Detroit Become Human: Como se dar Bem entre Humanos e Androides

O game da Quantic Dreams uma experiência narrativa como não vemos a muito tempo nos games. Veja algumas dicas de Detroit Become Human para se dar bem nesse mundo

-- Publicidade --
S dicas de detroit become human

Detroit Become Human é um jogo diferente de tudo o que vimos nos últimos anos. Focado muito mais na experiência narrativa, desenvolvimento de personagens, decisões impactantes ao longo da trama e diversos finais e caminhos a serem vistos e revistos ao longo do game, o jogo é quase como um grande filme interativo onde você participa, se envolve e acompanha a emocionante jornada de Connor, Kara e Markus.

O jogo alterna entre pontos de ação com quicktime events e longas cenas de conversas entre os personagens pontuadas por momentos de escolhas e decisões que afetaram a nossa jornada ao longo do game e exploração de ricos cenários que podem revelar pistas e curiosidades que nos ajudam com os personagens, desbloqueando novas opções de diálogos e perguntas. Diga algo ou pergunte algo e veja o NPC ficando bravo, ou feliz, com você e isso terá consequências lá na frente.

Androides ou Pessoas? Você decide com essas dicas de Detroit Become Human

Jogar Detroit Become Human não é exatamente como outros games que você está acostumado. Você não vai sair atirando em diversos inimigos que aparecerão na tela ou precisará evoluir níveis e escolher equipamentos. Você passará um pouco mais de tempo lendo, assistindo e observando as coisas pelo cenário, tomando decisões e lidando com as consequências disso enquanto constrói um futuro para os humanos e androides, seja ele harmonioso ou não.

Existem três personagens jogáveis em Detroit Become Human, cujas histórias você explorará uma de cada vez, mas com momentos em que você alternará entre eles no mesmo capítulo. Você não escolhe com quem jogar, mas ao invés disso joga com eles em sua jornada dependendo de qual capítulo você está.

Todos os três são androides, e você decidirá o que acontece com eles e com aqueles ao seu redor que são importantes para seu desenvolvimento. Eventualmente, os três coincidirão, mas quem eles são, o que eles fizeram e como suas decisões os afetaram decidirão e em que estado eles estão, bem como em que situação eles estão, ao se encontrarem dependem das suas escolhas até lá.

Você pode levá-los por vários caminhos com muitos resultados diferentes ao longo do jogo, e seus finais serão determinados por suas escolhas durante o jogo.

Connor

Detroit become human: como se dar bem entre humanos e androides | 85f752c2 connor | married games dicas, artigos | detroit become human, narrativo, pc, playstation 4, quantic dreams, singleplayer | dicas de detroit become human

Um androide fabricado para trabalhar em estreita colaboração com a força policial de Detroit, Connor está sempre focado na missão. Ele é parceiro do tenente Hank Anderson, com quem se prova ser difícil trabalhar em muitas ocasiões durante a sua história. O objetivo de Connor parece ser construir um bom relacionamento com o tenente Hank e resolver o caso dos divergentes, mas se isso vai acontecer, depende do seu jogo.

Indiscutivelmente o personagem mais complexo de jogar, a história de Connor fornece algumas das maiores consequências para suas ações ao longo do jogo.

Markus

Detroit become human: como se dar bem entre humanos e androides | 2071c5bd markus | married games dicas, artigos | detroit become human, narrativo, pc, playstation 4, quantic dreams, singleplayer | dicas de detroit become human

Propriedade de um pintor rico que precisa de assistência médica, Markus oferece companhia e ajuda a Carl, que o trata mais como um humano do que como um androide. Markus está constantemente sendo instruído a escolher quem (não o que) deseja ser, uma noção que muitas vezes o deixa confuso.

Tudo muda quando o filho de Carl, um rapaz com séries problemas de drogas, invade o estúdio do pai para roubar. Na confusão, Markus acaba perdendo tudo o que tinha e o androide ressurge do inferno (quase literalmente) e irá ser o responsável por guiar o seu povo, como um tipo de messias. Suas escolhas durante a história de Markus terão impacto sobre como o público americano vê os androides e, portanto, dita como os androides serão integrados à sociedade no futuro.

