O que é OLED? Tudo o que você precisa saber em 7 tópicos

Antes de trocar sua TV ou smartphone, conheça essa poderosa tecnologia

O que é OLED? Se você passou um tempo procurando uma nova TV, olhando os laptops mais recentes ou lendo sobre o novo Nintendo Switch OLED , então você já ouviu o termo OLED antes. Mas só porque está em todo lugar agora, não significa que seja fácil de definir. Então, o que é tecnologia de TV OLED? E, mais importante, você precisa atualizar para uma TV OLED?

Mas, então o que é OLED? OLED significa diodo orgânico emissor de luz ou LED orgânico. Para gerar luz ou produzir uma imagem, um display OLED deve passar uma corrente elétrica através de material eletroluminescente orgânico. Os visores que podem gerar luz sem a necessidade de luz de fundo são chamados de visores “auto-emissivos”.

Auto-emissivo significa que os materiais orgânicos usados ​​na construção geram luz sem qualquer necessidade de retroiluminação adicional. Isso é diferente de outros tipos de displays como LCDs, que requerem uma luz separada na parte de trás da pilha de monitores. Nem todas as implementações de OLED são iguais, mas todas compartilham o mesmo conceito básico de uso de materiais não sintéticos para gerar luz. Então, o que é OLED exatamente, quais os benefícios que ele tem e por que você deveria escolher entre outras tecnologias de display?

Leia Também:
Saiba Qual Melhor Processador Para Notebooks Gamers
Saiba Como Escolher O Melhor Notebook Gamer
As Melhores Webcams Em 2021
5 Dicas Infalíveis Para Saber Se O Jogo Roda No PC
19 Melhores Mouses Gamer Com E Sem Fio Em 2021

O que é oled
Telas Oled

Oque é OLED?

O que é oled
Organic Light Emitting Diode

Como dito, OLED significa ‘Organic Light Emitting Diode’. Simplificando, refere-se ao painel que é usado dentro de uma TV OLED. Este painel exibe todas as coisas que você pode ver na tela, ou seja, as imagens, cores e luz que compõem seus filmes, programas de TV e jogos favoritos.

É este painel OLED que faz com que as TVs OLED se destaquem em comparação com todos os outros tipos de tecnologias de TV no mercado atualmente, que incluem CRT (tubo de raios catódicos), LED (diodo emissor de luz), LCD (tela de cristal líquido) ou QLED (ponto quântico).

A diferença está no material orgânico que as TVs OLED usam, que são mais caras de se produzir. É importante ressaltar que ele também tem menos vida útil, mas muitos argumentam que os benefícios do OLED superam a data de validade.

E os benefícios são muitos. As TVs OLED oferecem melhor qualidade de imagem (pense em pretos mais pretos e brancos mais brilhantes), tempos de resposta mais rápidos e menor consumo de energia. Os tempos de resposta super rápidos são uma boa notícia se você estiver em busca de uma nova TV para jogos. Embora o OLED seja mais comumente associado a displays de alta qualidade, outros usos incluem iluminação, painéis menores em aparelhos de som de automóveis ou câmeras digitais e sinalização.

Onde o OLED é usado?

Depois de saber o que é OLED, hora de saber onde são utilizados. O lugar mais comum em que você encontrará a tecnologia OLED são os painéis de exibição usados ​​para produzir televisores ou smartphones. Fabricantes de TV como LG, Sony e Panasonic vêm produzindo telas OLED desde o início de 2010, com desenvolvimentos significativos na fabricação ajudando a reduzir os custos na última década.

Telas OLED em smartphones são comuns desde o mesmo período, com a maioria dos novos smartphones de ponta, como o iPhone 12 e o Samsung Galaxy S21, usando a tecnologia. Telas OLED também estão presentes em smartwatches como o Apple Watch e o Samsung Galaxy Watch.

O que é oled
Telas de OLED em todos os lugares

Alguns laptops e monitores de computador também usam painéis OLED, embora esses ainda sejam muito raros devido ao custo e outros fatores. Como a pilha que forma um painel OLED é muito fina, o OLED foi usado para criar produtos inovadores como TVs enroláveis ​​da LG, smartphones dobráveis da Samsung, telas totalmente transparentes e janelas de metrô que podem exibir informações de rota.

