Pai cria controle adaptativo para filha jogar Zelda

Ava é uma garota americana que sofre com mobilidade reduzida devido a “problemas com o neurônio motor fino” (via Channel 103); E tem também, um pai incrível.

Porém, o pai de Ava, Rory Steel, chefe do Jersey Digital Academy viu a vontade que sua filha tinha de jogar Zelda e resolveu criar um controle adaptativo para Nintendo Switch para que ela pudesse jogar o game.

Depoimentos de Rory Steel

“Compramos um Nintendo Switch para minha filha no Natal, e ela tem problemas finos de neurônios motores – por isso é ótimo porque ela só precisa mover o controle para cima e para baixo – mas quando ela começou a me ver jogar Zelda: Breath of the Wild, ela queria experimentar, mas os controles eram muito complicados “.

Rory baseou sua criação no Xbox Adaptive Controller da Microsoft e fez algo que funcionou para Ava usando peças compradas da B&Q e eBay.

“Felizmente, a Microsoft possui um dispositivo que permite que crianças com problemas de destreza possam usar controladores personalizados com botões e controles de bugs, para que possam participar do que de outra forma não seriam capazes”.

Montagem do controle gravada pelo pai

Então, Rory colocou toda a montagem do controle no seu Twitter pessoal; o que fez o mesmo viralizar e fazer com que essa notícia corresse o mundo todo.

E por fim, Ava conseguiu jogar o tão aclamado Zelda:

O projeto do pai chegou a Phil Spencer, chefe de divisão da Xbox, que elogiou o projeto. Steel entretanto, foi procurado pela Logitech e pela Microsoft; afim de ajudá-lo a fazer uma segunda versão do controle com maior tecnologia para ser usado por outras pessoas com mobilidade reduzida.

Pai filha controle xbox
Pai cria controle adaptativo para filha jogar zelda | microsoft, nintendo switch, zelda | pai

Enfim, Rory aceitou a proposta, dizendo em entrevista para a Channel 103 que:

“Por enquanto vou aceitar as ofertas deles para criar um pouco de tecnologia de classe superior, o projeto sempre deveria ser algo que qualquer pessoa em todo o mundo pudesse usar.

O que eu ainda quero fazer é uma versão de baixa tecnologia, para que as pessoas em casa possam experimentar – mas agora há pressão sobre mim com essas empresas para tentar fazer com que pareça um pouco melhor – e quem sabe aonde isso vai levar “.

Avatar of lucas votto

Estudante de Jogos Digitais e aspirante a programador. Viciado por jogos de LEGO e estratégia.

Este site utiliza cookies, conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.
Este site utiliza cookies, conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.