HardwareNotíciasTecnologiaXbox

Xbox Series X: Todas as suas especificações

Visualizações
Married Games

Enfim depois de muito tempo de especulações, finalmente podemos saber como será o novo Xbox Series X por dentro. O pessoal da Eurogamer visitou a sede da Microsoft em Redmond no começo desse mês e puderam fazer testes com o console novo, portanto, puderam ver os componentes. Enfim, tudo será comentado aqui nesse post; Enfim, para visitar o post original da Eurogamer, clique aqui.

Confira também: 10 jogos mais esperados de 2020!

Quão poderoso é o Xbox Series X?

A princípio, tudo é sustentado pelo SoC – System on chip do console. Então, o processador, fabricado com 7nm da TSMC tem diversas melhorias em sua tecnologia, sendo versões personalizada de um Zen 2 da AMD juntamente a uma GPU com 12.155 teraflops.

Então, como já era esperado para o mercado atual, o console terá uma CPU com 8 cores e 16 threads. É prometido pela empresa uma melhora de até 4x em cada Core em relação ao Xbox One X.

SoC Xbox Series X

No entanto, os testes feitos pelo site demonstram que com o Hyper-threading ou SMT ativos podem render até 30% a mais de performance para o console, que rodaria em 3.8GHz em cada core. “Da perspectiva de um criador de jogos, esperamos que muitos usem os 8 cores porque os seus jogos atuais estão a correr com a distribuição definida para 7 cores e 7 threads de trabalho,” explica Andrew Goossen, arquiteto de sistemas na Xbox. “E para expandirem, para irem para 14 threads de hardware, significa que têm um sistema que faz isso, mas assim, terias cargas que se dividem de forma mais eficaz por eles. E assim sendo, estamos a descobrir que a maioria dos estúdios, em conversas sobre as suas escolhas para o lançamento, a vasta maioria optará por desativar a SMT e a velocidade superior.”

Comparação de especificações

Xbox Series XXbox One XXbox One S
CPU 8x Zen 2 Cores a 3.8GHz (3.6GHz com SMT) 8x Jaguar Cores personalizados a 2.13GHz 8x Jaguar Cores personalizados a 1.75GHz
GPU 12 TFLOPs, 52 unidades computacionais a 1.825GHz, RDNA 2 personalizada 6 TFLOPs, 40 unidades computacionais a 1.172GHz, GCN personalizada + Funcionalidades Polaris 1.4 TFLOPS, 12 unidades computacionais a 914MHz, GCN GPU personalizada
Tamanho do silício 360.45mm2 366.94mm2 227.1mm2
Processo TSMC 7nm Enhanced TSMC 16nmFF+ TSMC 16nmFF
Memória16GB GDDR6 12GB GDDR5 8GB DDR3, 32MB ESRAM
Largura de Banda 10GB a 560GB/s, 6GB a 336GB/s 326GB/s 68GB/s, ESRAM a 219GB/s
Armazenamento Interno 1TB NVMe SSD personalizado
1TB HDD

1TB HDD
Entrada/saída 2.4GB/s (Raw), 4.8GB/s (Comprimido) 120MB/s 120MB/s
Armazenamento expansível Entrada para 1TB N/AN/A
Drive óptico 4K UHD Blu-ray Drive 4K UHD Blu-ray Drive 4K UHD Blu-ray Drive
Alvo de performance 4K a 60fps – até 120fps 4K a 30fps – até 60fps 1080p a 30fps até 60fps
Armazenamento Externo
Suporte USB 3.2 HDD
Suporte USB 3.2 HDD Suporte USB 3.2 HDD

Conclusão

Enfim, pelo que pudemos perceber, o novo console da Microsoft será de fato muito poderoso e faz promessas ambiciosas. No entanto, ainda precisamos saber como a Sony reagirá e quando mostrará o poder do aguardado Playstation 5. Mas, sabemos que de outras gerações normalmente não há muita diferença, apenas uma ou outra vantagem para uma das duas marcas. Então, podemos aguardar basicamente a mesma coisa do novo console da Sony.

Para mim, dois pontos que me chamaram bastante atenção foram: Armazenamento expansível e o SSD NVMe, que, de fato, farão grande diferença na performance do console e também em como guardar seus jogos. Um grande problema da geração atual são jogos com média de 100gb de instalação em consoles com apenas 500gb de armazenamento sem expansão, fazendo no entanto, que o carregamento ficasse lento e também sem muitas opções de jogos para deixar baixado em simultâneo no console.

Outro ponto interessante, será a capacidade de rodar jogos em 4K a 120 fps, que será de fato muito bom para o mercado competitivo de jogos; Pois os jogadores poderão jogar seus games em 120hz de maneira competitiva com uma das melhores qualidade de vídeo do mercado atual; Isso só era possível para os jogadores do PC na atual geração, devido no entanto a limitação do hardware atual dos consoles.Mas, de qualquer forma, o preço pago para conseguir alcançar tal performance no PC também não era muito acessível. Portanto, a Microsoft tem uma proposta um tanto quanto ambiciosa ao tentar trazer essa potência de hardware juntamente ao preço custo-benefício que sempre oferece.

Lucas Votto
O autorLucas Votto
Redator
Estudante de Jogos Digitais e aspirante a programador. Viciado por jogos de LEGO e estratégia.

Deixe uma resposta


Receba uma vez por semana um resumão de noticias das mais populales.