Veja os incríveis gráficos de Mass Effect Legendary Edition comparados ao jogo original lançado 15 anos atrás

A Bioware divulgou algumas das principais mudanças na sua versão remasterizada da saga do comandante Shepard em Mass Effect Legendary Edition

Sem dúvidas Mass Effect é um dos jogos mais influentes e celebrados da história dos RPGs ocidentais, ao lado de outros grandes títulos como Dragon Age, The Witcher e Skyrim. Uma história épica contada ao longo de três títulos que envolviam toda nossa galáxia em uma luta pela sobrevivência de todas as espécies, personagens marcantes com personalidade e decisões que impactavam significativamente o final do jogo e poderia fazer você perder um ou outro companheiro pelo caminho. Quem jogo a famosa Missão Suicida de Mass Effect 2 sabe o que “trabalhar sob pressão”.

Mass effect legendary
Vamos salvar a galáxia em 4K

E agora, tudo isso chega a nova geração com gráficos melhorados e novos recursos para tornar o que era bom ainda melhor. No dia 12, Mac Walters, diretor do estúdio, que confirmou que o jogo está pronto para ser lançado nos PCs e consoles e será liberado para o público na data anteriormente prevista. 

A Bioware divulgou algumas das mudanças que ocorreram na versão remasterizada de um dos seus principais sucessos. Em Mass Effect Legendary Edition você reviverá a batalha do comandante Shepard para salvar a humanidade dos Reapers, uma raça alienígena que surge de geração em geração para dar um “reboot” em civilizações que se tornam muito poderosas.

-- Publicidade --

Além das mudanças divulgadas, e alguns veículos de comunicação gringos, como a IGN, conseguiram acesso ao jogo e fizeram um vídeo mostrando os jogos lado a lado, para que vejamos as mudanças gráficas e ajustes feitos no jogo, principalmente no primeiro título da série, que recebeu as alterações mais significativas.

O que muda em Mass Effect Legendary

Em especial, a equipe responsável por Mass Effect Legendary deu muita atenção aos modelos de personagens, com destaque para a versão feminina de Shepard que não ganhou seu visual icônico até a terceira versão do game. No remaster, você pode jogar com o visual do terceiro jogo de Jane Shepard desde o Mass Effect 1.

Texturas, iluminação, tempo de loading no elevador e até mesmo a interface dos jogos foram adaptados para as plataformas atuais. Opções de customização dos personagens também foram aprimoradas e as roupas que você usava nos jogos anteriores ficam disponíveis desde o começo.

Outro detalhe que chamou a tenção dos players durante a apresentação do jogo foi a ausência do multiplayer do terceiro jogo. As partidas online aumentavam a “prontidão” da Via Lactea para o confronto com os Reapers e garantiam que o jogador conseguisse ver o melhor final do jogo, mas, devido a problemas iniciais, acrescentaram sistema de “War Assets”, que ajudavam no desenrolar da história e garantiam que você liberasse os finais corretos.

Além disso, a DLC Pinnacle Station, onde os jogadores competiam para se manter no topo da pontuação de uma galeria de tiro em uma estação secreta de treino da Aliança, não está presente no Mass Effect Legendary Edition, porque, segundo Ryan Warden, um dos produtores do jogo, os arquivos foram corrompidos. Estranhamente, pouco tempo depois dessa declaração, ele apagou o tuíte.

-- Publicidade --
Mass effect legendary
O tuite foi apagado, mas nunca será esquecido

Outro ajuste feito aconteceu no (in)fame M-35 Mako. O veículo de primeiro Mass Effect foi “calibrado” (Garrus? Foi você?) para ter um desempenho melhor. No jogo original, o ajuste físico do Mako fazia com que ele parecesse muito leve e, às vezes (quase sempre), tornava-se incontrolável, mas agora a Bioware promete um “passeio muito mais suave” e ainda mais “adorável” como antes. Sim, você ainda poderá escalar penhascos.

