Pesquisar
Close this search box.

Resenha sincerona: Última temporada de La Casa de Papel

A última temporada de La Casa de Papel foi lançada em duas partes, sendo a primeira no dia 3 de setembro, e a segunda em 3 de dezembro de 2021. La Casa de Papel mexeu o mundo todo em 2017 de maneira extremamente inusitada finalmente chegou ao fim, e a gente não poderia deixar de dar nossos dois centavos sobre o sucesso.

La Casa de Papel, originalmente era uma novela espanhola e foi de zero a cem muito rápido após ser comprada pela Netflix. De fracasso a sucesso quase instantâneo, La Casa de Papel foi renovada, e a famosa máscara de Salvador Dali se tornou símbolo no mundo inteiro, tendo direito até a ganhar um funk brasileiro baseado na música Bella Ciao, que os ladrões cantam durante o assalto.

Cuidado, o texto contém spoilers.

Você também pode se interessar por:

Resenha sincerona la casa de papel
Resenha sincerona La Casa De Papel

Sinopse La Casa de Papel

La Casa de Papel, da Netflix, conta a história de nove habilidosos ladrões (Nairóbi, Berlim, Tókyo, Rio, Helsinki, Oslo, Professor, Denver e Moscou) que se trancam na Casa da Moeda da Espanha, com o ambicioso plano de realizar o maior roubo da história.

Possuindo a meta de imprimir 2,4 bilhões de euros, a gangue precisa lidar com as dezenas de pessoas que foram mantidas reféns e com os agentes da força de elite da polícia, que farão de tudo para que a investida dos criminosos fracasse. No processo, novos conflitos passam a surgir, precisando o grupo se preocupar, além dos problemas com a força policial, com os problemas entre eles próprios, que passam a ameaçar a natureza da missão.

Na segunda temporada, no entanto, após o sucesso do roubo original, os ladrões retornam as atividades após a prisão, sequestro de tortura de Rio. Motivados a ter o hacker criminoso de volta, elaboram um segundo plano ainda mais ousado de assaltar a reserva de ouro do Banco Central da Espanha. Agora, contando com novos integrantes como Lisboa, Estocolmo, Bogotá, Manilha, Marselha, entre outros.

O elenco conta com Álvaro Morte, Úrsula Corberó, Itzar Ituño, Pedro Alonso, Alba Flores, Miguel Herrán, Jaime Lorente, Esther Acebo e outros.

Direção por: Jesús Colmenar, Koldo Serra, Álex Rodrigo e Javier Quintas.

A trama é dividida em 5 partes sendo todas disponibilizadas na Netflix.

Atenção, esse texto contém spoilers de la casa de papel
Atenção, esse texto contém spoilers de La Casa de Papel

[amazon bestseller=”la casa de papel” tracking_id=”mg-nini-20″ items=”1″]

Resenha última temporada de La Casa de Papel

Como sabemos, a parte três da trama começa com a vida do casal Tokyo e Rio após o roubo original. Só para recapitular, a crise começa quando Tokyo decide que não nasceu para namorar e deixa Rio com um celular do qual ele não pode ligar de maneira alguma pois isso denunciaria sua localização. Burro de amor, ele liga para matar a saudades e acaba sendo preso e torturado por dias.

Tokyo então, contata o Professor, para poderem todos se reunirem, resgatarem Rio e realizarem um atraco ainda mais ousado do que o inicial. Nesse momento temos um leve vislumbre da vida de cada assaltante e o plano começa a ser apresentado.

Como se não bastasse a morte de Nairobi pelas mãos de Gandia, um segurança frustrado e cruel, também precisamos lidar com a volta de Arturo ainda mais sem noção.

É verdade que o que conquistou a maioria de seus fãs e haters da série foi a imprevisibilidade dos acontecimentos, com artimanhas mirabolantes e plot twists que desafiam a lógica, então não tem nada que não possamos esperar de La Casa de Papel, que fique claro.

A última temporada de La Casa de Papel começa com Tamayo convocando nada mais nada menos do que o exército para invadir o banco. Enquanto isso, alguns flashbacks mostram Berlim no passado se encontrando com seu filho.

