de cima para baixo situado em um labirinto, como masmorras cheias até a borda com hordas de inimigos, há várias saídas para cada fase para se encontrar, alguns elementos de quebra-cabeça interessantes adicionados mais tarde e um fantástico recurso cooperativo para 2 jogadores que também ajuda para adicionar muito à experiência geral.

-- Publicidade --

Bubble Bobble

Bubble bobble
Bubble Bobble

Taito realmente foi ao máximo quando se tratou de criar este port de seu jogo de plataforma de tela única, Bubble Bobble. Esta versão tem cerca de 30 novos estágios em comparação com a versão arcade, um sistema de password para salvar o seu progresso, alguns novos objetivos e ainda inclui duas lutas de chefes originais e exclusivas!

O port em si também é extremamente preciso, contendo muitos dos detalhes importantes que a maioria das outras conversões da época perderam. Geralmente, a Taito simplesmente se destacava em todos os aspectos aqui.

Mortal Kombat

Mortal kombat
Mortal Kombat

Não é a melhor versão do jogo para consoles, mas comparado as outras versões de 8-bits, o Mortal Kombat do Master System era um excelente game. Estava tudo ali (exceto uns personagens e uns cenários). A violência, o sangue (que foi um golpe de mestre da Sega em cima da Nintendo) que você liberava através de um código, os chefões finais, fatalitys. Todo o jogo foi bem portado (nas limitações do console) pela Probe e Acclaim para o Master.

Passei muitas horas jogando esse jogo com os amigos e demorei para conseguir acionar algum tipo de golpe especial, mas, mesmo com todas as limitações do Master System, poder ter clássico violento dos arcades no seu console 8-bits era uma sensação incrível. Pena que Mortal Kombat II e, principalmente, o 3 não foram tão bem convertidos assim.

PreçoMais vendido # 1 Mortal kombat 11 - playstation 4
Mais vendido # 2 Mortal kombat

Prince of Persia

Prince of persia
Prince of Persia

Prince of Persia é um jogo de aventura que ganhou destaque nos computadores por sua animação de alta qualidade e movimentos suaves, e forte ênfase na exploração, com uma boa dose de pulos de plataforma e escalada. O port do Master System era uma versão muito impressionante na época, ostentando alguns gráficos muito melhorados (embora as versões posteriores de 16-bits o substituíssem) em cima da jogabilidade bem traduzida e adequada.

-- Publicidade --

Lucky Dime Caper

Lucky dime caper
Lucky Dime Caper

Este é um jogo com licença da Disney administrado pela Sega e, como era de se esperar, os gráficos, som e jogabilidade brilham da mesma forma que em todos os jogos Disney da Sega. Lucky Dime Caper é, provavelmente, o mais desafiador dos jogos de sua parceria com a Disney, não há elementos de quebra-cabeça reais como os encontrados nos jogos Illusion e nem aspectos de aventura, como os de Quackshot.

É só você, os inimigos e muitos saltos traiçoeiros, e riscos elaborados para mantê-lo constantemente alerta. Qualquer um que ache que os jogos do Mickey são fáceis demais e queira mergulhar em um jogo com mais desafios não precisa ir além do Lucky Dime Caper.

Wonder Boy in Monster Land

Wonder boy in monster land
Wonder Boy in Monster Land

Para aqueles que não estão familiarizados com a série Wonder Boy, ela começou como um simples jogo de plataforma (que muitos devem conhecer do port de NES, Adventure Island), mas aos poucos evoluiu para uma experiência mais inspirada em aventuras. No terceiro jogo, você foi lançado em uma enorme estrutura de jogo ao estilo Metroidvania, com apenas algumas áreas acessíveis até que você adquiriu os power-ups necessários. Este, o quarto e último jogo Wonder Boy para o Master System, seguiu a partir dessa jogabilidade com melhores gráficos e apresentação.

Este game chegou por aqui com uma cara completamente nova. Tão nova que parecia até a cara da Mônica! A Tec Toy converteu esse game e o rebatizou para Mônica no Castelo do Dragão, substituindo o personagem pela dentuça das histórias do Maurício de Souza. Um jogo com um personagem brasileiro? Isso explodiu a cabeça das crianças brasileiras e não havia nada nem parecido no Nintendo.

