Os 5 Jogos que marcaram minha infância – Playstation 2

Chegamos enfim no queridinho do brasileiro nos últimos anos. Mais queridinho ainda para os vendedores de DVDs virgem, donos de barraquinhas e que faria crianças e adolescentes mais felizes do mundo!
O PlayStation 2, o nosso queridinho e popular que até hoje é um dos consoles mais fodas que temos. Mas sem mais delongas. Vamos começar com os 5 jogos que marcaram a minha infância, subindo de geração, agora no PS2.

Guitar Hero – Saga

maxresdefault 1 1 1024x576 - Os 5 Jogos que marcaram minha infância - Playstation 2
Guitar Hero Titles Collage

Sim meus amigos, um dos jogos responsáveis por me incentivar a querer tocar guitarra e também falhar miseravelmente na missão. A saga GH sempre esteve presente na minha evolução como jogador. Hoje em dia assim como o Juan, sou um fa absurdo de Rocksmith. Mas voltando, Guitar hero é um jogo muito arcade, mas com um nível de dificuldade absurdo quando necessário. Quem tentou tocar Through the Fire and Flames no expert sabe bem o que eu estou dizendo.

Não posso colocar nessa lista um único jogo, Joguei a saga desde o GH1, GH2, GH3, GHWT e GH5. Todos no PS2. Fora também as versões Hackeadas do game como o GH Anos 80, GH Brasil e por aí vai. Mas sem dúvidas, o que eu mais joguei foram os GH2 e 3. Creio ter curtido mais o 3, porter comprado a guitarra, antes disso era só no joystick. Talvez porque no 3 você consegue sentir mais palpável a história de uma banda de garagem rumo ao sucesso máximo!

O jogo tem uma jogabilidade única, você tem uma “Escala” de guitarra na sua frente e as notas vem aparecendo do infinito até a area onde devem ser tocadas no tempo. São 5 notas apenas, mas podem ser combinadas de várias maneiras para formar Acordes ou Hammer-ons e Pull-offs. Técnicas reais e bem comuns na guitarra, isso tudo além de abusar da alavanca para conseguir mais pontos. Mas a jogabilidade é de longe o foco principal do jogo, ela é fácil de aprender e difícil de dominar. O que realmente o jogo quer é que você seja um rock star. Mesmo que estiver de cueca em frente a TV de tubo com o volume no máximo.

Se sinta um rock star, encha o saco daquele seu vizinho pagodeiro. Mostre o que é música de verdade e jogue Guitar Hero até calejar os dedos! Esse sem dúvida está entre os os 5 jogos que marcaram minha infância num geral!

Black

image 1024x576 - Os 5 Jogos que marcaram minha infância - Playstation 2
Black Cover

Contrastando completamente com qualquer outro jogo dessa lista. Temos Black, o game que me iniciou em jogos de tiro em primeira pessoa (FPS). Na época que o game foi lançado, ele tinha de longe os melhores gráficos do Playstation 2 e Xbox Classic. As animações eram incrivelmente absurdas e o jogo em si deveria ser enquadrado de tão lindo.

Não somente lindo o jogo trazia um nível de dificuldade bem complexa, não somente pelos inimigos. Mas também pelas mecânicas, a física do jogo é muito bem feita. Não dava para tirar as vantagens que tínhamos, por exemplo em Call of Duty, como fazer Head Glitches e tirar vantagens da posição da câmera. O jogo era quase labiríntico, tinha um mapa linear, mas com muitos caminhos a serem explorados. Fazer tudo sem levar dano era impossível. Inimigos escondidos, tiros que você não save de onde está vindo. Muitas mudanças no cenário são o desafio real do game.

O jogo é sem dúvida espetacular em todos os sentidos. No sentido técnico ele é impecável, no desafio ele é perfeito, exige bastante dos jogadores. Como eu disso, o jogo deveria ser enquadrado de tão bom que é. Recomendo a todos que querem um ótimo jogo de tiro que exige mais paciência para se completar. Também um bom gerenciamento de itens e mais ainda, que querem um desafio de verdade.

The Godfather

1 Qs9x0isKobtK3msvBafEpg - Os 5 Jogos que marcaram minha infância - Playstation 2
The Godfather Cover

“EU NÃO ME LEMBRO DA ÚLTIMA VEZ QUE VOCÊ TENHA ME CONVIDADO PARA TOMAR UM CAFÉ EM SUA CASA, MESMO MINHA MULHER SENDO MADRINHA DA SUA ÚNICA FILHA. MAS AGORA VOCÊ VEM ATÉ MIM E DIZ: DON CORLEONE FAÇA JUSTIÇA. MAS NÃO PEDE COM RESPEITO, NÃO OFERECE AMIZADE. VOCÊ NEM MESMO PENSA EM ME CHAMAR DE PADRINHO. AO INVÉS DISSO, VOCÊ ENTRA NA MINHA CASA, NO DIA DO CASAMENTO DE MINHA FILHA E, ME PEDE PRA MATAR POR DINHEIRO.”

