The Sims 4 no PC: Review completo

Oito anos atrás, a franquia The Sims recebia o seu mais novo e mais longo capítulo que acumula fãs, críticos, polêmicas e muito conteúdo no The Sims 4 no PC

Exatamente no dia 6 de maio de 2014 o mundo recebia a mais nova versão do mais famoso simulador de vida do mundo dos games. The Sims 4 no PC, desenvolvido pela Maxis e distribuído pela Electronic Arts, trazia gráficos mais atualizados para aquela geração de PCs, muito mais bonitos (principalmente se comparados a The Sims 3, que os bonecos pareciam usar máscaras de borracha), uma câmera diferente e a promessa de muitas horas de jogatina com a vida dos simpáticos sims.

Claro, para quem estava acostumado com o game anterior, que já tinha cinco anos de conteúdos, correções de bug e DLCs, o capítulo mais atual realmente parecia muito vazio e sem conteúdo o bastante para uma boa jogatina, porém, eles não estavam de todo errados. O The Sims 4 chegou sem um mundo aberto (o que foi uma revolução no jogo), um mapa sem cores nos detalhes e ainda sem a fase “bebê” para os novos sims (o recém-nascido se tornava automaticamente uma criança).

Entre erros e acertos, o jogo hoje acumula uma enorme base de fãs e jogadores, polêmicas e uma incrível coleção de DLCs que expandem em infinitas horas o seu conteúdo e em muitos reais o seu preço. Então, após oito anos, com o jogo cada vez mais próximo do fim do seu ciclo de vida, será que já podemos dizer se ele é um bom game ou não? Vamos analisar o quatro capítulo da franquia The Sims neste review.

Curiosidades sobre the sims
A franquia passou por uma renovação no visual

Bem-vindo a sua nova vida em The Sims 4 no PC

The Sims 4 é um jogo de simulação em 3D, com visão isométrica na maior parte do tempo, mas é possível ainda aproximar ou afastar muito a câmera do personagem e, pela primeira vez na franquia, até mesmo jogar com visão em 1° pessoa. Você pode criar o seu personagem como quiser, com uma poderosa ferramenta de criação, que permite que você apenas “pegue” uma parte do rosto ou corpo do personagem e puxe ou empurre, modelando-a como quiser, sem as barras deslizantes do seu antecessor.

O jogo se passa em uma versão alternativa dos jogos anteriores, não sendo considerado canônico em relação aos anteriores (que podem ser organizados em The Sims 3, The Sims 1 e The Sims 2), apresentando diferentes histórias para as famílias mais conhecidas do game, como a Família Caixão (com Vladmir, Laura, Cassandra como uma adolescente e Alexandre como criança) e a família Caliente (com Dina, Nina, Katarina e Don Lotário).

-- Publicidade --

Fazendo um esforço, até é possível colocar o Sims 4 entre o 1 e o 2, já que, em Sims 1 a Cassandra era uma criança e no 2 uma jovem adulta, o 4 com ela como uma adolescente não é tão estranho. Mas, além destas, o game ainda traz diversas outras famílias novas e cativantes, adicionando ainda mais personagens com suas expansões. Como a curiosa Baby Ariel, vinda na expansão “Rumo a Fama” que, por algum motivo misterioso, não envelhece.

The sims 4 no pc
Na época do lançamento, o mapa não tinha cores

Conhecer, interagir e se relacionar com todos esses personagens é o que te faz querer montar logo o seu personagem e entrar no mundo de The Sims e ficar lá por muitas horas. E para fazer isso, você poderá contar com o CAS (Create a Sim) em uma versão renovada e a mais complexa de todas as versões. Você pode “agarrar” uma parte do corpo ou rosto do Sim e puxar, empurrar ou modelar da forma que quiser, como se fosse uma massa de modelar, dando muito mais liberdade a criação de personagens do que em qualquer outro capítulo do jogo.

Enquanto os outros jogos tinham alguns modelos pré-definidos e barras deslizantes para que você possa criar o seu Sim, aqui, o jogo simplesmente permite que você o modele como quiser. Outras coisas como os traços do seu sim, aspirações, timbre de voz, nome e as roupas e cabelos também estão lá para que você as defina como quiser.