Ao mesmo tempo, Gandia faz o favor de mostrar novamente o porque odiamos este homem, causa uma discussão entre os assaltantes sobre mata-lo ou não e causa a ira de Bogotá , Palermo, Rio e Denver. Depois de dizer coisas absurdas sobre Nairobi, Bogotá recebe carta branca para espanca-lo. Tokyo interfere convencendo Bogotá a entrega-lo para a polícia, mas em poucos segundos perde a paciência com Gandia (finalmente) e o espanca, porém ele continua vivo (pelo amor de deus alguém mata esse doido).

Gandia nem é gente, gandia é monstro
Gandia nem é gente, Gandia é monstro – La Casa de Papel

Enquanto todos estão distraídos, Arturo e mais alguns reféns roubam algumas armas e um motim começa.

A morte indigesta de Berlim parece ser amparada com os flashbacks de uma maneira bem sem sentido. Mas calma, como eu disse, não existe nada que não possamos esperar de La Casa de Papel. Passamos quase toda a última temporada pensando “O BERLIM MORREU PORQUE ELE TA AII??????” de maneira quase incivilizada, porque convenhamos, a série da uma raivinha.

Pois bem, seguimos para o segundo episódio com o idiota do Arturo mobilizando um motim entre os reféns, mas com o puro objetivo de se vingar de Denver. Sem drama, ok? É idiota sim e eu plenamente duvido do caráter de quem gosta desse personagem, nada contra, apenas ódio. Felizmente, Estocolmo consegue atirar em Arturo e vingar seu amado, mas infelizmente ela acredita ter o matado e isso mexe com a cabeça da coitada que a tempos não andava muito bem. Já no início do terceiro episódio, Arturo e alguns reféns são liberados para que o idiota receba atendimento médico.

Não obstante, Sierra que tinha encontrado o esconderijo de Professor, descobre o plano inteiro, faz ele e seus ajudantes de refém e ainda por cima entra em trabalho de parto. Tudo isso enquanto o exército invade juntamente com Gandia (PORQUE NÃO MATARAM ELE QUANDO PODIAM????? Bogotá você prometeu). Uma quinta-feira qualquer, não é mesmo?

Quarto episódio e as coisas começam a esquentar. Não contente por ter participado indiretamente da morte de Nairobi, Palermo ainda quase mata o cristalzinho perfeito, Helsinki. Tudo por causa de quem? Isso mesmo, Gandia.

[amazon bestseller=”quadro la casa de papel” tracking_id=”mg-nini-20″ items=”1″]

Palermo com a consciência pesadíssima começa a ser reciproco pela paixão de Helsinki. Porém nesse momento a gente só fica com cara de palhaço mesmo. Mas é bom saber que ele não é tão doido de pedra como pensávamos. Insira aqui o meme do gatilho e o leão.

Nos flashbacks, Berlim convence seu filho de que ele também é um ladrão, e planta a sementinha da discórdia fazendo o filho assumir que sua esposa Tatiana (de Berlim no caso) é linda. Felizmente, o roubo de Berlim com seu filho, Tatiana e Marselha é uma das cenas mais empolgantes de toda a série.

Corta para o episódio cinco, o flashback da vida de Tokyo e toda a trajetória da personagem até chegar no momento em que estamos: o embate de Tokyo contra Gandia. Encurralados, os ladrões enfrentam o exército enquanto Gandia provoca intensamente Tokyo. O exército por sua vez é outra coisa que vai te tirar do sério com os integrantes completamente insanos.

Manilha, Denver e Tokyo conseguem se abrigar na cozinha e se proteger do exército usando uma barricada improvisada com um fogão. Essa cena em particular é uma cena que duvida da inteligência do espectador e desafia todas as leis possíveis e imagináveis da física. Gandia arremessa uma granada pelo buraco do fogão, Denver grita “GRANADA” e em questão de segundos Tokyo atravessa a cozinha, pega a granada, arremessa de volta PELO MESMO BURACO, e tudo isso enquanto ainda está no ar.

E você fica pensando “aham, tá”. Após o ocorrido, Manilha decide ser um ótimo momento para se declarar para Denver (enquanto a Estocolmo ta sofrendo com estresse pós traumático achando que matou um cara e ta usando morfina para tentar não surtar).

O episódio é recheado de flashbacks de Tokyo e você pensa, “ok, a Tokyo vai morrer”, mas ao mesmo tempo não quer acreditar. As tentativas do exército de conseguir acabar com o trio são todas neutralizadas por Tokyo, que inclusive é atingida diversas vezes por atiradores de elite.