Quais são os benefícios do OLED para as TVs?

Os displays OLED têm muitos benefícios em relação aos tradicionais LCDs iluminados por LED, por isso é importante saber o que é OLED. Os painéis OLED são amplamente considerados por produzirem uma imagem superior quando comparados aos modelos LCD, graças a uma taxa de contraste teoricamente infinita.

Como a tecnologia OLED é auto-emissiva, cada pixel pode ser desligado individualmente para reprodução de preto “puro”. A taxa de contraste é uma medida da diferença entre o branco mais brilhante e o mais escuro que uma tela pode reproduzir e é amplamente considerada um dos fatores mais importantes ao discutir a qualidade da imagem. Você pode ouvir os revisores dizerem que a imagem “se destaca” em uma tela com uma taxa de contraste alta ou infinita.

Em um LCD, uma luz de fundo deve brilhar através da camada do transistor de filme fino (TFT) para produzir uma imagem. Quando “preto” é exibido, o painel deve bloquear o máximo de luz possível, o que geralmente resulta em cinzas escuros em vez de pretos verdadeiros.

O RTINGS.COM é um dos sites de análise de tecnologia mais conhecidos do mundo

Algumas TVs usam algoritmos baseados em zonas na tentativa de escurecer certas partes da tela para obter melhores níveis de preto. Embora isso funcione, pode ter o efeito de introduzir halos ou “fantasmas” em torno de áreas que são iluminadas, enquanto causa um esmagamento preto em áreas que não são iluminadas de forma adequada. Em modos projetados para jogos em que a latência é reduzida tanto quanto possível, esses algoritmos podem nem escurecer a tela.

Um painel OLED não precisa de recursos locais de escurecimento para produzir uma imagem marcante, já que um pixel no estado “desligado” pode ficar ao lado de outro que esteja operando com seu brilho máximo.

Outra razão pela qual os painéis OLED são populares e o porque de você ter que saber o que é OLED, especialmente entre os jogadores, é devido aos seus tempos de resposta de pixel muito baixos. Juntamente com a otimização de entrada de baixa latência de fabricantes de monitores como a LG, o OLED oferece excelentes displays para jogos. Esteja ciente de que nem todos os modelos suportam os recursos HDMI 2.1 necessários para obter o máximo dos consoles de próxima geração, como o Xbox Series X e o PlayStation 5 .

Atualmente, um dos melhores modelos com essa entrada e tecnologia é a Smart TV 55″ 4K, da Samsung, que, além de ser enorme, conta com a tecnologia de imagem de última geração da empresa, a Crystal UHD, que tornará sua experiência em uma TV para jogos excepcional.

Smart TV 55" 4K Samsung UN55TU8000GXZD, Crystal UHD, Borda Infinita, Alexa Built In, Visual Livre de Cabos, Modo Ambiente Foto, Controle Único
  • Tela: Resolução 3.840 x 2.160, 4K Ultra HD, Frequência da tela 60Hz, Bordas Infinitas, Clear Motion Rate 120,
  • Funcionalidade: Sistem Operacional Tizen, Processador Crystal 4K UHD, Assistente Bixby e Alexa Built In, Espelhamento do Smartphone para TV, Comando de Voz, HDR 10+, HLG, HDR Premium, PQI 2.100, Micro Dimming
  • Áudio: Dolby Digital Plus, Tipo de Alto-Falantes 2.0 canais, Multiroom Link, Modo Ambiente, Modo Game,
  • Conexões: 3 HDM, 2 USB, 1 Entrada composto (AV), 1 Ethernet (LAN) , 1 Saída de Áudio Digital Óptica , 1 Entrada de RF
  • Inclui Controle Remoto Único da Crystal UHD

Finalmente, uma pequena pilha de OLED significa que os painéis OLED são incrivelmente finos, com engastes muito menores do que aqueles vistos na maioria dos modelos de LCD. Isso dá às TVs que usam painéis OLED uma aparência moderna e marcante.

Como o OLED beneficia os dispositivos móveis?

Os fabricantes de smartphones e smartwatches estão cada vez mais adotando painéis OLED para dispositivos móveis, e o consumo de energia tem muito a ver com isso.

