Pesquisar
Close this search box.

SAGA dá dicas para quem planeja trabalhar com ilustração

SAGA dá dicas para quem planeja trabalhar com ilustração

A habilidade de desenhar não é exclusiva de quem, naturalmente, tem essa facilidade. Com muita dedicação, horas de estudo e prática, seja com cavalete, um sketchbook ou uma folha de papel comum, é possível aprender a fazer boas ilustrações e aperfeiçoar os traços. Para auxiliar quem planeja trabalhar com desenho mas ainda está inseguro, Igor La Luz, gerente acadêmico nacional da escola SAGA, listou cinco dicas simples que podem ser muito importantes. 

Saga dá dicas
Uma bela ilustração de Harry Potter e seus amigos

SAGA dá dicas para os futuros desenhistas

Pratique e planeje o desenho

Ter a ideia de um desenho não é tão simples quanto parece. Um desenhista deve conceber a imagem completa antes mesmo de começar a esboçá-la. O aperfeiçoamento da técnica exige prática, claro, mas é preciso insistir. “Ninguém nasce sabendo e a evolução dependerá do seu esforço. Repita sempre o exercício de planejar o desenho antes de sair desenhando. Um bom livro para aprender novas técnicas é o ‘Desenhando com o lado direito do cérebro’, da autora Betty Edwards. Uma ótima pedida para iniciantes nesta arte”, ressalta Igor.

Observe o desenho de forma crítica e analítica

Para que as ilustrações sejam feitas de forma proporcional, adequada, o desenhista deve ver a arte de forma analítica, tendo em mente a maneira como os elementos visuais da imagem serão trabalhados, inclusive os ângulos, contornos e detalhes. “A gente só evolui quando não está acomodado. Se não temos autocrítica e vontade de aperfeiçoar as técnicas, provavelmente ficaremos no mesmo lugar. Ter uma visão analítica e crítica do próprio desenho é importante para melhorar e não é demérito algum encontrar defeitos nas nossas ilustrações”.

Desconstrua o desenho em seus fundamentos

“Ser um artista também é saber pegar todos os elementos que compõem uma imagem e desconstruí-la. Separar o que é a perspectiva, luz, sombra, composição, formas geométricas, elementos como anatomia e, inclusive, a caracterização e personalidade da obra. São aspectos importantes que escolas, como a SAGA, e profissionais podem ajudar muito a aperfeiçoar”. 

Crie desenhos a partir do que você imagina

Pessoas que gostam de desenhar costumam ter muitas ideias de ilustrações que gostariam de fazer o tempo todo — inclusive nos momentos mais inusitados e atribulados. Uma boa dica para não deixar essas projeções caírem no esquecimento é ter um caderninho ou bloco de notas sempre por perto. “Se você tem muitas ideias de desenhos e é criativo, precisa garantir que não vai perder a inspiração nem mesmo quando ela surgir na pior hora possível. Para isso, tenha sempre em mãos um sketchbook onde possa rascunhar, fazer esboços e até mesmo anotar uma ideia legal”, sugere Igor.

Foque nos fundamentos, processos e experimentações

Trabalhar duro para melhorar as técnicas de desenho é muito importante, mas o artista também pode e deve se divertir ao longo do processo. “Se baseie em fundamentos e processos, mas lembre-se de experimentar e testar técnicas com as quais não está tão confortável. Não ache que esse momento de aprendizado é algo ruim, ainda que o resultado não venha de primeira. Essa experiência certamente te tornará um artista mais versátil, uma qualidade muito buscada pelo mercado e que pode ser um bom ponto de partida para uma próspera jornada profissional”.

Com essas dicas você poderá começar a aprender a fazer animações, terá alguns elementos para colocar os personagens em tela e fazer boas apresentações animadas. Mas, se quiser aprender de verdade a como desenhar, tornar-se um profissional, criar seus personagens e muito mais, então, temos um conteúdo especial que vai te ajudar a sair do amador para um verdadeiro desenhista, criar seus personagens, colorizar seus desenhos e criar seus roteiros.

Sobre a SAGA (School of Art, Game and Animation)

Pioneira e referência nacional no ensino de desenvolvimento de games e cursos de arte digital, a SAGA já formou e transformou 200 mil alunos em profissionais qualificados e competitivos. Atualmente, tem 14 unidades em 7 estados (SP, BA, PE, DF, GO, SC e RS), todas com infraestrutura de última geração, professores altamente qualificados, atendimento pedagógico, material didático digital e licenças oficiais das mais avançadas ferramentas de software da Adobe, Autodesk, Unreal e Pixologic.

Além dos cursos presenciais Start 5.0, de computação gráfica, e Playgame 6.0, de desenvolvimento de games, tem plataforma digital que oferece cursos on-line e ao vivo ou módulos de estudo que podem ser seguidos de acordo com o interesse de aprendizagem e contratados por assinatura. A SAGA também oferece seguro educacional, que garante até 4 mensalidades em caso de imprevistos sofridos por alunos matriculados em cursos com no mínimo um ano de duração, presencial ou on-line. Veja mais sobre a Saga em www.saga.art.br.

Fale conosco nos comentários e diga se curtiu essa novidade e aproveite para ler mais notícias no nosso site.

Saiba se vale a pena jogar Fabledom
Quer dar vida aos seus modelos 3D com texturas impressionantes? Continue lendo para aprender tudo sobre o processo de mapeamento UV do Blender!
Saiba mais sobre a espetacular memória RAM DELTA TUF RGB DDR5
Quer saber se vale a pena jogar a última obra de Akira Toryama? Então veja nossa analise de Sand Land
Conheça o robusto HD portátil SSD T-FORCE M200
Aprenda como enviar comandos aos personagens do seu jogo com o Signals no Godot