Eu diria que esse é o episódio mais tenso da temporada. De um lado Tokyo com cinco balas no corpo, embaixo dela, Rio fazendo um buraco com a britadeira para socorrer sua amada, do outro lado, o exército amparado por snipers do lado de fora e o louco do Gandia, tudo enquanto o resto da equipe está maçaricando uma porta para cercar os militares, e Estocolomo, não obstante, parece estar tendo uma overdose.

Por um milagre, Estocolmo completamente chapada consegue avisar Denver que eles poderiam sair pelo elevador de comida, e então Tokyo decide se sacrificar, afinal, ela não poderia descer 6 andares em uma corda na situação que estava. Em uma barricada improvisada, Tokyo atrasa os militares e consegue se despedir de Rio pelo buraco no chão que ele criou. E em um momento emocionante, após se despedir do Professor também e ser baleada múltiplas vezes, a nossa e-girl favorita aciona um cinto de granadas e morre com um sorriso no rosto de quem FINALMENTE matou o Gandia.

Tokyo morre na última temporada de la casa de papel
Tokyo morre na última temporada de La Casa de Papel

Após a morte de Tokyo, a mesma continua narrando a série, concretizando a teoria inicial lá de 2017 de que na verdade, ela estaria morta. E somos obrigados a pausar La Casa de Papel assim, engolindo a morte de Tokyo a seco e continuando a trama em três meses depois (Só quero saber se a Netflix vai pagar minha terapia).

No episódio 6, começamos com todos ainda assimilando a morte de Tokyo, Estocolmo completamente desestabilizada e Professor deixando a peteca cair pela primeira vez em uma crise de nervos no banheiro. Sendo que, esta crise é responsável por abrir a brecha para Alicia escapar novamente com todas as provas do plano.

Após a explosão de Tokyo, apenas 3 dos militares sobrevivem, e começam a executar um plano para arruinar o assalto de dentro para fora. Alicia recém parida foge, um militar escondido dentro dos dutos do banco, os outros dois militares distraindo os assaltantes pedindo por assistência médica e uma falsa trégua, e o ouro nem começou a ser extraído ainda.

Esse é o fatídico momento em que eu gosto de chamar de “tensão e ação exageradas”, porque é tudo tão intenso que você fica cansado de assistir, você não aguenta mais e implora para que o fim chegue logo.

Com a fuga de Alicia, Professor e Marselha perseguem a ex inspetora foragida enquanto o bebê recém nascido dela chora no carro e você se pergunta se essa criança não vai morrer de fome. No banco, o burro do Rio novamente coloca tudo a perder e durante o colapso mental ousa mirar uma arma para Lisboa. Enquanto os surtos de Tamayo continuam a acontecer, você também pensa “esse homem vai sair dai direto para a aposentadoria por invalidez” porque os níveis de estresse do cara são estratosféricos.

Professor até alcança Alicia, mas a danada é inteligente e roubou as balas da arma dele e dá no pé novamente, indo para onde? Para a casa do homem mais estressado da Espanha.

Denver traí Estocolmo com Manilha que, novamente do mais absoluto nada, decide que seu amor por ele era platônico e não passava de ilusão. Enquanto a pobre Estocolmo permanece sofrendo, mas já dizia o ditado: um animal sem chifres é um animal indefeso.

Alicia faz a esposa de Tamayo refém, enquanto Professor está amordaçado no porta-malas do carro. Ele consegue fugir (como sempre), mas Tamayo tinha uma carta na manga e aciona a policia para Alicia sem que ela perceba. As ruas da cidade inteira são tomadas e a única chance de Alicia é confiar no Professor para conseguir não ser capturada (tudo isso com a bebê recém nascida no colo ok?).

A mãe é braba, ta?
A mãe é braba, ta? – Alicia La Casa de Papel

Sétimo episódio e Alicia e Professor viram basicamente bffs durante suas mais improváveis fugas da policia. O plano segue mesmo com todas as crises. Finalmente o ouro que foi transformado em pequenas bolinhas começa a sair do banco por meio de uma bomba de pressão, sendo arremessado por tanques fluviais. Mas a única falha do plano os entrega: a extração do ouro faz um barulho detectável e rapidamente Tamayo junta as peças e segue de reservatório em reservatório atrás do ouro.