Veja os incríveis gráficos de mass effect legendary edition comparados ao jogo original lançado 15 anos atrás | de1084b4 tumblr mhd6kj1oje1r5pjb3o6 500 | married games notícias | bioware, eletronic arts, mass effect legendary edition, pc, playstation 4, playstation 5, singleplayer, xbox, xbox series s, xbox series x | mass effect legendary
Não é Tony Hawk

A recarga de escudo agora será mais rápida e novos propulsores foram adicionados à parte traseira, permitindo um aumento de velocidade quando você está inevitavelmente tentando escalar a lateral de um penhasco quase vertical. A recarga desse boost é independente dos jatos de salto na parte inferior do veículo, então você pode usar ambos ao mesmo tempo ou separadamente.

Também foram adicionados algumas mudanças no sistema de combate, permitindo com que todas as classes usem as armas sem punições, mais munição em determinados locais (porém, as armas de Mass Effect 1 continuam usando o sistema de cooldown e não os clipes termais), estabilidade na mira de rifles, melhoria no sistema de cobertura e nos ataques corpo-a-corpo.

Veja o vídeo que a IGN fez com as comparações lado-a-lado dos games:

Confira abaixo os requisito mínimos e recomendados para Mass Effect Legendary Edition no PC:

-- Publicidade --

Requisitos Mínimos:

Sistema operacional:Windows 10 (64-bit)
Processador:Intel Core i5 3570 ou AMD FX-8350
Memória RAM:8 GB
Placa de vídeo:NVIDIA GTX 760 ou AMD Radeon 7970 / R9280X (versão com 2 GB de VRAM)
DirectX:11
Espaço livre em disco:120GB
Requisitos mínimos de Mass Effect: Legendary Edition

Requisitos Recomendados:

Sistema operacional:Windows 10 (64-bit)
Processador:Intel Core i7-7700 ou AMD Ryzen 7 3700X
Memória RAM:16 GB
Placa de vídeo:NVIDIA GTX 1070/RTX 20XX ou Radeon Vega 56
DirectX:11
Espaço livre em disco:120BG
Requisitos recomendados de Mass Effect: Legendary Edition

Com versões para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series e PC, Mass Effect Legendary Edition chega às lojas no dia 14 de maio.

A jornada de Mass Effect

O primeiro jogo da franquia foi lançado em 2007, pela Bioware com exclusividade para o Xbox 360 e portado para Pc pela Demiurge Studios (também responsável pelo DLC Pinnacle Station) e para PlayStation 3 pela Edge of Reality, e nasceu graças ao fim da licença do uso dos personagens da franquia Star Wars.

A série Knights of the Old Republic foi um sucesso e um terceiro game estava planejado, mas, devido ao fim do licenciamento, a empresa resolveu forcar em uma IP própria. O destaque ficava por conta do sistema de moralidade do personagem que era muito simples em Kotor, oscilando apenas entre o lado sombrio ou luminoso da Força.

-- Publicidade --

Em Mass Effect os desenvolvedores queriam ir além do bem e do mal, permitindo que suas decisões refletissem nos seus relacionamentos com os NPCs e com seus companheiros durante a sua jornada. Matar ou poupar um inimigo pode ter consequências no futuro bem como socar ou não uma repórter intrometida pode garantir apoio ou reprovação para as atitudes do protagonista.

Shepard, teve seu nome escolhido em homenagem a Alan Bartlett Shepard, Jr., a segunda pessoa e o primeiro estadunidense no espaço (5 de maio de 1961). Mais tarde, ele comandou a missão Apollo 14, em 1971, e se tornou a quinta pessoa a andar na lua. O rosto do Shepard homem é baseado no modelo holandês Mark Vanderloo.

As vozes dos personagens são feitas pelos atores Mark Meer, que já atuou em jogos das franquias Baldur’s Gate, Dragon Age, Neverwinter Nights, e Jennifer Hale, que já trabalhou em Metal Gear Solid, Metroid Prime, Bioshoch Infinity, Overwatch, além de série de TV como a Avatar: último Mestre do ar e a Lenda de Korra e Meninas Superpoderosas.

E, apesar das polêmicas a respeito de “quem é o Shepard canônico” e a versão masculina do personagem estampar as capas dos primeiros game, Shepard nasceu como uma mulher. Jonathan Cooper, animador, divulgou imagens dos primeiros testes de movimentação eram usados com base em um modelo feminino retirado do jogo Jade Empire.