Mônica no castelo do dragão
Mônica no Castelo do Dragão

Road Rash

Road rash
Road Rash

A Probe fez outro trabalho impressionante de extrair o máximo do Master System com este port de Road Rash. A jogabilidade é tão profunda e estimulante como sempre, e o jogo deve se destacar como um dos games de corrida mais graficamente impressionante no sistema.

-- Publicidade --

Em Road Rash você é um piloto com uma tendência decididamente violenta, além dos elementos de corrida e loja bem implementados, o jogo permite que você dê socos e chute os outros pilotos de suas motos e lute com policiais, o que, embora talvez não seja o mais moral dos os elementos de jogabilidade foram, no entanto, uma adição dinâmica e excitante.

Sonic the Hedgehog 2

O segundo jogo do Sonic no Master System anunciou uma mudança na equipe de desenvolvimento e uma nova abordagem sobre a melhor forma de miniaturizar a jogabilidade de 16 bits do Sonic. Enquanto o jogo Sonic original se esforçou para adaptar e mudar a série para o hardware mais fraco, Sonic 2 vai para um estilo mais rápido e autêntico de 16 bits, ao mesmo tempo que tenta adicionar alguns de seus próprios elementos únicos à série.

Sonic the hedgehog 2
Sonic 2

No geral, o jogo é definitivamente um sucesso, mas às vezes pode ser um pouco ambicioso demais para seu próprio bem, e definitivamente carece de um pouco da acessibilidade dos outros jogos da série. Sonic 2 também foi portado para o Game Gear, mas é melhor evitar essa versão porque o jogo não foi realmente projetado para ser jogado em uma tela tão pequena, levando a uma jogabilidade com mortes injustas repetidas devido à visibilidade limitada.

Phantasy Zone II

Phantasy zone ii
Phantasy Zone II

Sequela brilhante para o original explosivo fofinho viciante, de ritmo rápido e subestimado. O jogo principal não mudou muito (para além da adição de uma outra camada de polimento nos departamentos jogabilidade e gráficos), mas não é algumas das novas adições mais notáveis. A maior mudança é na estrutura dos estágios.

Ao contrário do jogo original, os níveis de Fantasy Zone II são construídos a partir de vários estágios interconectados unidos por pontos de warp, você pode explorar e viajar livremente entre os estágios e é necessário limpar completamente todos os pontos de nascimento de inimigos em cada conjunto de áreas antes de passar para a luta contra o chefe e o próximo conjunto de etapas.

-- Publicidade --

Geralmente é apenas a jogabilidade clássica em uma nova forma deluxe, mas a nova estrutura dá ao jogo uma exploração muito suave e sensação de aventura. No canal Sega Retrô Br tem um dos melhores reviews e dicas de Phantasy Zone já feitos, tanto da versão do Master System quanto do Arcade.

Golden Axe Warrior

Golden axe warrior
Golden Axe Warrior

Simplificando, Golden Axe Warrior é um clone de Zelda muito bem realizado para o Master System, que recria cuidadosamente quase todos os elementos de jogabilidade principais do famoso jogo NES. Não há adições radicais na fórmula, mas também não há melhorias notáveis.

Comparado ao jogo do NES, o mundo é muito maior (quase o dobro do tamanho), há mais variação no terreno, melhorias gráficas marginais e o mundo é um pouco mais elaborado, com marcos distintos, como vilas e cemitérios, e pessoas que têm mais de uma frase de diálogo para dizer.

Mas, é obviamente muito deficiente quando se trata de originalidade, e demorou um pouco para chegar, mas quando a cópia é tão boa quanto o original, era difícil não ser grato pela existência de quaisquer pseudossequências.

Psycho Fox

Psycho fox
Psycho Fox

Aqui temos um excelente jogo de plataforma com muito charme. Para quem não conhece é o precursor do jogo de Megra Drive, Decap Attack (ou melhor, o jogo que se tornou Decap Attack) e pode ser considerado a sequência espiritual de Kid Kool no NES. O estilo da arte é fantástico, os chefes nunca deixam de ser interessantes e criativos, e a jogabilidade também parece única.

-- Publicidade --

A sensação única é principalmente devido aos controles baseados em inércia (quanto mais rápido você corre, mais você pula) esses controles podem ser difíceis de se acostumar, então se você tiver pouca paciência para jogos complicados, então este clássico provavelmente não é para você, mas para qualquer pessoa quem quer algo desafiador e cheio de charme definitivamente deveria dar uma olhada.

