Dying Light revela manifesto The Next Level of Freedom no Nintendo Switch

The Next Level of Freedom é baseado nas regras “liberdade - parkour - combate”. Leia, aprenda e sobrevida

A Techland apresenta os quatro princípios mais importantes que devem ser seguidos para sobreviver em um mundo devastado. Dying Light revela manifesto The Next Level of Freedom é baseado nas regras “liberdade – parkour – combate”, a Techland convida os jogadores a se juntarem ao movimento The Next Level of Freedom para se apossar das ruas das cidades com Dying Light.

Agnesa Belegu, líder de design de Dying Light, diz: “Nós vínhamos imaginando Dying Light no Nintendo Switch há muito tempo. Entrar no fluxo do parkour e explorar nosso mundo mortal nunca foi tão emocionante. A flexibilidade do Switch te ajuda na imersão, faz com que você se sinta fisicamente envolvido, com os movimentos e combates viscerais aprimorados pela dinâmica do feedback tátil e controle de movimento.”

Um manifesto no formato de uma curta animação está disponível aqui. Veja os principais princípios:

#1 O mundo é aberto

#2 O combate é criativo

-- Publicidade --

#3 Recuar é corajoso

#4 Movimentação é ilimitada

O lançamento de Dying Light Platinum Edition para Nintendo Switch vai enfatizar a liberdade e a acessibilidade de se jogar um título AAA em qualquer lugar. Junte-se aos outros sobreviventes no Discord, Facebook, Twitter, Instagram, e YouTube.

Dying Light revela manifesto. Leia com Atenção

Jogo de ação e sobrevivência em primeira pessoa ambientado em um mundo aberto pós-apocalíptico invadido por zumbis famintos por carne. Percorra uma cidade devastada por uma misteriosa epidemia de vírus. Procure suprimentos, crie armas e enfrente hordas de infectados. Dying Light foi publicado em 2015 e já foi jogado por mais de vinte milhões de pessoas em todo o mundo.

Dos criadores de títulos de sucesso Dead Island e Call of Juarez. Vencedor de mais de 50 prêmios e indicações da indústria. O jogo cuja abordagem inflexível de jogabilidade estabelece novos padrões para jogos de zumbis em primeira pessoa. Ainda com suporte a novos conteúdos e eventos comunitários gratuitos anos após o lançamento.

-- Publicidade --
Dying light revela manifesto
Mundo é aberto. Portanto corra!

Sobre Techland

Fundada em 1991 na Polônia, a Techland é uma renomada desenvolvedora e distribuidora de jogos independentes para todas as principais plataformas, incluindo PC, Sony PlayStation e a família de dispositivos Xbox. Techland é mais conhecida pelos jogos Dead Island originais, a série Call of Juarez e a franquia Dying Light, um fenômeno global jogado por mais de 20 milhões de jogadores até o momento.

O estúdio conta com equipes experientes que conseguem trabalhar em dois títulos AAA ao mesmo tempo. Composta por mais de 400 profissionais em três escritórios na Polônia, a empresa está empenhada em oferecer experiências inesquecíveis e em usar a tecnologia mais avançada para oferecer entretenimento inovador, que inclui a proprietária C-Engine. Para obter mais informações sobre a empresa, visite o site oficial.

Aproveite e leia mais notícias no nosso site e deixe nos comentários o que você achou do trailer do jogo.

Avatar of paulo fabris

Paulo Fabris é um jornalista, escritor, RPGista, gamer, cosplayer, nerd e fã de animes desde a época da TV Manchete.