Sem discussão aqui. Pra mim, a resposta é clara

Outro destaque da série Mass Effect, bem como de vários outros jogos da Bioware, é a possibilidade do jogador se envolver romanticamente com pessoas e aliens de ambos os gêneros. Um jogador pode escolher entre diversos NPC para desenvolver um romance, sendo que alguns podem se relacionar somente com um Shepard homem ou mulher ou ambos, o que permite uma infinidade de possibilidades de finais diferentes, dependendo do relacionamento do seu Shepard com os NPCs da nave Normandy.

Falando sobre os jogos: Mass Effect 1

Acompanhe o comandante Shepard (os nomes podem ser alterados, mas por padrão eles são John e Jane, embora ninguém te chame pelo primeiro nome) em sua jornada em busca da verdade sobre a ameaça conhecida como Reapers. Shepard é o primeiro Espectro (uma força de elite que responde diretamente ao conselho galáctico) escolhido entre os humanos.

Por serem os “novatos” entre todas as raças aliens da Cidadela (considerada como o centro político da galáxia), os humanos são vistos com desconfiança e involuídos, graças a “Guerra do Primeiro Contato” contra o povo turian, que terminou rapidamente graças à interferência da Cidadela, que classificou o caso como “um mau entendido”.

Então, quando um humano acusa o mais condecorado Espectro, o turian Saren, de estar por trás do ataque a colônia humana de Eden Prime, junto com a raça dos Geth (robôs dotado de inteligência artificial, algo proibido na galáxia), ele precisará reunir provas e acabará por descobrir algo muito maior do que apenas um Espectro renegado e que ameaça não só os humanos, mas todos os seres vivos.

Veja os incríveis gráficos de mass effect legendary edition comparados ao jogo original lançado 15 anos atrás | adad1671 imagem 2021 04 08 150141 | married games notícias | bioware, eletronic arts, mass effect legendary edition, pc, playstation 4, playstation 5, singleplayer, xbox, xbox series s, xbox series x | mass effect legendary
Tudo começou aqui

Falando sobre os jogos: Mass Effect 2

Ninguém no conselho galáctico acredita no eminente ataque dos Reapers e acham que tudo foi apenas uma rebelião dos Geth com o auxílio de Saren. Em busca de provas, a nave Normandy sofre um ataque inesperado de uma antiga raça alien chamada de Collectors que resulta na morte do comandante Shepard. Pelo menos, foi o que eles pensaram.

-- Publicidade --

Meses depois do ocorrido, Shepard desperta na base da Cerberus, uma organização humana fascista que acredita que os humanos devem controlar todas as outras raças por serem superiores, e descobre que foi revivido por eles graças ao Projeto Lazarus, liderado pela doutora Miranda Lanson, para impedir o ataque dos Reapers sob as ordens misterioso líder da organização, o Homem Ilusivo (illusive Man, no original), que não somente acredita que no ataque como sabe que os invasores estão cada vez mais próximos.

Mass Effect 2 é considerado o melhor título da franquia e a Missão Suicida frequentemente é citada como uma das melhores missões de todos os games.

Falando sobre os jogos: Mass Effect 3

Esse poderia ser chamado de “Mass Effect: Eu Avisei!”. Os Reapers chegam a terra e começam o seu ataque massivo não só contra o lar dos humanos, mas contra todos os planetas da Aliança. A única esperança da Via Láctea está em um antigo projeto da extinta civilização conhecida como Proteans (responsáveis por diversos avanços tecnológicos da galáxia, como as viagens mais rápidas que a luz que ocorrem através da matéria escura, que é chamado de Efeito de Massa).

Hora de pegar a terra de volta

Shepard deve reunir todos os povos da galáxia no desenvolvimento do Crucible, uma arma protean que é a única forma conhecida de destruir os invasores. Em sua jornada, ele entenderá a motivação dos inimigos e ainda enfrentar a Cerberus e seu líder, o Homem Ilusivo, que quer controlar os Reapers e usá-los como arma em sua dominação da galáxia.

Existem muita reclamação quanto ao final do jogo, além dos problemas causados pela inclusão do multiplayer, que obrigava os jogadores a entrar no modo online para desbloquear os finais bons do jogo. Alguns patchs foram lançados para corrigir isso, além de um novo final considerado definitivo.