Caso você esteja se sentindo mais “patriótico”, então, você pode conferir a versão da Tec Toy, Sapo Xulé vs Os Invasores do Brejo. Para não passar em branco, o Sapo Xulé estrelou outros dois jogos: Mestre do Kung-fu (adaptado de Kung Fu Kid) e S.O.S Lagoa Poluída (adaptado de Astro Warrior).

Sapo xulé
Sapo Xulé

Castle of Illusion

Castle of illusion
Castle of Illusion

Caso alguém não perceba, este jogo não é um port do popular jogo de plataforma do Mega Drive, e sim é uma versão completamente original para o Master System que tem layouts de níveis totalmente diferentes do original e é muito mais voltado para os quebra-cabeças.

O jogo é muito divertido, é bem desenhado e muito polido, os power-ups de saúde máximos também foram uma adição notável, dando ao jogo um leve aspecto de aventura e exploração.

Jogos de Verão

Jogos de verão
Jogos de Verão

Jogos de Verão (California Games no original) é um jogo de esportes em que você compete em uma variedade de eventos diferentes, como surf ou skate. Ele se tornou um clássico duradouro para o gênero esportivo, principalmente devido à sua originalidade, e ao divertido modo multijogador que envelheceu muito bem.

-- Publicidade --

A versão do Master foi facilmente o melhor dos ports de console originais (a versão Mega Drive não chegou até dois anos depois), e ainda consegue se manter de forma excelente.

Ayrton’s Senna Super Mônaco GP

Este jogo de corrida foi um dos primeiros games de simulação de corrida que tivemos para o console de 8-Bits da Sega, sendo um port do original de Mega Drive. Em uma época que o nosso tricampeão era famoso e respeitado por todos no mundo pela sua habilidade nos volantes, a Sega o chamou para criar um jogo de corrida que levasse a sua assinatura.

Ayrton falou sobre como funcionava os controles de um carro, a sensação passando na zebra e como eles poderiam simular os traçados da pista e isso foi o resultado de um dos melhores jogos de corrida dos consoles da Sega. As limitações do Game Gear em relação ao tamanho da tela deram uma “podada” no jogo, mas ele continua sendo bom. O canal Gows Games fez um excelente vídeo sobre a história do desenvolvimento de Super Mônaco GP.

Lemmings

Lemmings
Lemmings

Um jogo de quebra-cabeça clássico onde você tem que guiar um monte de Lemmings até a saída sem que muitos deles morram. Está em praticamente todos os sistemas existentes (o que valida a sua qualidade) e a versão do Master System é excelente.

Ultima IV

Ultima iv
Ultima IV

Um port muito admirável do, possivelmente, o maior RPG feito no ocidente no período. Os gráficos e a arte foram reformulados em relação às versões originais de computador, e a interface agora é muito mais simples de usar do que antes, sem perder muitos recursos (ao contrário da versão NES). É um jogo muito genuíno e idealista, e é um bom exemplo das diferenças entre os primeiros RPGs ocidentais e japoneses, com seu estilo muito menos linear e maior liberdade de escolha.

-- Publicidade --

Ninja Gaiden

Ninja gaiden
Ninja Gaiden

A série Ninja Gaiden foi uma das melhores séries de ação no NES, e o jogo do Master System (que é totalmente original e exclusivo produzido pela própria Sega) faz justiça a série de forma admirável. Os gráficos são fantásticos e a sensação de velocidade conforme você avança pelos estágios pulando e escalando paredes é incomparável.

A jogabilidade flui muito bem, e com a abordagem da Sega na série contendo uma inclinação um pouco mais ao estilo Shinobi, parece uma peça muito diferente (mas igualmente boa) da série Ninja Gaiden.

Power Strike

Power strike
Power Strike

Power Strike é um excelente shoot-em-up produzido pela Compile, e é provavelmente o mais procurado dos jogos mais raros do Master System por aí. Todas as características dos outros shooters da Compile estão presentes e muito evidentes aqui.

Há uma abundância de armas, a velocidade, a ação frenética, as ondas de ataque inteligentes, a música excelente, e está tudo amarrado com alguns gráficos realmente ótimos para o console e toneladas de polimento. Verdadeiramente um dos mais clássicos desconhecidos jogos perdidos e raros dos 8-bits.