Normalmente, um display OLED usará menos energia do que um modelo LCD comparável devido à natureza auto-emissiva da tecnologia subjacente. Quando um display OLED é instruído a exibir preto puro, os pixels são desligados. Nesse estado “desligado”, esses pixels não consomem energia.

O que é oled? Tudo o que você precisa saber em 7 tópicos | d40b2f6a smartphones com oled | apple, display, lg, oled, samsung, tecnologia | o que é oled dicas/guias
Telas de OLED nos smartphones

Se você tiver um smartphone ou outro dispositivo móvel que use uma tela OLED, usar um tema escuro ou imagem de fundo irá descarregar a bateria mais lentamente do que usar um tema claro ou imagem de fundo colorida. Quanto mais pixels estiverem no estado “ligado”, mais energia a tela consome.

Sendo assim, acompanhar as novas tecnologias é muito importante, por isso recomendamos o Novo Apple Watch SE, que vem com sensores avançados que registram todos os seus objetivos de boa forma e exercícios, além de você receber ligações e mensagens e ouve música direto do seu pulso. Compre e aproveite esse ótimo custo-benefício da Apple.

Novo Apple Watch SE - GPS, 40 mm - Caixa de Alumínio Cinza Espacial com Pulseira Esportiva Preta
  • O Apple Watch SE tem o mesmo tamanho de tela Retina do Series 6 para mostrar mais informações
  • Ele também vem com sensores avançados que registram todos os seus objetivos de boa forma e exercícios, além de recursos poderosos para manter você saudável e em segurança
  • O app Sono permite criar uma rotina para dormir e monitorar seu sono

Os painéis OLED usados ​​em dispositivos móveis ocupam menos espaço, o que significa que os fabricantes podem fazer dispositivos mais finos ou usar melhor o espaço dentro do chassi para outras coisas. Você obterá as mesmas melhorias na taxa de contraste e na qualidade geral da imagem em um dispositivo móvel que obteria em uma TV padrão.

Infelizmente, os painéis OLED ainda são mais caros do que seus correspondentes LCDs mais baratos, portanto, os painéis auto-emissivos geralmente são encontrados apenas em dispositivos de última geração.

Existem desvantagens no OLED?

Nenhuma tecnologia é perfeita e o OLED não é exceção. A maior preocupação em torno dos painéis OLED é a retenção permanente da imagem, também conhecida como “burn-in”. Isso ocorre quando a mesma imagem estática é exibida na tela por um longo período.

O burn-in é cumulativo, o que significa que assistir a mesma imagem por 100 horas seguidas tem o mesmo efeito que expor a tela à mesma imagem estática por uma hora por dia por mais de 100 dias. Nos painéis mais recentes, o burn-in só deve aparecer depois de centenas (talvez milhares) de horas de exibição da mesma imagem. Existem muitos testes do mundo real que mostram isso, como o teste de burn-in do RTINGS.

Como os materiais usados ​​para gerar luz são orgânicos e as substâncias orgânicas se degradam com o tempo, os painéis OLED ficarão mais escuros à medida que envelhecem. A LG Electronics atualmente avalia seus painéis por 100.000 horas, enquanto os painéis originais produzidos em 2013 ou antes eram avaliados por apenas 36.000 horas.

O fenômeno conhecido como “burn-in” refere-se ao desgaste desigual de pixels na tela. Por exemplo, quando uma barra vermelha é exibida na parte inferior da tela por um longo período, o composto orgânico associado a esse subpixel vermelho é desgastado em uma taxa diferente dos subpixels azuis ou verdes ao lado dele.

Existem estratégias projetadas para mitigar o risco de burn-in. A LG Display ajustou a estrutura de subpixel de suas telas ao longo dos anos para combater isso. Testes feitos por revisores sugerem que a maioria dos usuários tem baixo risco de encontrar retenção permanente de imagem por meio do uso normal e variado de seus televisores. Mas, dito isso, o risco está sempre presente.

Depois de saber o que é OLED, você vai querer ver também:

Existem também soluções de software, como algoritmos de escurecimento usados ​​pela maioria dos fabricantes de TVs OLED que reduzem o brilho em áreas onde uma imagem estática é exibida. Isso reduz o desgaste, uma vez que os compostos orgânicos se degradam mais lentamente. O deslocamento de pixel, onde a tela muda a imagem para espalhar a carga por uma área mais ampla, também é comum.