Porém, algumas coisas foram removidas como signos, estilos, biografia ou a árvore genealógica do seu sim forma removidas ou movidas para outro lugar. A criação de criaturas sobrenaturais como sereias e vampiros ou cachorros e gatos (se você tiver as DLCs) também são feitas no criador de sims. Particularmente, se você está acostumado com o CAS do Sims 4, achará os criadores anteriores bem fracos limitados, mesmo tendo mais opções para personalizar o personagem.

O Melhor CAS da Franquia

Não quer criar um sim naquele momento? Então toque no botão aleatorizar e tenha um sim pronto na hora. Os sims criados assim dificilmente poderão ser chamado de “bonitos”. Eles sempre serão muito mais voltados para um lado cômico do jogo, usando roupas multicoloridas e terão traços exagerados ou bastante incomuns como um cabelo verde muito chamativo ou um nariz bem grande. Em geral, não é a melhor alternativa para quem quer fazer aquela sim baseada em um crush ou atirz ou modelo.

-- Publicidade --

Não está com ideia para traços e aspirações? O jogo oferece o “modo história” onde você responderá algumas perguntas e ele fará com que o sim tenha traços e aspirações escolhidas com base nas respostas. É até bem fácil prever o que você conseguirá, dependendo da pergunta e da sua resposta, mas adiciona um pouco de imprevisibilidade ao jogo e sims criados dessa forma não podem ter seus traços alterados.

Não tá a fim de fazer nada disso? Bom, então você ainda tem o recurso da Galeria. Um local onde você pode baixar sims, casas, familiais, criadas por outros jogadores e baixá-las para o seu jogo. Isso é muito útil principalmente em relação as casas que costumam vir cheias de itens que tão buffs de ambientes que, normalmente, você demoraria algum tempo para conseguir. Uma casa com vários itens para buff de escrita pode fazer o seu sim escritor terminar livros em poucas horas.

A maioria dos criadores usam e abusam de coleções de objetos, DLCs e mods, os famosos conteúdos personalizados. Então, se você não tiver os mesmos conteúdos e pacotes, é provável que termine com um sim careca ou sem roupas ao terminar de baixá-lo. No caso de residências e lote, o que você não tiver, o jogo substitui por itens similares.

Com isso, você pode terminar com a sua criação no CAS e partir para o jogo. No jogo base, você terá alguns mundos para escolher onde morar, desde o típico bairro suburbano norte-americano de Willow Creek, o desértico Oasis Spring ou o bairro de Newcrest, um local cheio de lotes para que você construa como quiser. Cada mundo do jogo base tem cerca de 8 ou 9 lotes para você usar como quiser e alguns com casas pré construídas. Ocupadas ou vagas, dependendo do lugar. Além de “Lotes Comunitários” como bibliotecas, bares, praças e outros lugares que você pode visitar.

Cada DLC adiciona conteúdos novos e, as maiores em especial, adicionam novos mundos, alguns que você pode morar e alguns que são chamados “Mundos de Férias”, onde você poderá passar alguns dias, mas não se mudar permanentemente para lá. Em geral, esses novos mundos têm uma quantidade menor de lotes para serem construídos, reduzindo para 4 ou 6, poucos vagos. Uma das maiores reclamações dos jogadores.

-- Publicidade --

Adicionar DLC significa adicionar novos conteúdos, novos sims e nova jogabilidade ao game, com novas formas de se fazer as coisas ou novas opções. Por exemplo, o jogo base não tem a opção de se transformar em um vampiro ou mago, como havia em games anteriores da franquia, mas tudo isso foi adicionando com o tempo. Algumas coisas demoraram para vir, como os pets e as universidades, mas elas eventualmente chegaram ao game. Outras coisas, como as fazendas ainda estão por vir e não há ainda informações sobre o que virá no futuro, mas considerando alguns vazamentos que aparecem na internet vindas dos Sims-Gurus, dá para imaginar que o game ainda tem algum tempo de vida pela frente.

Requisitos Mínimos e Recomendados

The Sims 4 não é um jogo tão exigente e roda bem em todas as máquinas gamers mais modernas, porém, pode exigir algum hardware e memória das mais antigas para rodar com todo seu potencial. O game possuí belos gráficos cartunizados e coloridos, além de vários detalhes na tela e vários personagens e coisas acontecendo ao mesmo tempo na tela. Você ainda pode regular o número de sims por lote e ter lotes cheios exige que a sua máquina seja capaz de dar conta.

