Twitch divulga medidas para lidar com má conduta grave

Empresa terceirizada será contratada para ajudar

A Twitch está acompanhando o desenvolvimento e atualização de novos planos para sua Política de Conduta de Ódio e Assédio e sobre como resolverá a má conduta grave que ocorre fora da plataforma, mas que ainda tem um impacto no ecossistema da plataforma de streaming.

Isso significa que a Twitch está expandindo sua política atual de fiscalização fora do serviço, com o objetivo de responder por mais do que apenas casos graves de conduta odiosa ou assédio dirigido a membros da comunidade nas mídias sociais, outros serviços online ou offline.

Twitch twitch ban
A twitch atualiza sua política de conduta de ódio e assédio

O que as mudanças implicam

Com essas mudanças, a Twitch também está trazendo um parceiro terceirizado para investigar os casos, dando suporte à equipe interna da plataforma. O nome do parceiro não foi divulgado, mas a plataforma disse que é “um escritório de advocacia de investigações experiente que se dedica a conduzir investigações independentes no local de trabalho e no campus”, especificamente experiente em casos relacionados a discriminação sexual ou agressão.

A política atualizada divide as diretrizes de aplicação fora de serviço em duas categorias, com abordagens variadas sendo adotadas para garantir que a punição adequada seja aplicada.

“Embora esta política seja nova, temos tomado medidas historicamente contra a conduta indevida séria e clara que ocorreu fora do serviço, mas até agora, não tínhamos uma abordagem tão escalonada”, disse a Twitch. “Essas investigações são muito mais complexas e podem levar tempo e recursos significativos para serem resolvidas.”

Categoria dos casos

Para casos de categoria um em que alguém é assediado na Twitch, bem como fora dela, a plataforma levará em consideração comportamentos ou declarações verificáveis ​​fora do serviço que se relacionam a um incidente que ocorreu no serviço de streaming. O Twitter, por exemplo, pode ser usado como prova. Isso é semelhante à como a plataforma atualmente conduz investigações fora do serviço e permanecerá relativamente o mesmo.

A categoria dois é onde as verdadeiras mudanças entram. A empresa agora irá monitorar ativamente as ofensas sérias que representam um risco de segurança substancial para a sua comunidade, mesmo se as ações ocorrerem inteiramente fora da plataforma.

Aqui está a lista de exemplos dada no anúncio, embora a Twitch disse que “não inclui todos os tipos de assédio e abuso” e também tomará medidas contra outras ações confiáveis.

  • Violência mortal e extremismo violento.
  • Atividades terroristas ou recrutamento.
  • Ameaças explícitas e / ou confiáveis ​​de violência em massa (ou seja, ameaças contra um grupo de pessoas, evento ou local onde as pessoas se reunissem).
  • Liderança ou participação em um grupo de ódio conhecido.
  • Praticar ou atuar como cúmplice de atividades sexuais não consensuais e / ou agressão sexual.
  • Exploração sexual de crianças, como aliciamento infantil e solicitação / distribuição de materiais sexuais para menores.
  • Ações que comprometeriam direta e explicitamente a segurança física da comunidade Twitch, como ameaças de violência em um evento Twitch.
  • Ameaças explícitas e / ou confiáveis ​​contra o Twitch, incluindo a equipe do Twitch.

Canal de denúncias da Twitch

A Twitch também está lançando um endereço de e-mail dedicado, [email protected] , onde qualquer um pode relatar má conduta gritante fora do serviço de dentro da comunidade. Todos os e-mails enviados para esse endereço serão tratados como confidenciais e serão compartilhados apenas com um grupo limitado dentro da plataforma e seu parceiro investigativo terceirizado.

Mas a empresa também disse que só tomará medidas nos casos em que forem fornecidas evidências, que “podem incluir links, capturas de tela, vídeo de comportamento fora da Twitch, entrevistas, registros policiais ou interações, que tenham sido verificados por nossa equipe de resposta à aplicação da lei ou os investigadores terceirizados.”

“Temos acesso aos dados relevantes sobre a atividade que ocorre no serviço, o que nos permite investigar relatórios e aplicar nossas políticas”, disse a empresa. “Para comportamentos que ocorrem fora da Twitch, devemos confiar mais fortemente na aplicação da lei e outros serviços para compartilhar evidências relevantes antes de seguirmos em frente.”

A plataforma e seus parceiros decidirão como lidar com cada caso e não podem informar as partes acusadas até que tenha assegurado que as evidências apresentadas são confiáveis. Nenhuma ação será tomada contra a conta de um usuário acusado até que a investigação seja concluída e somente se as evidências de irregularidades forem confirmadas.

As atualizações serão compartilhadas com as partes envolvidas caso a caso e nada será publicado publicamente. Assim, a plataforma quer estar à frente de todas as suas mudanças à medida que trabalha para “ser um ambiente tão seguro, inclusivo, diverso e positivo quanto, juntos, podemos torná-lo”.

Você pode ler mais sobre as mudanças específicas nas políticas da plataforma e algumas perguntas frequentes no blog oficial da Twitch.

Avatar of denner perazzo

Jornalista, 26 anos. Apaixonado pelo que faço e sobre o que escrevo.

Este site utiliza cookies, conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.
Este site utiliza cookies, conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.