Pesquisar
Close this search box.

Modelando um Personagem de Jogos: Como Começar a sua Criação

Saiba como começar o seu trabalho Modelando um Personagem de Jogos para seu game 3D

Para quem quer criar um jogo 3D, fazer os personagens é uma das partes mais importantes e, no final das contas, uma das mais complicadas.

Existem algumas opções para facilitar isso, como por exemplo, comprar assets e personagens 3D prontos em sites especializados como Mixamo e o CGTrader.

Eles já vem com o esqueleto, opções de roupas e texturas prontas, mas, as vezes, encontrar o personagem pronto exatamente como você quer pode ser um desafio.

Então, trabalhar Modelando um Personagem de Jogos você mesmo, ou ter alguém que faz isso por você, acaba sendo a única opção para quem quer criar um jogo do zero.

Contudo, fazer isso é bem complexo, trabalhoso e depende de um conhecimento prévio em ferramentas como o Blender (página oficial) ou Zbrush, para ser feito.

Se você está começando a sua carreira de desenvolvedor de jogos ou está interessado em ser um artista design de personagens, aprender mais sobre a modelagem 3D de personagens é essencial. Mas como posso começar meu trabalho modelando um personagem de jogos?

Vamos falar sobre esse processo, com algumas dicas de como fazer seus personagens e, se você ficar com dúvidas, é só deixar um comentário.

Como Dominar a Modelagem 3D de Personagens de Games?

Está pronto para começar a aprender a fazer jogos 3D? Então, é só visitar o site abaixo para conhecer um curso que pode transformar você de um entusiasta em um desenvolvedor de jogos profissional! Com as ferramentas e estratégias certas, sua visão pode se tornar um jogo que as pessoas ao redor do mundo adorarão jogar. Mãos à obra e bom desenvolvimento!

A indústria de jogos oferece uma ampla gama de oportunidades de carreira e é um setor em constante crescimento. Ser um desenvolvedor de jogos requer habilidades e conhecimentos específicos, mas também oferece a oportunidade de trabalhar em projetos criativos e inovadores.

Fazer um curso de fazer jogos 3D pode ser benéfico para quem deseja seguir uma carreira nessa área, fornecendo as habilidades e conhecimentos necessários para se destacar no mercado. É importante se manter atualizado com as últimas tendências e tecnologias da indústria para avançar na carreira de desenvolvimento. Então, não perca mais tempo e comece a estudar conosco!

O Começo do Processo

Algumas áreas do trabalho artístico podem ser muito divertidas de fazer, então alguém pode se perder e gastar mais tempo nelas do que se justifica e outras áreas serão mais complicadas, mas mais importantes para a qualidade do produto final. Projetar um personagem interessante, único e consistente é uma tarefa bastante desafiadora. A prototipagem 2D, muito mais rápida, é muito útil durante esse período de criação.

Saiba como modelar um personagem em Low Poly

Normalmente, durante a transição para o 3D, parte do charme e da nitidez do conceito original se perde e é necessário encontrar maneiras de trazê-los de volta ou substituí-los por algo que funcione melhor em 3D. Se você for rápido e flexível o suficiente, também poderá fazer prototipagem 3D. Uma mistura dos dois costuma ser mais eficiente.

E depois tudo isso, fazer o polimento, que seria melhor descrito como dar um passo atrás na criação e identificar as áreas que precisam de mais melhorias e as áreas que podem ser melhoradas sem muito esforço. Isso parece bastante genérico, mas esse processo realmente transparece no produto final.

Por fim, retrabalhar uma parte do modelo na qual você passou horas pode ser muito ruim, mas pode ser necessário se alguém quiser levar a sério a melhoria da qualidade do trabalho artístico na hora de criar os acessórios e as roupas do seu personagem.

Dicas de Projeção um Personagem 3D

Criar um personagem é um trabalho é feito em iterações, começando com uma ideia aproximada do personagem e estilo desejados, reunindo referências e escrevendo uma história por trás. Permitir que o estilo e as roupas reforcem o cenário, você pode optar por uma mistura de estilos como o realista e anime, ciberpunk com medieval, utilizando principalmente roupas feudais como referência.

