China Declara Transações em Bitcoins como ilegais

A China declara que todas as transações de criptomoeda são ilegais e o preço do Bitcoin despenca. É a repressão mais severa da China contra a criptografia até o momento

A partir de hoje (24) todas as transações em Bitcoins são ilegais na China e a mineração fica proibida em todo o país. Isso foi o que o Banco Popular da China, o equivalente ao Banco Central no Brasil, declarou como uma forma de cumprir as metas de carbono do país, já que a mineração das criptomoedas é responsável por uma parte muito grande do consumo de energia, algo que tem afetado muito o país.

As transações relacionadas à criptografia serão consideradas atividades financeiras ilícitas, incluindo serviços prestados por bolsas off-shore, disse o Banco Popular da China em seu site. Essas criptomoedas proibidas incluem o Bitcoin e Tether, que não são moeda fiduciária e não podem ser circuladas no país. Tal anúncio, claro, afetou o preço da moeda.

O Bitcoin despencou após o anúncio, caindo 8%, para cerca de US $ 41.000 a partir das 9h em Nova York. As autoridades chinesas estão indo mais longe para eliminar o comércio de criptografia por suas ligações com fraude, lavagem de dinheiro e uso excessivo de energia. A China já tem regras que proíbem os bancos de oferecer serviços relacionados à criptografia. Para contornar essas regras, os comerciantes mudaram-se para plataformas de balcão e bolsas offshore.

Transações em bitcoins
Queda no preço do bitcoin hoje (24)

“A proibição da China de todas as atividades de negociação de criptomoedas terá algum impacto de curto prazo na valorização da moeda, mas as implicações de longo prazo provavelmente serão silenciadas”, disse Ganesh Viswanath Natraj, professor-assistente de finanças da Warwick Business School. Embora provavelmente ainda existam especuladores chineses em terra, a atividade já se deslocou para fora do país ao longo dos anos, disse Clara Medalie, líder de pesquisa do provedor de dados Kaiko.

China Barra Transações em Bitcoins para Conter Gasto de Energia

Entre os motivos da mudança anunciada pelo PBOC está o alto consumo de energia que é utilizado na mineração de criptomoedas. O consumo massivo de energia da mineração de criptografia também é parte do motivo pelo qual o setor está sendo examinado. Em um comunicado separado, a agência de planejamento econômico da China disse que é uma tarefa urgente erradicar a mineração de criptografia e que a repressão é importante para cumprir as metas de carbono.

-- Publicidade --

A China está enfrentando uma grave crise de energia que já afetou commodities, do alumínio ao aço, e várias indústrias viram seu fornecimento de energia ser reduzido nas últimas semanas. O país abriga uma grande concentração de criptomineradores do mundo e, até abril, tinha uma participação de 46% na taxa de mineração global, uma medida da capacidade de computação usada na mineração e no processamento, de acordo com o Cambridge Bitcoin Electricity Consumption Index.

China declara transações em bitcoins como ilegais | 505a005c china | married games notícias | bitcoin, china, criptomoeda, criptomoedas, economia, finanças | transações em bitcoins
Tentativa de conter as emissões de carbono é a versão oficial

“Os reguladores chineses sempre foram radicais em seus pontos de vista e esses comentários não são novos”, disse Vijay Ayyar, chefe da Ásia-Pacífico com a bolsa de criptomoedas Luno em Cingapura.

“O interessante é também porque eles continuam fazendo essas declarações. Provavelmente porque eles sentem que a atividade continua inabalável na China e, portanto, tendo que ser mais radical em suas ações.”, acrescentou.

Agora, fica a dúvida sobre o que acontecerá com as fazendas de mineração que ficarão com um excesso de hardware em mãos sem poder utilizar. Recentemente, como parte dos esforços para conter os altos preços dos hardwares, como placas de vídeo e SSD, empresas vem diminuindo o tempo de garantia das peças. Essas medidas estão obrigando os mineradores a venderem suas peças usadas a preços reduzidos.

Agora, deixe nos comentários o que você achou da decisão? Investe em bitcoins? Sentiu o baque da queda? Fale conosco e aproveite também para ler mais notícias no nosso site.

-- Publicidade --

Fonte: WSJ

Avatar of paulo fabris

Paulo Fabris é um jornalista, escritor, RPGista, gamer, cosplayer, nerd e fã de animes desde a época da TV Manchete.