-- Publicidade --

Falando sobre os jogos: Mass Effect Andromeda

Anunciado em 2015 com um lindo trailer ao som de Ghost Riders in the Sky, Mass Effect Andromeda chegou explodindo cabeças dos fãs. Mas, infelizmente, acabou decepcionando durante o seu lançamento. Animações fracas, expressões faciais terríveis, bugs e outros problemas ofuscaram o lançamento desse jogo.

Até mesmo as tonalidades de pele do personagem eram motivos de discórdia entre alguns jogadores que reclamavam que não havia uma cor “branca” e que eles não queriam jogar com um protagonista “latino”. Depois de algumas correções o jogo se tornou estável.

Em Andromeda, você acompanha os colonizadores da Via Láctea em direção a galáxia de Andrômeda, que fica a 600 anos de distância da Terra viajando em velocidade maior que a da luz. Porém, quando eles chegam, a situação não era o que esperavam. Além de uma estranha névoa que rodeia os planetas escolhidos para colonização uma raça de aliens hostis ameaça os planos dos viajantes;

Aqui você controla os irmãos Ryder, Scott ou Sarah (e, se você não mudar, os NPCs te chamam pelo nome), que devem assumir o manto de Pathfinder e descobrir como encontrar um novo lar para todos antes que os recursos da arca colônia Hyperion se esgotem. Além do novo lar, você terá de desvendar os segredos de uma raça alienígena híbrida de máquinas e restaurar os planetas para que eles se tornem habitáveis.

Os problemas no lançamento causaram o fim precoce de Mass Effect Andromeda. Inicialmente, os planos da Bioware não seriam transformar Andromeda em uma trilogia, mas o jogo teve até mesmo o lançamento de uma DLC que explicaria o motivo do desaparecimento da arca dos Quarians cancelado, afirmando que essa e outras histórias seriam contadas de outras formas.

-- Publicidade --

Falando sobre os jogos: Mass Effect 5

Lançado em dezembro de 2020, um trailer anunciando que um novo título da franquia, chamado no momento de The Next Mass Effect. Não há informações do que acontecerá no jogo, mas já se sabe que ele se passará na Via Láctia e a personagem Liara aparece no trailer com um pedaço do que os fãs acreditam ser a armadura do comandante Shepard.

*gritinhos frenéticos*

Jogos Mobile

Além dos jogos para PC e consoles, Mass Effect ganhou alguns games mobile. Alguns não estão mais disponíveis nas stores e não recebem mais suporte por parte das desenvolvedoras. Então, mesmo que você o encontre por aí, não há garantias de que eles vão funcionar.

Mass Effect Galaxy foi lançado exclusivamente para iOS em 2009 e descontinuado em 2012. É um shooter com visual de cima em que você acompanha Jacob Taylor, um agente da Cerberus. Jacob aparece em Mass Effect 2, como personagem jogável.

Mass Effect: Infiltrator é um third-person shooter desenvolvido pela IronMonkey Studios para iOS, Android, Windows Phone 8 e BlackBerry 10. Ele não está mais disponível para nenhuma plataforma desde 2018. Você controla Randall Ezno, um agente renegado da Cerberus que descobre que a organização não é o que parecia ser.

Mass Effect 3: Datapad foi lançado para iOS em 2012 e era um complemento para o Galaxy Map de Mass Effect 3. Os jogadores podiam acompanhar o progresso da prontidão da galáxia, recebiam mensagens dos personagens e tinham um mini-game em que podiam enviar tropas para lutar em sessões do mapa. Essas missões demoravam algum tempo e podiam ser terminadas mais rapidamente com uso de créditos. Indisponível desde 2013.

-- Publicidade --

Mass Effect Além dos Jogos

O sucesso de Mass Effect superou os games e a franquia foi adaptada para outros meios, como HQs, livros e animações.

Lost Paragon

Essa animação foi produzida pela BioWare, FUNimation, TO Entertainment e animado pela Production IG. O filme foi exibido em cinemas selecionados em 29 de novembro de 2012. Foi lançado para download digital no Xbox Live e PlayStation Network em 14 de dezembro de 2012, e em DVD e Blu-ray em 28 de dezembro de 2012.

Nela acompanhamos James Vega, um personagem conhecido dos jogadores por estar presente na terceira versão do game. Os eventos se passam durante o segundo jogo e mostram Vega e um grupo de soldados da Aliança, o Delta Squad, na colônia humana de Fehl Prime, que é especializada em desenvolver produtos farmacêuticos e está sob ataque dos Collectors.