Quanto o design do personagem for mais realista, mais anime ou mais cartoon, este design deve seguir o enredo do seu jogo. Os jogadores gostam de personagens estilosos, com roupas detalhadas e armas mas, dependendo do caso, personagens com um design supersexualizados, por exemplo, são uma quebra de imersão ou uma atração a mais do jogo, como é o caso de Stellar Blade.

Stellar blade
Stellar Blade

Mesmo não criando um personagem com design realista, o ideal é pensar que ela tem uma personalidade, uma história, uma vida. Essas coisas ajudam nas decisões tomadas no design, fazem o personagem parecer fundamentado e consistente.

Estude Anatomia Humana

Outro aspecto importante para melhorar o design de personagens é a compreensão da anatomia humana. Pode parecer mais uma aula de biologia do que uma dica de criação de personagens para jogos, mas acredite, é incrivelmente útil. Por que? Porque as roupas que seus personagens usam precisam se ajustar e se mover de forma realista com seus corpos.

Pense nisso: se uma manga estiver muito apertada, ela restringirá os movimentos; se uma calça for muito larga, ela pode não ficar levantada. Estas são questões do mundo real que podem ser traduzidas em seus projetos. Conhecer a anatomia humana ajuda a criar roupas que não apenas tenham uma boa aparência, mas também sejam funcionais e verossímeis. Então, como você pode estudar a anatomia humana para o design de personagens? Veja como:

  • Estude as proporções básicas do corpo: comece entendendo as proporções básicas do corpo humano – como as partes se relacionam com o todo e entre si. Por exemplo, os braços normalmente se estendem até o meio da coxa e o torso geralmente tem cerca de duas cabeças de altura.
  • Observe as pessoas: dê um passeio no parque, sente-se em uma cafeteria ou simplesmente mantenha os olhos abertos onde quer que vá. Observar as pessoas e como elas se movem pode lhe dar uma compreensão real da anatomia humana.
  • Desenhar e redesenhar: Pratique desenhar diferentes tipos de corpo e poses. Isso o ajudará a se sentir confortável com diferentes formas e movimentos, tornando os designs de seus personagens mais variados e dinâmicos.

Ao focar na anatomia humana, você pode garantir que seus personagens sejam proporcionais e que suas roupas caibam de maneira realista. Isso tornará seus designs mais convincentes e relacionáveis, o que é um grande passo na melhoria do design de personagens nos games.

Modelando um Personagem de Jogos

Normalmente, começa-se o processo com uma abordagem o mais realista possível. Ter uma base realista automaticamente proporciona proporções naturais, o que é considerado importante. Tentar identificar problemas em uma peça altamente estilizada pode ser desafiador, portanto, a preferência é começar com algo realista, permitindo sempre recorrer à referência quando algo parecer fora do lugar.

Mesmo que haja uma ideia pré-concebida de como se quer que o personagem seja, pode-se ficar preso nesse estágio durante a produção, onde todos os elementos estão presentes, mas o personagem ainda carece de emoção e carisma. A melhor maneira de superar essa fase é através de poses e experimentação.

Uma pose pode alterar completamente a atitude e a sensação geral de um personagem. Este é um dos desafios da criação de um personagem de jogos, esculpir uma versão inicial inanimada de um personagem que, no final, precisa ser cativante ou intrigante. Em contrapartida, há a flexibilidade de iterar poses e animações, o que não seria possível com uma “pose T” estática.

Experimentar com cores e acessórios também pode fazer toda a diferença. Há uma razão pela qual as pessoas dedicam horas à procura do acessório certo para complementar o estilo.

Veja os principais passos:

  • Criação de malha base: Crie uma malha 3D básica representando o design do personagem. Defina sua forma geral, proporções e outros elementos nesta base usando softwares de modelagem 3D como Blender e outros.
  • Escultura: Durante esta etapa, você deve se concentrar em adicionar detalhes finos, detalhes de superfície como cicatrizes, saliências e poros na pele e características complexas. Carregue seu design existente em um software de modelagem como o Blender. Crie uma nova camada de detalhes que permite expandir e manipular esculturas de alta resolução sem alterar ou editar a malha base. Bloqueie grandes volumes e formas e use pincéis grandes para esculpir as proporções gerais e características principais.
  • Concentre-se principalmente em anatomia: Foque em escala de figura e estrutura facial. Modele lentamente o resto do corpo e trabalhe nas formas secundárias, como rugas, poros da pele, veias e pequenos detalhes musculares. Use pincéis pequenos para obter texturas e padrões complexos. Mais tarde, adicione texturas de superfície enquanto controla a profundidade e a intensidade do design. Por fim, suavize arestas e áreas ásperas e garanta um fluxo natural de detalhes e consistência de design.
  • Retopologia: Recrie a geometria do personagem usando escultura de alta resolução ou malha base e crie um design de resolução mais baixa com topologia limpa e otimizada. Além disso, ajuste o fluxo da borda para manter a integridade do loop e distribua uniformemente os quadrantes e os loops de borda, alinhando-os com a anatomia. Posicione os vértices estrategicamente para definir os principais marcos anatômicos, como articulações, grupos musculares e características proeminentes como olhos, nariz e boca. Este posicionamento inicial estabelece a forma básica do personagem.
  • Estabeleça a forma básica do personagem: coloque os vértices estrategicamente para destacar características principais, incluindo grupos musculares, articulações e estruturas faciais como olhos, nariz e boca. Após esta etapa, planeje a direção do fluxo da borda para conectar a linha aos vértices na superfície. Mantenha o fluxo da borda natural e antecipe seus movimentos e deformidades durante a animação. Defina “loops de arestas” e cadeias circulares de arestas conectadas circundando certas partes do personagem. Execute a topologia de loop para controlar a deformação e garantir uma estrutura forte e movimentos perfeitos.
  • Mapeamento UV: Desembrulhe a superfície de um modelo 3D em um plano 2D. Este mapeamento garante a coordenação do UV para aplicação de textura no modelo 3D. Para obter perfeição neste processo, finalize seu personagem 3D com topologia, fluxo de borda, detalhamento, escultura e texturização adequados.
  • Analise a geometria do personagem: visualize o processo de desembrulhamento. Contorne áreas que exigem detalhes e costuras de alta textura e defina a distribuição geral do espaço UV. Coloque as costuras em áreas menos visíveis para minimizar o impacto na textura.
  • Desembrulhe os UVs: usando uma ferramenta de mapeamento UV, corte a malha e desdobre-a no plano UV. Organize e embale bem as ilhas UV para aumentar a resolução da textura e minimizar o desperdício de espaço UV.
  • Texturização: Aplique texturas à superfície do personagem, adicione cores e detalhes e trabalhe em roupas, armas ou outros acessórios para torná-lo mais realista e visualmente atraente. Você pode pintar texturas à mão ou usar ferramentas para adicionar materiais realistas e detalhes de superfície que justifiquem o estilo artístico, o design da arte conceitual e o ambiente do jogo.

FAQ Rápido

Como manter a nitidez do conceito original do Modelo 3D?

Para preservar o charme original, é essencial ser rápido e flexível na prototipagem 3D, combinando o estilo original com elementos que funcionem melhor em 3D.

Qual a importância de fazer polimento do Modelo 3D?

O polimento envolve identificar áreas para melhorias e ajustes, garantindo que o produto final reflita a visão inicial com maior qualidade e eficiência.

Por que pensar no enredo ao projetar um Modelo 3D?

Criar um personagem com profundidade emocional e uma história coesa aumenta a consistência do design e a imersão dos jogadores na narrativa.

Quais são os principais passos no processo de modelagem 3D?

Os passos incluem criação da malha base, escultura de detalhes, retopologia, mapeamento UV e texturização para criar um modelo 3D realista e convincente.

Fale conosco nos comentários e diga oque achou dessa matéria e aproveite para ler mais notícias e matérias, como por exemplo, nosso guia para criar jogos, no nosso site.

Quer dar vida aos seus modelos 3D com texturas impressionantes? Continue lendo para aprender tudo sobre o processo de mapeamento UV do Blender!
Saiba mais sobre a espetacular memória RAM DELTA TUF RGB DDR5
Quer saber se vale a pena jogar a última obra de Akira Toryama? Então veja nossa analise de Sand Land
Conheça o robusto HD portátil SSD T-FORCE M200
Aprenda como enviar comandos aos personagens do seu jogo com o Signals no Godot
Saiba mais sobre os processos e mecanismos de Renderização no Blender