NotíciasTecnologia

Microsoft fechará todas as lojas físicas

Visualizações

A Microsoft anunciou que fechará suas lojas físicas e sofrerá um impacto de US$ 450 milhões no trimestre atual gerado por depreciação de ativos. A gigante da tecnologia disse que continuará atendendo os clientes online.

Microsoft anunciou em seus canais oficiaism que fechará suas lojas físicas

A princípio não foi informado datas definitivas de quando as atividades das lojas serão encerradas, mas assegurou que as equipes dessa área serão absorvidos pela capacidade de venda online; oferecendo suporte, ofertas e tutoriais em vídeo. A decisão vem devido à paralisação inicial do varejo físico, realizada pela empresa em março deste ano, devido à pandemia da COVID-19.

Nossas vendas cresceram online conforme nosso portfólio evoluiu para ofertas digitais mais amplas, e nosso talentoso time se mostrou bem-sucedido em atender aos consumidores além de qualquer localidade física. Somos gratos pelos nossos clientes da Microsoft Store e esperamos continuar servindo-os online e com nossas equipes de venda do varejo dentro das estruturas corporativas da Microsoft.

Disse David Porter, vice-presidente corporativo da Microsoft.

Desde a paralisação das atividades de venda física devido à pandemia, funcionários das lojas físicas foram migrados para os ambientes online, passando por treinamentos de televendas, tutoriais em vídeo e outros treinamentos, assumindo uma posição voltada ao suporte.

Veja também: Fnatic e Gucci criam novo relógio de edição limitada

Tornando permanente as lojas que fecharam em março. De acordo com a Microsoft, já foram realizados mais de 14 mil workshops e mais de 3 mil graduações virtuais; para dar novas oportunidades a seus funcionários.

Nós deliberadamente construímos times com históricos singulares e habilidades únicas, para que pudessem servir aos clientes de qualquer lugar. A evolução de nossa força de trabalho assegurou que continuássemos a atender a consumidores de todos os tipos quando eles mais precisaram de nós; trabalhando remotamente nestes últimos meses. Falando em mais de 120 idiomas, essa diversidade reflete nas muitas comunidades que nós servimos. Nosso compromisso com o crescimento e desenvolvimento de carreiras desses profissionais talentosos segue mais forte do que nunca”

Disse David Porter

A empresa também disse que vai repensar outros espaços que atendem a todos os clientes; incluindo a operação dos Microsoft Experience Centers em Londres, Nova York, Sydney e Redmond.

Esta é uma decisão estratégica difícil, mas inteligente, para a (o presidente-executivo) Nadella tomar neste momento. As lojas físicas geraram uma receita de varejo insignificante para a Microsoft e; finalmente, tudo estava se movendo cada vez mais para os canais digitais nos últimos anos.

Disse o analista da Wedbush, Dan Ives, em nota.

Assim como a empresa justificou a decisão dizendo que a experiência de compra online acabou adquirindo um tamanho mais robusto; melhor atendendo ao consumidor do que o ambiente físico

Taina Quini
O autorTaina Quini
Redatora / Designer
Designer e Redatora Web, com muitas horas perdidas em Dofus, esquecida no universo tentando resolver os puzzles da vida.