Livros

Lançados entre 2007 e 2012, Mass Effect teve quatro livros que se conectam a série principal e três vinculados a Andromeda. No Brasil, alguns foram publicados pela Editora Galera, sendo estes “Revelação” e “Ascensão”, da série principal, e “Insurreição no Nexus”, da série Andromeda.

Os livros de Revelação, Ascensão, Retribution e Dececption acompanham o Tenente Anderson e a major Kahlee Sanders nass primeiras buscas pelos reapers e pela Cerberus. Três deles foram escritos por Drew Karpyshyn, que também trabalhou nos game e o quatro William C. Dietz, sendo este o mais criticado por suas inconsistências com o jogo que foram corrigidas depois.

-- Publicidade --
Veja os incríveis gráficos de mass effect legendary edition comparados ao jogo original lançado 15 anos atrás | 0358518d livros | married games notícias | bioware, eletronic arts, mass effect legendary edition, pc, playstation 4, playstation 5, singleplayer, xbox, xbox series s, xbox series x | mass effect legendary
Apenas dois foram lançados o Brasil

Já a série Andromeda teve três livros lançados. “Insurreição no Nexus” conta o que aconteceu com os primeiros colonos que chegaram a Andrômeda e as dificuldades que levaram alguns dos colonizadores a se separarem e abandonarem a arca Hyperion. Foi escrito por Jason M. Hough e KC Alexander.

Já Initiation, escrito por NK Jemisin e Mac Walters, foca no passado da personagem Cora Harper. E o último, Mass Effect: Annihilation de Catherynne M. Valente, mostra o destino da arca colonizadora Quarian.

HQs

Atualmente, há onze quadrinhos no universo Mass Effect, e todos apresentam histórias paralelas que não envolvem Shepard ou os personagens dos games, sendo as únicas exceções Mass Effect: Genesis, Mass Effect: Genesis 2, e duas edições de Mass Effect: Foundation.

Os dois primeiros, Genesis, são interativos e lançados para PlayStation 3 e Nintendo Wii, para substituir o primeiro jogo da franquia, que não foi lançado nesses console. Neles, o leitor controlar as decisões de Shepard e essas serão consideradas no Mass Effect 2 como se fossem a importação de um save do Mass Effect 1. Já Mass Effect: Foundation contam uma história sobre o protagonista do game mobile Mass Effect Galaxy, Jacob Taylor.

Embora todos os quadrinhos não interativos lançados até agora tenham autores e artistas variados, todos eles são coloridos por Michael Atiyeh.

-- Publicidade --

Destaque fica para Mass Effect: Blasto: Eternity is Forever que conta as aventuras de Blasto, o único Espectro Hanar e que é protagonista de uma série de filmes fictícios dentro do universo de Mass Effect. Ele é tipo um James Bond com tentáculos.

Veja os incríveis gráficos de mass effect legendary edition comparados ao jogo original lançado 15 anos atrás | 7a7e0704 imagem 2021 04 08 142205 | married games notícias | bioware, eletronic arts, mass effect legendary edition, pc, playstation 4, playstation 5, singleplayer, xbox, xbox series s, xbox series x | mass effect legendary
Ekindle this!

Filmes

Não há informações concretas sobre o lançamento de um filme da franquia Mass Effect, mas em fevereiro de 2021, o ator Henry Cavill divulgou uma foto de um script de uma adaptação de Mass Effect. Não se sabe qual será o papel dele, mas as especulações são de que ele viverá o comandante Shepard.

Alguns fanfilms foram feitos e divulgados na internet. Dois que merecem destaque são Mass Effect: Isolation e Mass Effect: Red Sands, este último é protagonizado por Mark Meer, a voz do Shepard masculino.

Mass Effect Isolation:

Red Sands

-- Publicidade --

E você? É fã de Mass Effect? Empolgado para o quinto jogo? Empolgado para a remasterizarão? Conte para nós nos comentários e leia mais sobre a Bioware no nosso site.

Fonte: IGN

Avatar of paulo fabris

Paulo Fabris é um jornalista, escritor, RPGista, gamer, cosplayer, nerd e fã de animes desde a época da TV Manchete.