Esse sim senhoras e senhores, esse é o meu GTA. Um dos meus jogos mais queridos. Um jogo em que os negócios e as famílias se misturam e muito. Muitas coisas que acontecem nos filmes também acontecem no jogo, como a clássica cena de uma cabeça de cavalo cortada na cama. Pena que no jogo não da pra usar uma cabeça de verdade igual no filme.

O jogo tem toda a ambientação do filme, missões de sabotagem, negócios, cobrança de pagamentos por proteção. Tudo são negócios e tudo é lucrativo. Você tem o objetivo de dominar a cidade e fazer a sua família ser a maior. Ter todas as regiões e todos os estabelecimentos sob sua tutela. O combate existe, muitas vezes corpo a corpo, mas a melhor parte são os combates stealth. Chega a ser gratificante avançar nas missões quase como um Hitman.

O jogo exige paciência para finalizar 100%, dominar todos os negócios não é fácil. Mas pra quem quer algo mais palpável do que sair atirando por aí com uma mini-gun igual em GTA SA. Esse é o jogo.

Pitfall: The Lost Expedition

5dea0ceabf9fdec6 zoom - Os 5 Jogos que marcaram minha infância - Playstation 2
Pitfall: The Lost Expedition Menu

Um título clássico para um console clássico. Um jogo de aventura muito incrível. Um dos mais jogados por mim e que sem dúvida é um dos meus mais queridos. Cheio de Puzzles quem me prepararam para God Of War e com muita aventura e inimigos surpresas. Pitfall é um jogo que claramente mistura um pouco de tudo que outros títulos de aventura tem de melhor.

Com o intuito de chegar a cidade perdida de El Dorado. Harry, nosso protagonista, e sua equipe sofrem um acidente e caem de avião em algum lugar perdido na floresta. Aí a aventura começa, como sair de lá e como chegar a El Dorado é a grande questão. Toda a jogabilidade do game vai só melhorando e vai só ficando cada vez mais incrível. O momento que você ganha a atiradeira de pedras, o game play muda completamente de figura. Você começa a ser mais cauteloso e mais stealth.

Os gráficos são bem limitados, principalmente se comparado a outros títulos como Black e God of War. Mas a ambientação e os sons do game são incríveis, você realmente se sente acuado com determinada música ou determinado inimigo. E também se sente o próprio Indiana Jones quando está em uma caverna decifrando puzzles e desviando de obstáculos.

O jogo é muito bom, realmente vale a pena jogar, mesmo não tendo gráficos que agradam tanto. A história é bem legal e a evolução do personagem é muito boa. Fora que é gratificante passar dos puzzles de primeira, mesmo que isso seja raro de acontecer. Um dos 5 jogos que marcaram minha infância e ainda tenho uma nostalgia absurda por ele

Need for Speed: Pro Street

maxresdefault kf3P9A7 800x500 - Os 5 Jogos que marcaram minha infância - Playstation 2

Diferente de todos os jogos dessa lista, temos mais uma vez um jogo de corrida. Odiado por uns e amado por outros, como é meu caso, Need for Speed: Pro Street. Um jogo que veio ser um divisor de águas da franquia. Contando com uma jogabilidade menos arcade sendo necessário ter no mínimo um joystick analógico pra jogar. Mas o recomendado mesmo era o volante.

Desde Grand Turismo 4 minha paixão por carros só aumentava, mas esse jogo me conquistou em um nível muito alto. Diferente de outros jogos de corridas com caras de simulador, esse game permitia o melhor dos dois mundos. Pilotar em pistas de circuito, mas também fazer drift, corridas de arrancada, corridas longas de alta velocidade. Tudo com seus determinados pontos e também tunando cada vez mais os carros.

Vou ser sincero e dizer que usava códigos pra conseguir os carros iniciais (talvez eu fizesse isso toda vez que iniciava o game). Mas de qualquer forma eu ainda sou apaixonado pelo Ford Mustang Shelby Cobra GT500 2007 da Rainha de Arrancada. Mas de um jeito ou de outro o seu objetivo principal é avançar nas corridas. Ganhando peças e até mesmo carros, aumentando sua reputação para desafiar os reis de cada estilo. E por ultimo o Showdown King.

Se você curte um game de corrida um pouco mais realista ou que exija mais do piloto. Mas que permita você tunar o carro ao máximo mexendo em motor, aerodinâmica e tudo mais. Esse é uma ótima porta de entrada para drogas mais pesadas como rFactor 2 ou Assetto Corsa/

e3b2129c503da97ecd5368821b7b6666?s=100&r=g - Os 5 Jogos que marcaram minha infância - Playstation 2

Apaixonado por games e tecnologia, convicto do que fala, porém sem certeza alguma e amante de piadas de qualquer tipo, mas quanto pior, melhor
publicado
Visualizações 200
0

Comentários

Sem comentários

Responder

SiteLock