Pesquisar
Close this search box.

Alta procura por profissionais de TI eleva salários e pede atenção de empresas

Alta procura por profissionais de TI eleva salários e pede atenção de empresas

O setor de Tecnologia da Informação é um dos que mais crescem no Brasil. Em 2020, o Brasil estava na 9ª posição no ranking mundial de TI e representava 44% do mercado da América Latina, segundo a ABES – Associação Brasileiras das Empresas de Software. Somente neste ano, para algumas funções, em São Paulo, a procura por profissionais em 2020 cresceu mais de 600%. E a área não para de receber investimentos,  segundo previsão do Gartner, consultoria americana de tecnologia, os gastos com TI devem chegar a US$ 4,5 trilhões em 2022, representando um aumento de 5,5% em relação a 2021.

Este cenário reforça o grande aumento de novas vagas para quem lida com tecnologia, tendência aprofundada no Brasil durante a pandemia que, entre outros fatores, demandou a priorização em investimentos em segurança. A consequência desta busca por esses profissionais, foi o aumento da remuneração dos cargos ligados a TI. Segundo a pesquisa de TI 2021 da Plooral, realizada com mais de 36 mil informações salariais de 218 empresas, em 14 Estados brasileiros, aponta que os aumentos salariais na categoria chegaram a 92% em alguns casos, como Agile coach.

Profissionais de ti
Mercado procura profissionais de TI

Veja os cargos de profissionais de TI mais procurados

Confira os cinco cargos que mais aumentaram sua remuneração de 2020 para 2021.

  • Agile coach teve aumento de 92% de 2020 para 2021
  • Coordenador de Projetos teve aumento de 75%
  • Analista de Inteligência de mercado teve aumento de 53%
  • Desenvolvedor Sênior teve aumento de 45%+ 
  • Coordenador de Desenvolvimento  teve aumento de 43%

Além do aumento de salários, o aquecimento do mercado gera, por conta da competitividade pelos melhores profissionais, uma elevação dos percentuais de turnover. No período da pesquisa, somente o turnover voluntário – quando o colaborador pede demissão por conta própria – representava 15,09% do índice geral de desligamentos. 

“No contexto atual, estruturar benefícios e planos de carreira são primordiais. Cada empresa pode definir uma estratégia de remuneração alinhada com o mercado e seu momento. Comprova-se que companhar indicadores de mercado ajuda muito na retenção de seus colaboradores” explica Carolina Farah, Head of Consulting and Services da Plooral.

Além do salário, a remuneração variável também é um tipo de benefício que pode fazer diferença tanto na contratação como na retenção de trabalhadores, “contudo das 218 empresas participantes, a maioria não oferece esse perfil de remuneração”, aponta a executiva.  A pesquisa, coordenada pela Plooral, identificou ainda que as remunerações variáveis mais utilizadas atualmente no mercado de Tecnologia da Informação são: 

  • Comissões, 54,13%
  • Gratificações, 23,85%
  • PPLR, 18,35%
  • Participação em Ações 10,09%, e Prêmios e Bônus 23,39%. 

Fale conosco nos comentários e diga se curtiu essa novidade e aproveite para ler mais notícias no nosso site.

TEAMGROUP na Computex 2024 apresenta novos produtos com o lema: "Elevate Gaming . Empower AI"
Saiba se vale a pena jogar Fabledom
Quer dar vida aos seus modelos 3D com texturas impressionantes? Continue lendo para aprender tudo sobre o processo de mapeamento UV do Blender!
Saiba mais sobre a espetacular memória RAM DELTA TUF RGB DDR5
Quer saber se vale a pena jogar a última obra de Akira Toryama? Então veja nossa analise de Sand Land
Conheça o robusto HD portátil SSD T-FORCE M200