Asterix

Asterix
Asterix

Mais uma vez, a Sega consegue usar uma licença amada para criar outro clássico e polido jogo de plataforma. Asterix é um jogo divertido, longo e muito bem desenhado do início ao fim. Além dos elementos mais tradicionais que você esperaria de jogos do gênero, também é necessário um pouco de trabalho mental para entender a forma que diferentes efeitos de poções ajudam você a avançar e mantê-lo pensando o tempo todo.

-- Publicidade --

Ele transmite o estilo dos quadrinhos muito bem, e definitivamente não deve ser ignorado pelos fãs de jogos de plataforma. Só é uma pena que as sequências nunca tenham conseguido corresponder ao original, nem em polimento, nem em jogabilidade.

Para os nacionalistas, o game também recebeu uma versão brasileira estrelada pelos personagens do programa TV Colosso, que passava na TV Globo.

Tv colosso
TV Colosso

Alex Kidd no Miracle World

Alex kidd no miracle world
Alex Kidd no Miracle World

Depois que a enorme popularidade do Super Mario Bros original empurrou as vendas do NES para a estratosfera, Kotaro Hayashida (que mais tarde trabalharia na série Phantasy Star) foi encarregado de criar a resposta da Sega, e que trabalho fenomenal ele fez também.

Miracle World é um título ambicioso para sua época (chegando na mesma época de Super Mario Bros: Lost Levels). Há moeda e lojas, gerenciamento de itens e níveis de rolagem vertical, uma infinidade de veículos diferentes, gráficos excelentes e muitos ambientes variados.

Todos esses elementos ajudaram a adicionar um escopo real ao jogo e, como tal, parecia mais uma jornada, uma aventura, do que muitos dos jogos de plataforma que vieram antes dele. O jogo recebeu um remake e você pode ler o nosso review sobre Alex Kidd in Miracle World DX aqui.

-- Publicidade --

Leia mais sobre toda a história de Alex Kidd aqui

R-Type

R-type
R-Type

Aqui está um dos jogos de “navinha” mais clássicos de todos os tempos. Lançado nos anos 80, é um jogo cheio de ótimas ideias novas, que vão desde o pod de força e os bits (as coisas que flutuam acima de sua nave que você pode colidir com os inimigos) até as fraquezas únicas do chefe.

Havia o design de arte icônico inspirado em HRGiger e um pouco de música clássica. R-Type foi traduzido muito bem para o Master System, tirando uns brilhos, ele foi convertido praticamente intacto, mantendo a jogabilidade do original clássico do arcade.

Wonder Boy the Dragon’s Trap

Wonder boy the dragon's trap
Wonder Boy the Dragon’s Trap

Os gráficos são ótimos, com um design cativante por toda parte, e ambientes coloridos e variados para atravessar, e a jogabilidade é sempre muito bem avaliada, com seções de plataforma cuidadosamente projetadas e muito para ver e fazer, e devido à sua mecânica de jogo única (que você está sendo transformado em uma variedade de monstros diferentes com habilidades diferentes conforme o jogo avança) a jogabilidade nunca se torna obsoleta, apenas continua surpreendendo você do início ao fim e você sempre quer ver o que vai acontecer no próximo canto.

Não conhece esse jogo? Não o viu nas locadoras? Talvez você conheça ele com o nome nacional de Turma da Mônica e o Resgate! Este foi o segundo jogo da Mônica que a Tec Toy converteu para nós, brasileiros, e transformou os personagens do jogo original em Mônica, Magali, Cebolinha, Anjinho, Bidu e Chico Bento. Um verdadeiro tesouro nacional.

-- Publicidade --
Turma da mônica e o resgate
Turma da Mônica e o Resgate

Land of Illusion

Os 30 melhores jogos do master system | 3793ec09 land of illusion | married games análises | alex kidd, famicom, master system, multiplayer, ninja gaiden, nintendo, sega, singleplayer, sonic, street fighter | melhores jogos do master system
Os 30 Melhores Jogos do Master System | alex kidd, famicom, master system, Multiplayer, ninja gaiden, nintendo, Sega, singleplayer, sonic, street fighter | melhores jogos do master system

Depois de seu brilhante Castle of Illusion, a Sega conseguiu voltar com algo ainda melhor para a sequência. Eles construíram e melhoraram praticamente todos os aspectos do clássico anterior, com gráficos, música e, especialmente, jogabilidade, todos tendo níveis muito louváveis de trabalho e atenção dispensados a eles, até mesmo adicionando muitos mais elementos de estilo de aventura à mistura.