Kara

Detroit become human: como se dar bem entre humanos e androides | 967a6caf kara | married games dicas, artigos | detroit become human, narrativo, pc, playstation 4, quantic dreams, singleplayer | dicas de detroit become human

Originalmente uma máquina obediente trabalhando como empregada doméstica, conhecemos Kara depois que ela foi restaurada após um incidente questionável envolvendo seu dono, Todd, e sua filha, Alice. Assim que fica claro que Todd é uma ameaça para Alice, Kara se liberta de sua obediência para proteger Alice e sai correndo para chegar a um lugar seguro.

A missão de Kara é sempre manter a menina segura, muitas vezes se encontrando em situações perigosas e moralmente questionáveis em sua jornada. O jogador deve ganhar e manter a confiança de Alice se quiser chegar ao final de sua história com segurança. Ela também tem um dos plot twists mais legais do jogo.

“Isso não é só um jogo. É a nossa história”

Essa é a frase que você ouve de Chloe, a bela androide loira que conversa e interage com você durante a tela de título do jogo. De fato, o game tem muitas histórias impactantes e finais que podem ser surpreendentes para o jogador. Então, para que você possa aproveitar bem o jogo, vamos dar algumas dicas. Não serão códigos ou guias, pois jogar o game e tomar suas próprias decisões é parte do que deixa ele mais emocionante.

Jogue sem Guias

Como dito a cima, não pesquise ou siga guias de internet enquanto joga Detroit. Para sua primeira jogada (e você também saberá disso no jogo), recomendamos concluir a história sem qualquer tipo de orientação ou tutorial. É importante aproveitar o jogo como ele é durante a primeira vez que o joga, e isso permitirá que você faça as escolhas que desejar e experimentará o jogo de acordo com suas preferências pessoais.

Depois, você pode procurar guias e orientações sobre como encontrar os caminhos dos fluxogramas, coletar quaisquer sobras de revistas e conseguir aquele bom final para o troféu SOBREVIVENTES (se você ainda não o recebeu)! Mas, particularmente, eu acho que é legal você jogar ele, pelo menos, uma vez para cada final, sem guias. Você mesmo descobrirá as respostas. Além disso, ele não ficará repetitivo tão fácil quanto um game de ação onde você tem que andar no mesmo caminho e matar os mesmos monstros.

Preço
Quantic Dream Collection - PlayStation 4
  • Jogo para PlayStation 4
  • Encarne três personagens androides diferentes nesse admirável novo mundo
  • Suas decisões afetam consideravelmente o desenrolar da intensa narrativa do jogo
  • Lidere a caça para desmascarar o misterioso Assassino do Origami

Explore seus arredores

É bom, ao jogar um jogo pela primeira vez, realmente reservar um tempo para descobrir tudo o que está à sua volta. Isso ajuda se você estiver procurando fazer algo específico ou se estiver tentando alcançar um determinado resultado durante os eventos da história. Na maioria das seções do jogo, você terá a liberdade de se mover como quiser e interagir com objetos e outros personagens.

A única vez que você não pode fazer isso é se tiver um cronometro na tela, neste caso você terá que completar tarefas antes que o cronômetro chegue a zero. Se conseguir ainda explorar por aí, bom, então boa sorte.

Ao manter pressionado o R2, você pode usar sua visão do Android para inspecionar os arredores e destacar os principais pontos de interesse com os quais você pode interagir. Existem algumas coisas que estão lá para serem simplesmente observadas e que não terão efeito no jogo ou nas decisões, mas existem muitos itens, pessoas e muito mais para analisar.

Esta mecânica está disponível em todos os três personagens, independentemente de onde você esteja na história – com a visão do Android ativada, tudo fica parado até que você se mova novamente.

Detroit become human: como se dar bem entre humanos e androides | 35374077 detroit | married games dicas, artigos | detroit become human, narrativo, pc, playstation 4, quantic dreams, singleplayer | dicas de detroit become human

Tomando decisões críticas

Detroit Become Human é um jogo com um monte de opções e escolhas, com muitos resultados diferentes do início ao fim que são subjetivos ao estilo de cada jogador. No entanto, muitas das escolhas mais vitais a serem feitas no jogo podem ter consequências desastrosas. Em vários pontos da história, você terá que decidir entre as ações que garantem o sucesso e as que são fatais.