A outra principal desvantagem da tecnologia OLED é que os painéis atuais não podem atingir o mesmo brilho que um LCD iluminado por LED. Isso torna os televisores OLED mais adequados para ambientes mais escuros, onde detalhes sutis de sombra podem ser melhor apreciados. Para uma experiência de home cinema em uma sala com luz controlada, o OLED é imbatível.

Apesar de ter uma reprodução de preto superior a praticamente qualquer outra tecnologia atualmente no mercado, os OLEDs podem ter problemas saindo do preto. O salto de “desligado” para “ligado” pode resultar em artefatos feios e quase pretos, especialmente em conteúdo de baixa taxa de bits (fortemente compactado).

Finalmente, há o preço. Como os painéis OLED têm um processo de fabricação mais envolvente, eles custam mais do que os painéis LCD. Você pode descobrir que um LCD de 65 ″ comparativamente rico em recursos custará quase o mesmo que um modelo OLED de 55″, com OLEDs de ponta de fabricantes como Panasonic e Sony custando consideravelmente mais.

O OLED vale o custo?

Se você assistir TV em uma tela OLED e compará-lo com sua experiência com outro tipo de painel de TV, você notará que o resultado são pretos incrivelmente escuros em uma imagem, e quando você combina isso com os brancos brilhantes de um painel OLED, você fica com uma imagem fantasticamente vibrante em geral.

LG e Panasonic, os produtores mais consistentes de televisores OLED do mundo, gostam de usar o termo “contraste infinito” para descrever como os pixels de iluminação automática se apagam completamente ao reproduzir o preto, dando-lhe uma cor preta “absoluta” em vez de “relativo” preto que apenas descreve o quão escuro um pixel pode ficar em comparação com o pixel mais brilhante da tela.

Durante anos, houve um ponto de interrogação sobre a longevidade dos painéis OLED, enquanto as linhas de produção têm sido impossíveis de se tornar lucrativas devido às altas taxas de falhas.

Mas, à medida que empresas como a LG investem bilhões no desenvolvimento de OLED – com empresas como Philips e Sony entrando na briga – sua acessibilidade está melhorando, mesmo que ainda seja mais cara do que as tecnologias concorrentes. Os problemas atuais de produção da fábrica de TVs mais recente da LG também não ajudarão na queda de preços mais rápida.

As vantagens do OLED vão além da simples qualidade de imagem estática, porém, para a capacidade de resposta e suavidade da tela em si, o que significa que os jogadores e aficionados do cinema em casa vão adorar a TV OLED.

Os painéis OLED são capazes de uma taxa de atualização de até 0,001 ms, que, para referência, é cerca de 1.000 vezes mais rápida do que um painel LCD retroiluminado por LED padrão, ao mesmo tempo que é superior à agora descontinuada tecnologia de plasma.

E, como a fonte de iluminação que eles usam é muito pequena, a profundidade dos tamanhos da tela diminuiu na mesma proporção. Isso significa que as TVs OLED têm tons de preto incrivelmente profundos e brilhantes, brancos de pico, precisão de cor aprimorada, bem como movimento de resposta suave – tudo em um formato com apenas alguns milímetros de profundidade e muito mais leve do que as TVs padrão.

O que é uma TV QLED?

O “Q” em QLED significa ponto quântico. Esses pontos minúsculos formam uma camada na frente da luz de fundo e criam as cores que você vê na tela. A maioria das TVs são LCD e usam cristais líquidos (o LC no LCD). Os pontos quânticos são uma camada extra, assim como os cristais líquidos. A Samsung foi pioneira na tecnologia e a estreou em 2016. Agora você pode encontrar telas de pontos quânticos em todos os seus aparelhos de última geração.

Você pode identificar um Samsung QLED definido pelo nome do modelo; ele sempre começará com um “Q”. Algumas outras marcas pequenas também fazem QLEDs, mas a Samsung é a única dos quatro grandes fabricantes (LG, Panasonic, Samsung e Sony) a fazê-los. Diz-se que os pontos quânticos produzem cores mais vibrantes e imagens mais brilhantes.