São as novas habilidades de estilo de aventura que realmente diferenciam o jogo de muitos outros jogos de plataforma da época, com Mickey ganhando habilidades como escalar e encolher, conforme o jogo progride, abrindo novas áreas em alguns dos estágios anteriores para explorar e adicionar rejogabilidade. No geral Land of Illusion é simplesmente um ótimo exemplo de plataforma de 8-bits.

Sonic The Hedgehog

Os 30 melhores jogos do master system | da272b3f sonic1 | married games análises | alex kidd, famicom, master system, multiplayer, ninja gaiden, nintendo, sega, singleplayer, sonic, street fighter | melhores jogos do master system
Os 30 Melhores Jogos do Master System | alex kidd, famicom, master system, Multiplayer, ninja gaiden, nintendo, Sega, singleplayer, sonic, street fighter | melhores jogos do master system

O primeiro dos jogos Sonic especialmente projetados para Master System tem um designs completamente original. Não é um port do seu homônimos de 16 bits. Não é um “demake”. É um jogo novo e único. E sim, eu acho ele também melhor do que o original do Mega Drive.

O jogo perde muito da velocidade e liberdade dos originais de 16 bits, mas isso é substituído com mais ênfase nos fundamentos de salto de plataforma e na exploração, ao levar em consideração o hardware de 8 bits mais fraco, essa mudança na jogabilidade cria uma, jogo mais justo, livre de frustrações indesejadas, que brilha em seus próprios méritos.

Phantasy Star

Na minha opinião, este é certamente o melhor JRPG de toda a geração de 8-bits, e um dos títulos verdadeiramente definidores de gênero dos primeiros RPGs de console. Phantasy Star estava realmente à frente de seu tempo quando foi lançado, tudo, desde os gráficos, ao enredo bastante detalhado e seções de masmorras em 1ª pessoa foram extremamente impressionantes.

-- Publicidade --

Todo o seu mundo, personagens e enredo apenas conseguiram ser muito mais elaborados e desenvolvidos em comparação com seus principais concorrentes, muitos dos quais ainda estavam cheios de ambientes monótonos, repetitivos e desinteressantes e personagens que mal conseguiam falar uma frase coerente mesmo anos depois.

Tirando algumas pequenas dificuldades iniciais, e as masmorras posteriores provavelmente exigindo mapeamento manual, o jogo na verdade envelheceu surpreendentemente bem, e ainda é muito bom para um RPG até hoje.

Aliás, o game foi traduzido para o português pela Tec Toy, o que fez com que nós, brasileiros, pudéssemos aproveitar o game mesmo sem saber inglês (embora haja alguns deslizes como o “romance de Lassic”).

Jogos só Nossos

A Tec Toy foi fundamental para o sucesso da Sega aqui no Brasil e isso garantiu alguns games exclusivos para nós. Sejam ports de games que lançaram exclusivamente para Game Gear quanto alguns que foram feitos para agradar ao público brazuca.

Sonic Blast

Sonic blast
Sonic Blast

Este jogo foi lançado apenas para o Game Gear pela Sega pois, na época, o Master System já estava a caminho do seu fim. Aqui, o console continuava forte e os jogadores ainda pediam por mais e mais jogos, então, o jeito era pôr a mão na massa. A diferença no tamanho da tela fazia com que, nos estágios especiais, houvesse uma borda preta nas laterais.

-- Publicidade --

O jogo usa gráficos 3D, o silicon graphics, e redenizados em 2D, similar a Donkey Kong, para a nova aventura do ouriço. Além de ser a única vez que tivemos a aparição de Knuckles no Master System, esta também foi a única vez que tivemos a aparição do Super Sonic no 8-bits, embora ele só em uma placa do final do estágio.

Street Fighter II

Street fighter ii
Street Fighter II

A Tec Toy foi até a Capcom e mostrou o jogo, sem dizer nada! Quando a produtora viu aquilo, achou que se tratava de uma versão para o Mega Drive e eles ficaram muito bravos com a situação de um jogo tão mal acabado como aquele e disse que eles não poderiam lançar aquilo de jeito nenhum. Foi aí que eles revelaram que se tratava de uma versão feita para o Master System. E isso deixou eles impressionados e eles autorizaram o lançamento.

