She Wants Me Dead – Review / Analise

She Wants Me Dead é em sua essencia um jogo de plataforma daqueles bem complicadinhos; mas com uma boa dose de humor, coisa que nos faz esquecer um pouco da dificuldade e dar umas boas risadinhas durante toda nossa gameplay

O jogo foi desenvolvido pela Hello There Games e lançado oficialmente em 13 de maio de 2016 para computadores via Steam.

A Desenvolvedora que é a mesma do jogo Kung Fury realizou um novo tipo de jogo dessa vez focado em uma gameplay de plataforma; com uma grande dose de humor obscuro em seu conceito trazendo o jogador a uma grande corrida por segurança contra um gato vingativo.

She wants me dead - review / analise | swmd gif 2 | married games análises, videos | she wants

A Historia de She Wants Me Dead

Nosso personagem é um babaca com seu gato, ele o derruba da cama enquanto eles dormem, ele deixa cair coisas nele, faz coisas irritantes com o pobre bichinho que vai acumulando essas emoçoes durante muito tempo

Porém, um dia, ele cansa de deixar seu “dono” fazer isso com ele recorrentemente e resolve se vingar. É aí que o jogo começa realmente e somos colocados na pele do dono correndo por aí e fugindo muito de tudo e todos.

She wants me dead - review / analise | married games análises, videos | she wants

A Gameplay de She Wants Me Dead

O jogo nos coloca em ambientes 2D focados em plataformas para corrermos enquanto varias armadilhas são posicionadas contra nós. Com isso o jogo nos faz entender contra o que somos encarados para podermos entender por onde passar.

Nessa parte o jogo funciona bem, mas com algumas ressalvas. Em poucos momentos os saltos não funcionaram exatamente no momento que eu apertava os botões e esse imput lag me fez morrer; mas não foi algo recorrente, então não é um grande problema

She wants me dead - review / analise | married games análises, videos | she wants

Pula Pula meu filho

Uma coisa que aconteceu durante minha gameplay que aparenta ser uma intenção dos desenvolvedores é o pulo em queda. Quando nosso personagem cai antes de dar o primeiro pulo, mas com isso aumentamos a distancia de nosso salto final com esse avanço, mas com grandes chances de morrer antes de conseguir concretizar seus objetivos

She wants me dead review

A Arte de She Wants Me Dead

Se tem uma parte desse jogo que eu realmente quero falar é a parte artística que faz com que o jogo tenha uma grande identidade tornando o que já era interessante em algo único e diferenciado de outros do genero

She wants me dead review

A arte visual

O conceito que foi escolhido pela desenvolvedora para retratar o visual do jogo foi uma estetica mais Noah para todo o titulo nos dando grandes indicios que ele se passa por volta dos anos 60 em uma noite triste onde todos dormem e o diabo faz a festa.

Os predios representados nos cenarios lembra muito os diagramas utilizados em filmes de investigação antigos para manter o jogo com essa interface Vintage

E um grande acerto da equipe de desenvolvimento foi a escolha da paleta de cores acinzentada para o ambiente e personagens enquanto os elementos (como fogo) tem suas cores bem vivas para constratar com o fundo fosco e fazer com que nossa atenção não saia desses elementos enquanto corremos por todas as fases.

She wants me dead review

A arte sonora

Os sons desse jogo são especiais, mas quando digo isso é no fator mais positivo que você puder imaginar, pois com uma unica musica e efeitos sonoros o jogo consegue deixar a experiencia ainda mais incrível

Os efeitos de pulo e passos do personagem são bem encaixados para fazer realismo no movimento, mas o que realmente brilha durante toda a gameplay é a musica de mesmo nome que o jogo “She Wants Me Dead” performada por CAZZETTE que com sua batida incrivel e bem encaixada leva o jogo a outros patamares. Perdi as contas de quantas vezes tentei manter meus movimentos sincronizados com a batida na musica devido seu ritmo contagiante.

Caso tenha interesse, a baixo está o clipe oficial da musica:

E ai?

She Wants Me Dead é um jogo muito divertido que tem uma premissa muito engraçada. Mesmo com alguns bugs de movimento o jogo conseguiu me cativar devido a invencionisse de sua parte artistica e o seu conceito bastante comico. Conforme eu jogava eu só pensava a onde o jogo me levaria na proxima fase e quais seriam os desafios que me esperavam.

O jogo tem um grande mérito que deve ser reconhecido com suas mecanicas e tambem acho que é um jogo que recomendaria para aqueles afixionados em jogos como Super Meat Boy e seus similares, pois tem sua dificuldade para realizarmos nossas façanhas

*Está cópia foi recebida pela desenvolvedora para fazer a analise

Enfim, lembre-se de acessar e conferir mais de nossas analises.

Mas, acesse também a pagina oficial do She Wants Me Dead

Share
Avatar of juanxcursed

Empresário, 29 anos, fundador da Married Games, desenvolvedor, gamer, entusiasta e um completo NERD, Juan ainda gosta de pegar a sua guitarra e tirar um bom som no Rocksmith.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies, conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.
Este site utiliza cookies, conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.