Dicas

5 Jogos que marcaram a minha infância – Mega Drive

Visualizações

5 Jogos que marcaram a minha infância – Mega Drive

                Minha infância, por incrível que pareça não foi a muito tempo asuhusa, tenho só 22 e mesmo assim jogo desde que comecei a andar (e deve ter foto disso). Comecei sendo incentivado pela minha avó que também era uma fanática de games, cansei de ouvir as histórias de competição familiar entre ela e meu tio em um jogo chamado “Senhor das trevas” (attack of the time lord) do Odyssey. Mas quando eu nasci a geração já tinha mudado e eu comecei no bom e velho Mega Drive, diferente de muitas outras crianças que tinham o SNES, mas vamos falar dele ainda. Sem mais delongas vamos a lista!

Mickey – Castle of Illusion

Imagem relacionada

                Mickey – Castle of Illusion é um jogo que, para eu, deixa Super Mário no chinelo. O jogo é muito bonito, para a limitação gráfica conhecida do Mega Drive, mas a jogabilidade é extremamente incrível e desafiadora.

                 O jogo, desenvolvido pela SEGA, deu a origem a uma séria chamada “Illusion”, mas como eu não joguei os outros games da mesma, vou focar só no Castle of Illusion (na época eu nem sabia falar o meu nome inteiro direito, sente o drama)

                O game conta uma história simples de uma receita que vocês conhecem bem. Minnie é raptada pela vilã malvada, a bruxa Mizrabel, mas ela tinha um objetivo. Roubar a juventude e a popularidade da pobre ratinha.

                Mickey todo heroico como é resolve ir salvar sua amada, e um sábio velhinho diz que ele deverá adquirir poder para derrotar a bruxa, coletando as sete Pedras do Arco-Iris para isso. O nosso bravo ratinho entra no castelo e cada porta tem uma infinidade de inimigos e desafios, no final de cada porta encontra-se a Pedra do Arco-Iris.

                Como eu havia dito, o jogo é bem difícil, algo que era marcante da época. O nível fácil era quase um tutorial, não se passava por todas as portas. Já os níveis médios e difícil eram realmente desafiadores, os inimigos eram muito mais resistentes e dariam muito mais dano no nosso personagem principal.

                Recomendo a todos a jogar o game, mesmo que em um emulador, ele é absurdamente gostoso de jogar, a dificuldade não estressa, mas é sim desafiadora e incentiva a jogar cada vez mais, um trabalhão da SEGA![/vc_column_text][vc_column_text css_animation=”fadeInDown”]

Mystical Fighter – The Legend of Kabuki

Resultado de imagem para Mystical Fighter - The Legend of Kabuki mega drive

                Mystical Fighter – The Legend of Kabuki é uma viagem maluca de porradaria para o Japão antigo para libertar a terra de uma terrível força que dominou uma magia negra muito poderosa.

                Esse jogo foi a minha introdução aos games “Beat ‘em up” que posteriormente viriam a ser meu tipo de game preferido por muito tempo durante a infância, veremos mais deles por aqui ainda. Mas voltando ao jogo.

                Você é um soldado kabuki treinado na lendária arte do engano místico. Como todos os outros falharam, somente você pode libertar a Terra de seu domínio do terror. Para realizar sua tarefa, você precisará encontrar todos os tipos de itens diferentes que aumentarão seus poderes existentes. Estão incluídas formas raras de sushi e pergaminhos especiais dos antigos magos.

                Você também é um mestre das artes marciais e isso significa que você possui uma infinidade de diferentes movimentos e armas que podem ser usados ​​em meros inimigos mortais.

                A jogabilidade do game é bem mais complexa que Castle of Illusion, mas o game exige essa complexidade, os inimigos são progressivamente mais fortes, apesar de serem bem repetitivos, não são fáceis de se derrotar, a cultura japonesa tem um fator de aleatoriedade que deixa a tensão do game bem divertida se você jogar a esmo sem conhecer absolutamente nada (como eu na época)

                Esse eu já recomendo pra passar um perrenguezinho de leve, o jogo é fantástico ainda mais quando se joga co-op, da pra rodar o amiguinho e usar o corpo dele pra bater nos inimigos.

Streets of Rage

Resultado de imagem para Streets of Rage mega drive

                Streets of Rage é sem a menor dúvida um dos maiores nomes da plataforma, um jogo clássico de porradaria cooperativa que causava discórdia entre amigos e família porque era possível bater sem querer no seu amiguinho. E tirava muita hp se você não percebesse ou levasse um tapão pra parar (caso tenha feito de propósito)

                Um jogo onde o cenário é urbano, cheio de vandalismo onde nem a política nem a força policial conseguem se manter limpos em meio a corrupção, três agentes cansados de tudo, decidem chutar o pau da barraca e sentar o braço na bandidagem por conta própria. (Tema bem polemico hoje em dia).

