Qualcomm: Empresa pode estar trabalhando em um novo console

Nintendo switch
Nintendo Switch da Qualcomm?

Console similar ao Nintendo Switch com sistema Android pode estar nos planos da empresa de tecnologia Qualcomm

De acordo com as informações do site Android Police, a empresa conhecida por fornecer chips para smartphones, Qualcomm, pode estar trabalhando em um novo console portátil com um formato similar ao Nintendo Switch, com tela própria e controles destacáveis. Esse aparelho rodará o sistema Android 12 e usará chips Snapdragon.

Além do suporte ao Google Play, a reportagem do site diz que a empresa ainda espera contar com um aplicativo da Epic Games e desenvolver uma loja de conteúdos própria. O Switch da Qualcomm pode chegar as lojas no primeiro trimestre de 2022.

Switch da Qualcomm com jogos da Google Play?

O novo console da Qualcomm terá compatibilidade com os aplicativos da Google Play e deve rodar a versão 12 do sistema operacional do Google. A conexão com a internet ficará por conta de um Qualcomm modem X55 com suporte a tecnologia 5G, mas não há informações se o aparelho terá apenas conexão Wi-Fi ou se será compatível com dados móveis.

Ainda segundo o Android Police, esse novo console terá uma espessura maior do que os celulares atuais, para suportar as melhorias no processador do aparelho, com uma tela embutida de 6,65 polegadas e bateria robusta com capacidade de 6.000 mAh e tecnologia Quick Charge para carregamento rápido.

Os controles ao estilo Joy-Con serão desenvolvidos por uma empresa não revelada, mas é considerada pela empresa como um “fornecedor premium”. O aparelho ainda teria suporte a conexão com telas externas, similar ao Switch, mas não se sabe será via uma mini-porta HDMI ou USB-C. O dispositivo também conta com entrada para cartão SD para expansão da memória interna.

Qualcomm, Google Stadia, Epic e GeForce Now

Segundo o site, a empresa espera que a Epic Games Store também esteja presente no aparelho, o que permitirá que os jogadores desfrutem de game como o Fornite e outros compatíveis com o sistema Android disponíveis na loja, dando ao aparelho uma biblioteca robusta de games desde o seu lançamento. Outro rumor é que a empresa pretende criar o seu próprio portal de conteúdo para o console.

As informações do site dizem que não está claro se a Qualcomm tem interesse ou se procurou as empresas de streaming de jogos, como a NVIDIA com o seu GeForce Now, e o próprio Google e o (moribundo) Google Stadia, pra parcerias e compatibilidade. Contudo, sendo um hardware com sistema Android, é provável que esses aplicativos sejam compatíveis nativamente com o Switch da Qualcomm.

Qualcomm snapdragon
Especializada em chips, Qualcomm pode entrar no mercado de consoles

A expectativa é de que o produto chega as lojas em 2022 por um valor estimado de US$300, sem a informação sobre ser um preço com ou sem os Joy-Cons embutidos (porém é provável que o aparelho não funcione sem eles), mas a empresa não tem planos de se tornar um sucesso do dia para a noite ou derrubar a Nintendo no modelo de consoles portáteis. Quanto a distribuição, a Qualcomm planeja trabalhar com a venda direta ao publico, além de usar suas conexões com varejistas nos EUA para que o console chegue aos consumidores.

O site Android Police entrou em contato com a Qualcomm para a confirmação dos rumores, mas não obteve uma resposta já que, segundo a empresa, a politica oficial deles é de não comentar sobre rumores.

E o que você achou da possibilidade de um console similar ao Switch com Android? Acha que é uma boa ideia ou um tablet e um controle compatível com Android da conta do recado? Conte para nós nos comentários. Você também pode ler mais notícias sobre o sistema Android no nosso site.

Fonte: Android Police

Avatar of paulo fabris

Paulo Fabris é um jornalista, escritor, RPGista, gamer, cosplayer, nerd e fã de animes desde a época da TV Manchete.

Este site utiliza cookies, conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.
Este site utiliza cookies, conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.