Requisitos Mínimos:

Sistema Operacional:64 Bit Required. Windows 7 (SP1), Windows 8, Windows 8.1, or Windows 10
Processador:1.8 GHz Intel Core 2 Duo, AMD Athlon 64 Dual-Core 4000+ or equivalent (For computers using built-in graphics chipsets, the game requires 2.0 GHz Intel Core 2 Duo, 2.0 GHz AMD Turion 64 X2 TL-62 or equivalent)
Memória:4 GB de RAM
Placa de vídeo:128 MB of Video RAM and support for Pixel Shader 3.0. Supported Video Cards: NVIDIA GeForce 6600 or better, ATI Radeon X1300 or better, Intel GMA X4500 or better
DirectX:Versão 9.0
Armazenamento:17 GB de espaço disponível

Requisitos Recomendados:

Sistema Operacional:64 Bit Windows 7 (SP1), 8, 8.1, or 10
Processador:Intel core i5 or faster, AMD Athlon X4
Memória:8 GB de RAM
Placa de vídeo:NVIDIA GTX 650 or better
DirectX:Versão 9.0
Armazenamento:18 GB de espaço disponível

Jogando com a vida

Em muitos aspectos, o jogo é um passo à frente confiante por parte da franquia. Isso faz com que a série pareça nova e jovem mais uma vez, com polimento, estilo e até um pouco de sutileza. Os sempre expressivos Sims, criaturas nunca muito cheias de nuances, são, no entanto, mais diversificados, inteligentes e mais capazes, enquanto o mundo em que vivem é quase celestial.

O sol sempre brilha (se você não tiver o pacote de Estações) em seus bairros limpos, arrumados, amplos e bonitos, e os e o jogo está repleto de eletrodomésticos, conveniências e dezenas de designs de papel de parede, pisos e decorações. A série sempre foi um conto de fadas capitalista, um mundo onde o bem sempre vence, onde não há privilégio, homofobia, preconceito ou patriarcado e onde tudo pode ser conquistado com trabalho duro e honesto no final.

Isso torna o trabalho doméstico extremamente divertido. Oferecendo ao arquiteto, carpinteiro e engenheiro dentro de você uma interface maravilhosamente bem projetada para construção de casas e lotes. As salas podem ser construídas, remodeladas e repintadas com apenas alguns cliques do mouse. Como um super-herói cujo poder é o design de interiores, com um gesto você pode aumentar tetos, levantar alicerces, convocar frisos ou criar uma escada mais larga que um quarto.

-- Publicidade --

Da mesma forma, modelar espaços muito pequenos pode ser um pouco complicado e é possível cometer erros bobos sem perceber, mas a prática fará com que perfeccionistas e detalhistas fiquem maravilhados ao descobrir que podem escolher a combinação de cores de todos seus móveis e acessórios, muitos itens podem ser colocados com muita precisão no alto de prateleiras ou mesas. Luzes de parede podem ser colocadas em uma variedade de alturas e ter cores diferentes. Tudo pode ser feito facilmente e lhe dá a chance de criar praticamente qualquer coisa.

Sério! Veja na galeria o quanto de casas lindas marcadas como feitas apenas com o jogo base e você verá como a criatividade pode superar qualquer limitação de quantidade conteúdo.

The sims 4 no pc: review completo | 9184230a construcao | married games análises | ea games, maxis, pc, playstation, singleplayer, the sims 4, xbox | the sims 4 no pc
Mova a casa inteira com um clique

A satisfação que isso pode proporcionar não deve ser subestimada e, para um determinado tipo de jogador, aqueles chamados normalmente de “arquitetos” ou “construtores”, a possibilidade de ter toda essa liberdade de criação é melhor do que jogar o jogo em si. O mesmo é verdade quando se trata de criar seus Sims. Como uma massa de modelar, eles podem ser espremidos, achatados, esticados e torcidos como você quiser.

Bumbuns são alargados, panturrilhas comprimidas, guarda-roupas para diversas situações são criados e descartados e até mesmos detalhes faciais podem ser ajustados e retirados com muita facilidade. Depois, há aspirações para escolher, traços de personalidade para adicionar e até os estilos de andar e vozes para personalizar. Tudo isso dá a sensação de que você é um artesão capaz de criar belas casas de bonecas e seus moradores.