                A jogabilidade é bem tranquila no começo, mas ela fica exponencialmente difícil devido a quantidade de inimigos na tela. Existe uma quantidade relativamente legal de armas para ser utilizadas para dar mais dano, como pedaços de cano, taco de basebol, garrafas quebradas, até bombas que faziam os inimigos ficarem parados. E se nada disso dava certo, ainda tinha o poder especial (que sempre era disparado sem querer quando não tinha mais nada na tela), em que o reforço era chamado e os caras ATIRAVAM COM UMA BAZUCA nos inimigos em toda a tela.

                O jogo é sensacional e recomendo todos a jogarem não só esse, como a trilogia completa!

Cool Spot

Resultado de imagem para Cool Spot mega drive

                Cool Spot é um jogo da mascote da bebida 7UP, mais um dos famosos jogos de plataforma que vão da esquerda para direita, com muitos puzles e inimigos pela tela. Mas esse tem um lugarzinho especial no meu coração. Cansei de assoprar essa fita pra jogar!

                O jogo já começa sensacional com você na praia descobrindo que tudo se mantem em proporção real! Todos os objetos e cenários são gigantes! Na verdade você que é minúsculo e tudo se torna um desafio a mais.

                O objetivo principal do jogo é liberar os outros Spots que estão aprisionados, e para isso você vai saltar entre brinquedos, entrar por labirinto de ratos, pular de cadeiras de praia gigantes, navios e tudo que você possa imaginar.

                O jogo basicamente não tem um enredo, só um objetivo. Não se sabem quem aprisionou os outros Spots lá. Mas isso não impede do jogo ser extremamente divertido e desafiador, chuto dizer que é mais que Castle of Illusion.

                A jogabilidade do jogo é bem básica, você pula e atira areia nos inimigos (que geralmente são insetos devido ao tamanho), o que torna Cool Spot desafiador são seus mapas labirínticos e confusos (Sim, mesmo sendo um game de plataforma) e também o tempo, você tem um tempo muito curto para passar de determinadas fases, podendo pegar item que dão mais tempo posteriormente. E também tem as fases bônus que são sensacionais, com o objetivo de formar a palavra UNCOLA (Eu tinha a versão americana, na europeia era VIRGIN, vai entender).

                Posteriormente também foram lançados mais 2 jogos do Spot, e recomendo fortemente jogarem esse e o “Spot goes to Hollywood” de Sega Saturn (Que ainda vamos falar)

Golden Axe

Resultado de imagem para Golden Axe mega drive

                Golden Axe sem dúvida é o top 1 dessa lista (mesmo não sendo uma lista ordenada), um jogo incrível com elementos que te prendem, te desafiam e as vezes te estressam tanto que você  tem que pausar o game pra ir tomar um refrigerante e comer um fandangos só pra relaxar e recompor as energias para continuar jogando.

                Esse sem dúvida é meu xodó da plataforma, conheci ele numa das fitas de 10 jogos que também conta com outros títulos sensacionais como Super Hang-On e Super Monaco GP.

                O jogo é sensacional, tem inimigos de monte na tela (as vezes de monte MESMO) eles não medem esforços pra arrancar seu hp e não medem esforços para te deixar estressado e quando conseguir matar, finalmente, comemorar bem alto!

                O jogo é, na minha opinião, o melhor Beat em’ up do Mega Drive. Os cenários são incríveis, a jogabilidade é muito boa, o modo co-op é incrível, o sistema de “poder especial ou magia” funciona muito bem, os bosses são muito fortes e contam com minions que atrapalham muito sua vida.

                O enredo do jogo é contado através de texto de forma bem implícita nele somos apresentados a região de Yuria onde Death Adder sequestrou o rei e a princesa, roubou o Golden Axe e prometeu destruir os três caso o povo de Yuria não o aceite como seu governante! (Olha a audácia) Então entram em cena três heróis: Ax Battler (Anão do machado porradeiro), Gillius Thunderhead (Filho do Connan Genérico com o He-Man) e Tyris Flame (Filha da Xena Genérica com a She-Ha). Cada um tem suas vantagens em combate, particularmente eu usava a Tyris porque ela oferecia as magias mais poderosas e isso era uma grande vantagem nos bosses.

                Recomendo fortemente jogarem todos os games da franquia clássica. O jogo é simplesmente sensacional e fica cada vez mais tenso a cada jogo lançado!

Die_C
O autorDie_C
Creator / Consultant
Apaixonado por games e tecnologia, convicto do que fala, porém sem certeza alguma e amante de piadas de qualquer tipo, mas quanto pior, melhor

Deixe uma resposta

Você besta offline