Todas as suas escolhas afetam o progresso e o final do jogo. Essas decisões não podem ser revertidas, mas o jogo é bom o suficiente para oferecer checkpoints ao longo dos capítulos se você quiser voltar e tentar novamente.

Para que as mudanças causadas por suas escolha tenham efeito, você terá que continuar a jogar até o final de cada capítulo. Você não pode pular capítulos ou seções de capítulos, pois isso não mudará as escolhas anteriores que você fez. Quando essas escolhas importantes aparecem, é importante não entrar em pânico! Você pode pausar o jogo a qualquer momento antes de decidir se realmente deseja pensar sobre o que fazer a seguir – digo isso porque a maioria das opções de diálogo tem um cronômetro, e se você não escolher nada, o jogo escolhe por você. Algumas das decisões mais importantes não têm um cronômetro, portanto, apenas relaxe, faça uma pausa, se necessário, e pense bem.

Esses tipos de momentos na história incluem escolher ajudar outros personagens, dizer a coisa certa para aumentar a reputação com eles ou decidir quem vive e quem morre – incluindo os personagens principais como você joga.

Mas essa é a diversão de jogar um jogo de múltipla escolha como Detroit. Você pode experimentar todas as diferentes opções para ver quais são os resultados! Você pode voltar e repetir ou continuar para ver como as coisas terminam.

Detroit become human: como se dar bem entre humanos e androides | eb76534a divergente | married games dicas, artigos | detroit become human, narrativo, pc, playstation 4, quantic dreams, singleplayer | dicas de detroit become human

Repetir capítulos

Falando nisso: repetir os capítulos de Detroit Become Human para ver todos esses resultados diferentes é importante, especialmente se você deseja completar o fluxograma de cada capítulo individual. Só porque o nível acabou, não significa que você fez tudo o que era necessário para desbloquear todos os nós.

Ainda recomendamos que você não se preocupe com isso durante sua primeira jogada, pois tentar completar um fluxograma antes de passar para o próximo capítulo pode arruinar seu progresso e alterar a história que você já começou a criar.

Alguns capítulos não precisam de um replay para atingir 100%, mas alguns dos mais longos certamente precisarão! Você pode acessar os capítulos a qualquer momento na tela do menu principal e visualizar os fluxogramas para ver os caminhos já percorridos.

Leia as Revistas

Os únicos itens colecionáveis do jogo são as revistas, que podem ser encontradas em vários capítulos enquanto você joga. Alguns são internos, outros externos, e às vezes eles mudam dependendo das escolhas que você fez com cada personagem. Elas dão uma visão extra do mundo de Detroit Become Human na forma de notícias e artigos. Parar para ver TV e telejornais também faz isso. Aliás, ler tudo o que estiver disponível ajuda você a compreender melhor o mundo do jogo ao seu redor.

Você pode acessar as revistas a qualquer momento no menu principal acessando a parte de Extras, e você descobrirá que o jogo requer várias jogadas para coletar todos as 46 revistas. Então, boa sorte na sua caçada.

Decida o futuro

Detroit become human: como se dar bem entre humanos e androides | a293c1c0 detroit become human connor | married games dicas, artigos | detroit become human, narrativo, pc, playstation 4, quantic dreams, singleplayer | dicas de detroit become human

Detroit Become Human jogo produzido pela Quantic Dream e publicado pela Sony Interactive Entertainment para o PlayStation 4 e Microsoft Windows PC. A história gira em torno de três androides que foram concebidos pela empresa CyberLife: Kara (uma androide doméstica cuidando de uma criança), Markus (um divergente que se junta a outros androides rebeldes em busca de direitos) e Connor (um cyberdetetive investigando os divergentes ao lado de um policial humano). De acordo com as suas decisões, mudarão o rumo da cidade de Detroit e, consequentemente, de todos, humanos e androides.

Agora, conte para nós: Você já jogou Detroit Become Human? Curtiu o jogo? Conseguiu os melhores finais? Para saber mais sobre Detroit Become Human, acesse o site da Quantic Dreams. Conte para nós nos comentários e aproveite para ler mais sobre a Quantic Dreams no nosso site.

Avatar of paulo fabris

Paulo Fabris é um jornalista, escritor, RPGista, gamer, cosplayer, nerd e fã de animes desde a época da TV Manchete.