Seja você um arquiteto, um artesão, um psicopata (aquele que adora criar um sim, colocá-lo na piscina e tirar a escadinha) ou um sonhador (do que cria a família e a casa perfeita), aqui está a situação: The Sims 4 apresenta vários novos conceitos inteligentes, novos elementos que mudam a maneira como os Sims se comportam e permite que você jogue de várias maneiras. Você verá eles interagindo com o mundo de formas novas e executando tarefas que ante não eram tão fluídas (e eles vão sair pela borda da piscina se você tirar a escadinha).

-- Publicidade --

Os Sims têm muito mais em que pensar agora. Suas personalidades não apenas os estimulam a certos comportamentos, mas ajudam a definir os humores e os caprichos que aumentam e diminuem conforme um Sim vive um dia em suas vidas. Alguns são mais suscetíveis a emoções ou desejos específicos e esses sentimentos podem apresentar novas possibilidades no mundo.

Um Sim artístico que se sente Paquerador pode pintar uma imagem que expressa seus sentimentos, enquanto um Sim Triste terá novas opções de conversação que os outros no mundo para desabafar. Qualquer coisa, desde uma conversa estranha a uma sala bem decorada, pode mudar o humor de um Sim, mas nem todos esses humores têm um impacto significativo. Por mais esplêndido que possa parecer, fazer um “cocô furioso” não mudará o mundo.

Uma boa porta de entrada

A adição mais impressionante é a multitarefa, que permite que os Sims conversem casualmente enquanto preparam o jantar ou leiam um livro no banheiro. Os Sims ainda são um pouco excêntricos, lentos e desajeitados em seus comportamentos, às vezes girando e se reposicionando apenas para um abraço, mas agora não é incomum que realizem duas tarefas simultaneamente e, especialmente se houver conversa tornando eles mais naturais do que já foram até hoje. É uma das mudanças mais marcantes da série e também uma das mais simples: funciona tão bem que você começa a não notar.

Outras coisas muito simples também deixam o jogo mais legal. Os Sims ganham peso suavemente até que, um dia, você percebe que não se exercitou o suficiente e está gordo. Seus smartphones agora são o centro de suas vidas sociais, trazendo opções de contato, carreiras e oportunidades de viagens. Você pode tirar selfie, postar elas no Simstagram, criar perfis em redes sociais, recebe as ligações e mensagens dos outros sims. Tudo no smartphone. Não tem mais aquele jornal que lhe entregavam de manhã e você deixava acumular e molhar na frente da sua casa.

A câmera não está mais presa a um lote e você está livre para percorrer a estrada para observar os bairros ocupados com Sims cruzando estradas, curtindo parques e visitando jardins comunitários. Parece mais social e muito mais vivo, embora não seja o famoso mundo aberto do The Sims 3, ainda é muito vasto e dá para ver várias pessoas vivendo suas vidas nos bairros do jogo.

-- Publicidade --

Embora haja algumas inovações os Sims agora tenham mais maneiras de fazer as coisas, eles não necessariamente têm mais coisas para fazer. Eles não são significativamente diferentes e, deixados por sua própria conta, os Sims ainda não são personagens terrivelmente interessantes. Eles podem discutir espontaneamente com estranhos ou jogar videogame por tanto tempo que molham as calças, mas não farão escolhas significativas na vida sem que você interfira.

Esses momentos que definem a vida virão de seu planejamento e microgerenciamento, o que às vezes é muito necessário porque pode demorar muito para realizar algumas atividades cotidianas. Você verá sims que conheceu desde criança ficando velhos sem adquirir nenhum ponto de habilidade ou realizando nenhuma aspiração na vida. Eles irão se casar, ter filhos, mas a vida continuará basicamente a mesma e a única pessoa que prosperará é você e os sims que você controla. Existe mods que corrigem isso, mas vamos ficar apenas no jogo aqui.

The sims 4 no pc: review completo | 5dfd9fc0 bug | married games análises | ea games, maxis, pc, playstation, singleplayer, the sims 4, xbox | the sims 4 no pc
Isso não é um bug. A criança é um X-Men

Existem bugs? Claro. O último que ouvi falar fazia os sims urinarem fogo! Os Sims, às vezes, lutam para andar de um lugar para outro e, mesmo na familiaridade de suas próprias casas, se comportam desajeitadamente em torno dos móveis. Às vezes, portas e janelas desaparecem enquanto a câmera gira. Os Sims esquecem ou ignoram os comandos que você deu a eles. Eles falam com as pessoas através das paredes. Tem a terrível mania de ir lavar a louça no banheiro do andar de cima quando há uma linda pia ou uma máquina de lavar de última geração na cozinha.

