ArtigosNotícias

Superdata: Jogos digitais tem US$ 10 bilhões em vendas em março

Um tempo atrás publicamos um texto de pesquisa da Superdata em relação a receita de jogos premium. Agora, eles fizeram uma pesquisa em relação ao mês de março de 2020 e descobriram que a venda de jogos digitas bateram uma recorde em março, conseguindo US$10 bilhões em apenas um mês.

Confira também: GOG Galaxy 2.0 já está disponível

Acredita-se que tenha muito a ver com a pandemia de COVID-19, já que muitos jogos entraram em promoção devido a quarentena, para incentivar as pessoas a ficarem em casa. Portanto, muita gente acabou entrando no entretenimento digital, principalmente os jogos; que também servem para entrar em contato com pessoas queridas e família.

E não foi só no PC não! Segundo a pesquisa, a venda para consoles também mostrou crescimento de 64% entre fevereiro e março, e no PC, 56% de crescimento.

Surpreendentemente, o jogo que teve maior receita no PC não é um jogo muito conhecido no ocidente; Dungeon Fighter Online ficou com o título e para consoles tivemos o Animal Crossing: New Horizons, novo lançamento exclusivo para Nintendo Switch.

superdata pesquisa

Alguns outros dados mostrados pela pesquisa mostram que títulos mobile também se deram bem. Houve um aumento de 15% para esses títulos, e o destaque fica surpreendentemente para Pokémon GO! O jogo passou por ajustes da Niantic para que seja possível jogar em casa com o menor prejuízo possível. Confira mais abaixo.

Call of Duty: Warzone também bateu um impressionante pico de 62,7 milhões de jogadores em todos os seus modos, e 50 milhões simultâneos apenas no BattleRoyale!

Jogos VR tem espaço nessa pesquisa, Superdata?

Sim, como surpresa temos o lançamento Half-Life: Alyx. Jogo que, apesar de ser AAA, teve vendas bem modestas para um título de realidade virtual. Estima-se que 860 mil jogadores testaram o jogo, de uma base de 4 milhões ao fim de 2019.

Lucas Votto
O autorLucas Votto
Redator
Estudante de Jogos Digitais e aspirante a programador. Viciado por jogos de LEGO e estratégia.

Deixe uma resposta