O jogo conseguiu converter muito bem as músicas, personagens, golpes e comandos (embora você precise do controle de 6 botões pra jogar, é possível jogar no controle de 2 botões original do Master). Claro, os cenários estão bem vazios se comparados ao original e a jogabilidade pode não ser tão fluída. Mas compara a versão do Master System com a do Nintendo 8-bits!

Chapolim vs Conde Drácula – Um Duelo Assustador

Chapolim vs conde drácula – um duelo assustador
Chapolim vs Conde Drácula – Um Duelo Assustador

O jogo original, Ghost House, foi lançado em formato de cartão e tinha apenas 256k de tamanho, o que deixava muito espaço livre para um cartucho de 1 Mega. Então, a Tec Toy resolveu preencher esse espaço com ilustrações caprichadas do personagem criado por Roberto Gomes Bolaños. Embora ele seja repetitivo, absurdamente difícil e não tenha praticamente nenhum retrabalho de mudar os personagens para outros elementos mais familiares a série de TV (só mudou o Chapolim e uma estaca que virou a Marreta Biônica), o jogo ainda era um jogo do Chapolim!

Um detalhe interessante que já foi comentado pelos ex-funcionários da Tec Toy é que o game foi feito em uma época que os computadores não tinham mouse. Era preciso ir com as setas e pintar os pixels com a barra de espaço um a um. Imagina o desespero do responsável pela tela de título quando disseram para ele que Chapolim se escreve com ‘M’ e não com ‘N’.

-- Publicidade --
Mais vendido # 1 Sega master system - azul
Mais vendido # 2 Sega classics
Mais vendido # 3 Sega genesis mini - genesis

Férias Frustradas do Pica-Pau

Férias frustradas do pica-pau
Férias Frustradas do Pica-Pau

Este jogo foi todo desenvolvido pela própria Tec Toy e usava o amado passarinho que voa para o sul, bem longe do ninho (na verdade, ele não faz isso, porque lhe faz mal). Neste game, completamente original, Pica-Pau tem que resgatar os amigos, Paulina, Toquinho, Lasquita, Andy Panda e Picolino, que foram sequestrados pelo Zeca Urubu. Tem uma versão para o Mega Drive, que parece ser mais rápida e fluída, mas o jogo todo é um pouco travado e a gameplay não é das melhores.

Castelo Rá-Tim-Bum

Castelo rá-tim-bum
Castelo Rá-Tim-Bum

Um jogo de plataforma baseado no programa infantil educacional da TV Cultura e é inspirado em um dos episódios da série. Em um dia, quando Biba, Zeca e Pedro entram no castelo, o menino mais novo bebe uma poção do Dr. Victor e regride a idade de um bebê. Para fazer o antídoto, é preciso explorar o castelo e recolher os ingredientes. Assim como o jogo do Pica Pau, esse é um game original e foi lançado apenas por aqui (o que faz sentido).

Sítio do Pica-Pau Amarelo

Os 30 melhores jogos do master system | 01a3755a sitio | married games análises | alex kidd, famicom, master system, multiplayer, ninja gaiden, nintendo, sega, singleplayer, sonic, street fighter | melhores jogos do master system
Sítio do Pica-Pau Amarelo

Baseado nos livros do Monteiro Lobato e não na adaptação da TV Globo, Sítio do Pica-Pau Amarelo também é 100% original da TecToy para o Master System. Aqui você joga como Pedrinho ou Emília, e tem que ajudar a Tia Anastásia. A jogabilidade ainda não é a das melhores (parece uqe o que sobra ne vontade de fazer jogos, falta na jogabilidade), porém os gráficos e os personagens são o destaque do game, sendo muito bem-feito para a época e reproduziam bem as figuras dos livros.

Agora, fale para nós: Faltou algum game na lista de melhores? Faltou algum jogo na lista do Só Nossos? Você teve um Master System na época? Tem saudades do console? Caso você queira experimentar algum deles, você pode ir ao site Emulator.Online e procurar pelo jogo. Fale conosco e aproveite para ler mais sobre a Sega no nosso site.

-- Publicidade --
Avatar of paulo fabris

Paulo Fabris é um jornalista, escritor, RPGista, gamer, cosplayer, nerd e fã de animes desde a época da TV Manchete.