A coisa mais irritante é quando o seu sim simplesmente trava pois começou a conversar com algum sim que etá longe e indo embora do lote. Felizmente, poucos desses bugs quebram o jogo e às vezes quase se encaixam nas excentricidades das criações bobas da Maxis. O que a Maxis criou é uma estrutura inteligente, na maior parte polida e muito esperta para um jogo que, mais uma vez, é um desperdício de tempo perigoso.

The Sims 4 ainda é uma experiência nova a cada vez que você joga mas é também previsível, agradável, confortável e raramente superestimulante. Talvez ele foi a tentativa da EA e da Maxis de trazer um novo público para o a franquia, já que muito do que os jogadores elogiavam no 3° jogo não estava presente em seu lançamento e ainda tentaram criar uma história desconectada dos anteriores. E talvez tenha funcionado.

-- Publicidade --

Um Review sem Nostalgia

Eu sou um destes fãs que começou pelo quarto game da franquia e fui voltando e acho o último título o melhor jogo de The Sims. É claro que temos a tendência a gostar mais do jogo por onde conhecemos, mas não sou complemente estranho aos games anteriores. Na época do lançamento de The Sims 3 eu também comecei a jogar e não conseguia entender nada e, frustrado, simplesmente abandonei o jogo e tive até um pouco de resistência em começar o quarto jogo.

Criei um sims, não tive nenhuma explicação sobre as famílias, sobre os relacionamentos, sobre como jogar e uns poucos balões de dialogo com uma lâmpada. No final das contas, eu não sabia como ir trabalhar, meu aniversário foi um fracasso e nada faz sentido naquele jogo maluco. Também não sou completamente estranho ao The Sims 2. Também joguei por um tempo e não havia nada de especial no jogo.

The sims 4 no pc: review completo | a11e4d54 sims3 | married games análises | ea games, maxis, pc, playstation, singleplayer, the sims 4, xbox | the sims 4 no pc
Muito conteúdo legal em The Sims 3

E depois que me engajei com The Sims 4, eu voltei ao Sims 3 e 2 e não achei ele melhor do que o atual. Além de um número maior de bugs, The Sims 3 tem uma tela de carregamento absurdamente demorada e que se arrasta ainda mais graças a um joguinho de encontrar as coisas em uma tela com uma imagem estática. The Sims 3 é ruim por isso? De forma alguma. Mas, tirando os óculos da nostalgia, The Sims 4 é um jogo muito melhor e mais estável.

The Sims 4 não tem um mundo aberto e não tem a quantidade de conteúdo que o Sims 3 acumulou em seu tempo de vida, mas entrega uma experiência bem menos bugada e com muito menos conteúdo que está ali só para encher linguiça! Sério? Alguém jogava ativamente com um zumbi? Ele é legal, mas não era tão legal a ponto de dizer que faz falta no Sims 4.

Mundo aberto é legal? Claro, mas o que adianta você ter um mundo aberto enorme que você leva horas para chegar de um ponto ao outro do mapa e, quando chega, dá de cara em um lote vazio e quando os sims chegam já é quase meia-noite, o lugar vai fechar e você tem voltar para casa e recuperar o seu sono para trabalhar no dia seguinte.

-- Publicidade --

Mas, afinal, é bom ou não é?

A maioria das reclamações dos simmers vem do fato de que o Sims 4 não tem um monte de coisas que tinham nos games anteriores, como o ladrão ou carros ou um monte de outros animais, e não percebem o que receberam em troca. Sims mais inteligentes, gráficos muito mais bonitos, um jogo muito mais estável e um CAS muito mais poderoso do que qualquer outro já visto na franquia. Eu troco o mundo aberto pela inteligência dos sims de fazerem multitarefas sem pensar. São reclamações motivadas muito mais pela nostalgia do jogo anterior do que por sua real utilidade ou função em jogo.

Claro, nem todas as reclamações são infundadas. A falta de um conteúdo mais interessante e DLCs que entregam um conteúdo muito mais fraco do que as versões anteriores são um problema sério. Enquanto o game anterior tinha uma DLC que trazia duas ou três novidades em mecânicas de jogo, as DLCs atuais vem com muito menos conteúdo e, às vezes, o conteúdo é cortado e vendido como uma DLC da DLC, como é o caso de The Sims 4 Cães & Gatos – Meu Primeiro Bichinho.