O que é oled? Tudo o que você precisa saber em 7 tópicos | f5b62eb7 qled | apple, display, lg, oled, samsung, tecnologia | o que é oled dicas/guias
Uma tela de QLED

QLED vs LED

LED simplesmente se refere à luz de fundo e às lâmpadas nela. Eles ainda estão brilhando sobre uma camada de cristais líquidos, assim como fazem com uma TV LCD. LED e LCD são, quase o mesmo. O mesmo vale para QLED. Os LEDs na luz de fundo iluminam os cristais líquidos, mas há uma camada extra de pontos quânticos projetados para aumentar a cor e a vibração.

Essa camada extra deve tornar a tecnologia QLED a melhor escolha, mas não é uma certeza que uma TV QLED superará uma LED. No entanto, existem muito mais TVs de LED e LCD do que QLEDs – como as gamas menores da maioria das marcas usam essa tecnologia, há uma maior distribuição de pontuações em nossos testes. No entanto, QLED e Neo QLED são reservados para modelos mais sofisticados, o que significa que eles têm melhores recursos além do que é, no papel, um melhor tipo de tela.

Devo comprar uma TV QLED?

Não há nenhuma garantia que as TVs Qled sejam tão superiores as Oled convencionais. Preço, marca, tipo de tela: nada disso necessariamente faz uma melhor. Você também não deve necessariamente descartar os monitores LCD. Geralmente são mais baratos, mas alguns são tão bons ou melhores do que muitos conjuntos QLED. Se você deseja o melhor do melhor, deve considerar os OLEDs e também os QLEDs. Ignorar qualquer tipo de tela seria se limitar desnecessariamente.

Pesquise antes de saber se OLED é ideal para você

Se você valoriza a qualidade da imagem acima de tudo, você deve pelo menos considerar comprar uma televisão OLED. Existem muitas perguntas que você deve se perguntar ao comprar uma TV, incluindo:

  • Qual é o seu orçamento?
  • Quão iluminada é a sala em que você vai assistir TV?
  • Que tipo de conteúdo você estará assistindo?
  • São características de jogos como Dolby Vision importante para você?
  • Você usará uma barra de som ou receptor separado para áudio?

Existem muitos casos em que um OLED não faz sentido, como em uma sala bem iluminada que é usada para assistir canais de notícias o dia todo. Mas para o seu home theater ou sala de jogos, um OLED pode deixá-lo chocado com tamanha qualidade.

Depois de você saber o que é OLED e quiser comprar uma TV com essa tecnologia, experimente e compre a Smart TV 55″ 4K OLED AI ThinQ, da LG, que atenderá todos os requisitos de sua jogatina, além de conseguir controlar sua casa inteligente sem sair do sofá ou da cama.

FAQ Rápido

O OLED é melhor do que 4K?

Ao olhar para TVs 4K LED padrão versus TVs OLED 4K, ambas oferecem excelentes experiências de visualização e melhorias em relação a 1080p. TVs OLED também têm ângulos de visão superiores, com cores e contraste consistentes em alguns dos ângulos mais amplos.

Por que o OLED é melhor?

Um display OLED tem as seguintes vantagens sobre um display LCD: Melhor qualidade de imagem – melhor contraste, maior brilho, ângulo de visão mais amplo, uma gama de cores mais ampla e taxas de atualização muito mais rápidas. Menor consumo de energia. Design mais simples que permite telas ultrafinas, flexíveis, dobráveis e transparentes.

Qual é a vida útil das TVs OLED?

A LG disse que suas TVs OLED têm uma vida útil de 100.000 horas com metade do brilho, um número semelhante aos LCDs de LED.

O modo escuro economiza bateria no OLED?

Com 30% -50% de brilho, os pesquisadores da Purdue descobriram que mudar do modo claro para o modo escuro economiza apenas 3% -9% de energia em média para vários smartphones OLED diferentes. Esta porcentagem é tão pequena que a maioria dos usuários não notaria a duração da bateria um pouco mais longa.

Relacionado

Avatar of paulo fabris

Paulo Fabris é um jornalista, escritor, RPGista, gamer, cosplayer, nerd e fã de animes desde a época da TV Manchete.