BlenderDicasTecnologiaVideos

Blender 2.8: Interface

Visualizações
Married Games

A interface do Blender parece ser um monstro de cara, mas vai por mim, é mais simples e direta ao ponto do que parece!

Contudo, se você ainda não instalou o Blender, segue esse tutorial aqui que vai te guiar em um passo a passo de como baixar e instalar o Blender: https://marriedgames.com.br/tecnologia/blender/blender-2-8-como-instalar/

Bem vindo ao Blender

Janela de boas vindas | Interface do Blender
Janela de boas vindas | Interface do Blender

Essa é a janela de boas vindas do Blender, nela temos alguns atalhos que podem ajudar a agilizar o nosso trabalho no dia a dia.
Em ‘New File’ (ou Novo Arquivo) nós podemos criar um novo arquivo a partir de um template (modelo) fornecido já pela aplicação. Não vou entrar em muitos detalhes, mas cada template traz uma apresentação diferente da interface voltado para o que foi selecionado. Se quiserem que eu detalhe cada um, deixa um comentário ai em baixo pedindo que farei com o maior prazer.

Logo abaixo temos o item ‘Open’ (ou Abrir) que nos permite buscar arquivos no nosso computador para que seja possível editar, ou continuar algum trabalho.
Do lado direto temos ‘Recent Files’ (Arquivos recentes) que exibe os últimos arquivos acessados.

Blender: 3D viewport

Ao fecharmos a janela de boas vindas clicando em qualquer área da aplicação fora dessa janela, nós damos de cara com a 3D viewport.

Visão padrão da 3D viewport | Interface do Blender
Visão padrão da 3D viewport | Interface do Blender

Nessa cena nos temos uma câmera, um cubo e uma luz, essa é a 3D viewport, ele é usada para interagirmos com a cena 3D, seja modelando, fazendo animações, texturizando e muito mais.

No lado esquerdo temos uma barra de ferramentas. Vou explicar elas na sequência.

Select Box:
Responsável por selecionar os objetos na nossa cena, a padrão é a seleção em caixa, com o nome sugere, mas também temos seleção circulo e a lasso.

3D Cursor:
O cursor 3D tem inúmeros propósitos, mas o principal que usaremos de início é criar novos objetos onde ele estiver e também realizar ações usando ele como ponto de referência

Move:
É a ferramenta responsável por mover nossos objetos, controlando eles nos 3 eixos X, Y e Z.

Rotate:
é quem faz nosso objeto rotacionar, funciona da mesma forma que a Move.

Scale:
essa já é quem determina o tamanho, da mesma forma que a anterior, funciona igual a Move.

Annotate: Serve para realizar anotações como o nome sugere, mas tem uns truques bem legais com ela que vamos ver no futuro.

Measure: Literalmente é uma régua, ela te ajuda bastante quando você precisa tirar a medida de algo.

Barra de ferramentas | Interface do Blender

Outliner: Um pequeno pedaço de muita importância

Do lado esquerdo da janela do Blender nós temos o Outliner, ele é responsável por organizar a nossa cena 3D .
Listando todos objetos e Collections que temos em nossa cena.

Outliner | Interface do Blender
Outliner | Interface do Blender

Como eu já havia falado antes e agora você pode confirmar, na nossa cena temos um cubo, uma câmera e uma luz, mas também temos a Scene Collection e uma Collection, mas o que são esses carinhas?

Collections: Scene Collection, nossas coleções e grupos de objetos

Por muitas vezes quando trabalhamos com modelagem 3D nossas cenas ficam com muitos objetos e as vezes até prejudicando a performance da nossa máquina.
Um simples cenários pode conter sofá, cadeiras, abajur, quadros, tapetes, armário, televisão e por ai vai, facilmente vemos MUITAS COISAS. Quer a prova? Olha a sua mesa, ou a sua sala, olha quantos itens você tem espalhado ai, imagina tudo isso em 3D, é bastante coisa não?
É ai onde entra as Collelctions do Blender, quem também são chamadas de coleções ou grupos, elas nos ajudam a manter nossa cena 3D bem organizada e muito mais fácil de ser controlada.

Mais para frente entraremos em detalhes sobre como fazer isso e os recursos que temos, mas acredito que você já entendeu a importância dela.
Uma coisa bem legal sobre as coleções, é que escondendo uma coleção de objetos, nós podemos ter um ganho bem considerável de performance, lembre-se sempre disso heehhee

Blender: Details panel (Painel de detalhes)

O painel de detalhes do Blender é o cara responsável por todos os mínimos detalhes do nosso objeto, isso inclui informações como posição, rotação, escala, modificadores,…. Enfim, uma imensidão de informações que vamos vendo aos poucos ao longo das nossas postagens sobre o Blender.

Painel de detalhes: Objeto | Infeterface do Blender
Painel de detalhes: Modificadores | Interface do Blender
Painel de detalhes: Materiais | Infeterface do Blender

Timeline

A timeline é onde vamos fazer uso dos keyframes principalmente para animações, desde personagens mas também de objetos, como um pano ao vento por exemplo, temos uma infinidade de opção nas nossas mãos aqui.

Customizando a interface do Blender

Todas essas janelas podem ser configuradas e ajustadas como bem entender, como por exemplo no canto esquerdo da 3D viewport, nós temos um ícone que a representa: blender-interface-01
E ao clicar nesse ícone abrimo o menu de editores, que nos lista todos os tipos de janelas disponíveis:

Tipos de editores – Interface do Blender

Além disso também podemos ajustar tamanhos, adicionar e remover novos editores e ainda usar alguns atalhos bem legais, da uma olhadinha nesse vídeo que eu mostro alguns atalhos bem legais.

Controle da Interface do Blender

Controlar a Interface é bem simples e intuitivo, não tem segredo então eu não vou entrar nesse mérito, salvo o controle da 3D viewport.

Basicamente todo o controle dessa área é feito com o Mouse, Alt, Ctrl, Shitf e o teclado numérico.
Para orbitar, ou rotacionar, sob o centro da visão (se você acabou de abrir o Blender, vai ser sob o Cursor 3D), basta você clicar e segurar o botão do meio do mouse e movê-lo.
Para deslocar para os lados, ou transformação, basta segurar o Shift e usar o botão do meio do mouse da mesma forma.
E para controlar o “zoom”, ou a distancia da visão para a cena, basta usar o Ctrl da mesma forma que os demais, bem simples né?

Contudo, caso você esteja usando um notebook olhe esse outro post aqui onde eu mostro como configurar o Blender para notebook.

Alias, se você ainda tiver alguma dúvida, deixe uma mensagem aqui em baixo nos comentários ou acesse o nosso Discord, lá nos temos uma área dedicada ao Blender.

E se curtiu esse tutorial, deixe seu nome e e-mail no formulário abaixo para receber todas as próximas publicações que faremos sobre esse assunto.

Sempre que uma nova aula ou tutorial de Blender for publicada nós te notificaremos e nada mais.

JuanxCursed
O autorJuanxCursed
Fundador/SEO/Redator
Empresário, 29 anos, fundador da Married Games, desenvolvedor, gamer, entusiasta e um completo NERD, Juan ainda gosta de pegar a sua guitarra e tirar um bom som no Rocksmith.

Deixe uma resposta


Receba uma vez por semana um resumão de noticias das mais populales.