A DLC Jornada para Baatu, uma clara forma de fazer um merchandising para o novo parque de Star Wars na Disney, é um conteúdo que não foi solicitado por praticamente ninguém e só quem é muito fã da franquia Guerra nas Estrelas vai se empolgar, mas não é muito diferente do que foi feito em The Sims 3 com o Mundo Doce da Katy Perry! É um produto de nicho, feito para fãs da franquia ou da cantora.

O Mundo Doce de Kate Perry não é para todo mundo

Sim, nós não queremos um jogo todo fragmentado e vendido aos picados. Não queremos um milhão de Coleções de Objetos e Kits. Queremos sim conteúdo de qualidade pelo alto preço que é cobrado pelo jogo (que alias, se você quiser comprar ele completo custará mais de R$ 3.500), mas eu, como fã e jogador, não quero apenas um repeteco de tudo o que já foi feito antes reciclado. Prefiro ver coisas novas e criativas do que ter, por exemplo, zumbis no jogo. Também não sinto saudades dos ladrões, muito obrigado!

Analisando o jogo friamente, ele tem sim problemas, mas tem acertos e evoluções na franquia que o colocam, na minha opinião, como o melhor capítulo número da franquia. Não estou penando aqui em Urbz, The Sims Medieval ou The Sims Bustin’ Out. e sim considerando apenas os 4 jogos da série principal, o The Sims 4 é o melhor deles e uma excelente porta de entrada para a série.

-- Publicidade --

Dizer que o The Sims 3 é melhor, é ver a situação com uma lente nostálgica da série quando os jogos de PC pesavam, no máximo, 3 GB e as DLCs tinham toneladas de conteúdo por pouco mais de 700 MB. A evolução gráfica e na IA dos personagens cobraram o seu preço, tanto em espaço quanto em valores monetários. Todos os jogos estão ficando (infelizmente) mais caros e pesados e cobrar de The Sims 4 que entregue a mesma quantidade de conteúdo que uma DLC do The Sims 3 tinha pelo mesmo valor que você pagava em 2004 é ter saudades de um tempo que não volta mais.

Claro que os conteúdos pouco inspirados que estão sendo lançados atualmente são um problema e os valores praticados pela EA são irreais para a realidade brasileira, não dá para negar isso. The Sims 4 tem sim suas falhas, mas não ser um espelho do The Sims 3 com gráficos atualizados não é uma delas. Comparar o The Sims 4 com o The Sims 3 é uma comparação injusta. Ele deve ser julgado por seus próprios erros e acertos e, o jogo por si só, tem muito mais acertos do que erros. Os erros existem muito mais por parte da EA e o seu sistema de negócios do que pelo jogo.

Onde Comprar?

Origin: R$ 159,00
Steam: R$ 159,00
Xbox One: R$ 158,99
PlayStation 4: R$ 158,99

-- Publicidade --
The sims 4 no pc: review completo | 515f63b7 ts4 pack art base game | married games análises | ea games, maxis, pc, playstation, singleplayer, the sims 4, xbox | the sims 4 no pc

The Sims 4

Produtora: Maxis Studio
Distribuidora: Electronic Arts
Plataformas: PlayStation 4, Xbox One, macOS, Microsoft Windows, Mac OS, Mac OS Classic
Nota: 8/10

Prós:

  • Evolução gráfica, na interface de criação de casas e na IA dos personagens;
  • O melhor CAS (Create a Sim) da franquia;
  • Sims muito mais inteligentes e com personalidade;
  • Excelente porta de entrada para novos jogadores;

Contras:

  • Conteúdo adicional pouco inspirado;
  • Bugs são corrigidos em atualizações e novos bugs são criados;
  • Preços abusivos das DLC;

-- Publicidade --

Agora deixe aí nos comentários: Você joga The Sims 4? Gosta dos jogos? Concorda que ele é o melhor da franquia ou realmente acha que o The Sims 3. Aproveite e leia mais sobre The Sims 4 no nosso site.

Avatar of paulo fabris

Paulo Fabris é um jornalista, escritor, RPGista, gamer, cosplayer, nerd e fã de animes desde a época da TV Manchete.