Pesquisar
Close this search box.

Team17 desiste dos NFTs e enterra de vez sua minhoca colorida

Team17 desiste dos NFTs após pressão dos parceiros e jogadores

Parece que o mundo dos NFTs e dos games realmente não estão se entendendo. Junto com outras empresas, a Team17 desiste dos NFTs de Worms e dá adeus de vez a sua minhoca multicolorida que estampava o seu site, o MetaWorms. A Team17 disse que os NFTs generativos estariam “dando aos fãs a chance de possuir uma peça única de recordação de videogame”.

Pouco mais de 24 horas depois, o Team17 agora diz que “está hoje anunciando o fim do projeto MetaWorms NFT. Ouvimos nossos Teamsters, parceiros de desenvolvimento e comunidades de nossos jogos e as preocupações que eles expressaram e, portanto, tomamos a decisão de se afastar do espaço NFT.”

Team17 desiste dos nfts
“O primeiro de muitos”

Team17 desiste dos NFTs por pressão de parceiros

Como as coisas mudaram tanto, tão rapidamente? Como vimos na resposta ao anúncio de NFTs para o STALKER 2, itens Ghost Recon da Ubisoft e até mesmo um projeto NFT para dublagem encabeçado pelo voice actor Troy Baker (o Joel de The Last of Us), a reação da comunidade de jogos foi rápida e barulhenta. Talvez o mais importante, não parou com tweets de contas anônimas do Twitter ou postagens nos fóruns da editora – pelo menos três desenvolvedores por trás de jogos proeminentes publicados pelo Team17 se manifestaram contra os planos.

O desenvolvedor de Overcooked 2, Ghost Town Games, prometeu aos fãs que nenhum de seus futuros jogos se envolverá com NFTs, dizendo que eles carregam muito custo ambiental e social.

A Playtonic Games publicou Yooka-Laylee and Yooka-Laylee and the Impossible Lair através da Team17 e disse em um comunicado que “não temos interesse em utilizar NFTs em qualquer aspecto de nossos negócios agora ou no futuro. Nem endossamos o uso de NFTs no mundo todo.”

A desenvolvedora de Going Under, Aggro Crab Games, twittou uma declaração dizendo: “Nós da Aggro Crab condenamos a decisão do Team17 de produzir e se envolver com NFTs. Acreditamos que os NFTs não podem ser ambientalmente amigáveis ​​ou úteis, e realmente são apenas uma porcaria geral.”

Depois que 2021 viu um boom sem precedentes em projetos baseados em tokens não fungíveis (NFTs), muitas comunidades de fãs estão se opondo a empresas que lançam os itens que supostamente representam colecionáveis digitais. Contudo, o potencial custo ambiental (alto uso de energia eletrica para a geração dos certificados de propriedade) além da propensão natural dos gamers de não gostarem de comprar nada relacionado a jogos cujo o valor já foi pago integralmente na aquisição do game (as microtransações) afastam qualquer potencial comprador de NFTs relacionados a videogames desses projetos.

Outra coisa que pode ter ajudado a bombardear o projeto de NFTs da Team17 foi o fato de que, mesmo seus funcionários e colaboradores, não estavam totalmente cientes de que isso estava acontecendo. O anúncio original do MetaWorms afirmava que os NFTs não seriam inclusos nos jogos e sim estava sendo feita uma parceria com uma empresa tercerizada que produziria os tokens não fungíveis.

[amazon bestseller=”worms playstation” tracking_id=”mg-paulo-20″ grid=”3″ items=”3″]

Além disso, a desenvolvedora também prometia que os NFTs de Worms seriam ecofriendly e que, parte de seus lucros, seriam reinvestidos em ações de causas ambientais e sustentabilidade como o “Refeed Farms” (uma espécie de fazenda de minhocas que processam resíduos de alimentos).

Agora, com essa nova lápide no mundo dos NFTs de games, resta saber como as outras desenvolvedoras que ainda querem entrar nesse mercado vão reagir. Por outro lado, jogos NFTs estão indo relativamente bem e fazendo sucesso, afinal, são jogos criados especificamente para esse fim e atendem um público diferente dos jogadores de games tracionacis.

Será que esses dois universos deveriam permanecer separados? Será que os NFTs deveriam ficar somente nos jogos NFT? Fale conosco nos comentários e diga o que acha do assunto e aproveite para ler mais notícias no nosso site.

Saiba se vale a pena jogar Fabledom
Quer dar vida aos seus modelos 3D com texturas impressionantes? Continue lendo para aprender tudo sobre o processo de mapeamento UV do Blender!
Saiba mais sobre a espetacular memória RAM DELTA TUF RGB DDR5
Quer saber se vale a pena jogar a última obra de Akira Toryama? Então veja nossa analise de Sand Land
Conheça o robusto HD portátil SSD T-FORCE M200
Aprenda como enviar comandos aos personagens do seu jogo com o Signals no Godot