Mas, não podemos esquecer que estamos falando de La Casa de Papel, uma série de eventos múltiplos e incansáveis. Os militares permanecem infiltrados no banco, esperando o momento certo para agir.

Episódio oito e as coisas permanecem sem fazer sentido algum. No flashback, Tatiana pede divórcio a Berlim para fugir com o filho dele (um animal sem chifres…). Num ataque de fúria, Berlim destrói um restaurante e é preso pela primeira e única vez na vida. E você que a essa altura não aguenta mais se perguntar, se pergunta “tudo aquilo foi para isso?????”.

Estocolmo e Denver decidem esquecer o chifre e seguir em frente, fazem safadezas no cofre e a paz parece reinar novamente. Mas lembre-se de que tem um militar nos dutos.

Mas o inimaginável acontece e a polícia encontra o esconderijo logo quando acabam de extrair o ouro. Ta preparado para ficar com a cara de bunda? Então lá vai:

Os policiais são na verdade Tatiana e Rafael (filho de Berlim) que literalmente deixaram os La Casa de Papel originais trabalhar e roubaram o resultado no último segundo, então, o episódio acaba sem que a polícia ou o Professor saibam do verdadeiro paradeiro do ouro.

Mas, o banco as coisas não andam bem, e os militares conseguem neutralizar ao grupo por meio de uma emboscada dupla envolvendo a rendição de Palermo e Helsinki e uma invasão pelo telhado ao mesmo tempo. E quando tudo parece estar perdido, Professor vai até o banco e “se rende” enquanto sua melhor amiga Alicia gasta todos os seus recursos para achar o pegador de casadas com sua madrasta-esposa.

Diante do estresse eminente de Tamayo achando que ganhou porém nem tanto, Professor brinca com a sorte dizendo que Tamayo só conseguiria ganhar e o Professor também ganhasse. Como isso? Porque ou Tamayo prende a gangue mas perde todas as chances de encontrar o ouro, admitindo o fracasso da polícia, ou Tamayo finge demência e aceita um ouro falso enquanto a gangue foge com o ouro real.

[amazon bestseller=”prime video” tracking_id=”mg-nini-20″ items=”1″]

Enquanto isso, Denver perde a fé e quase expõe o plano numa interrogação, mas nos surpreende de forma genial e na primeira, se não única vez que solta sua risadinha icônica durante toda a temporada.

Tamayo aceita participar do plano? Óbvio que sim, mas tem um bom chão até que ele desista de encontrar o ouro verdadeiro. Mas e o ouro? Alicia com bastante sucesso consegue encontrar seu paradeiro, e não precisa muito para convencer Tatiana e Rafael, apenas um papelzinho escrito pelo professor. E porque? Porque Rafael é sobrinho do Professor, então são assuntos de família, concordando em dividir o ouro entre todos.

La Casa de Papel chega ao fim com todos os membros do assalto ganhando total anistia e a galerinha de La Casa de Papel segue riquíssima com novos nomes e documentos para nunca mais se preocuparem.

La casa de papel chega ao fim
La Casa de Papel chega ao fim

Conclusão: última temporada La Casa de Papel

Não vou mentir, apesar de ter gostado do fim de La Casa de Papel, a série passou dos limites em diversos momentos. Vamos combinar? Tinha necessidade de um segundo roubo? Não tinha. Com o forte sucesso da série após a compra da Netflix, a vontade de ganhar dinheiro em cima disso falou muito mais alto, e La Casa de Papel quase foi arruinada.

Poderiam muito bem ter acabado com a série no primeiro assalto, já naquela época a série já havia se tornado um elemento da cultura popular. Onde se olhava existia referências a série, fantasias, e tudo mais, a suposta genialidade de La Casa de Papel era comentada por todos os lados.

Ao lançarem o segundo assalto, a história começou a ficar cada vez mais cansativa e irreal. A tentativa falhada de arranjar um substituto para Berlim no Palermo só serviu para deixar os fãs de La Casa de Papel ainda mais frustrados. A morte de Nairobi então? Nem se fala.

A verdade é que La Casa de Papel cumpre seu papel de entretenimento, e por pouco não retornou ao fracasso. Foi um milagre que a última temporada de La Casa de Papel tenha conseguido se desamarrar das milhões de voltas nas partes anteriores, mas, felizmente conseguiu finalizar a série com um plot daqueles que fez o público ser cativado a princípio.

No mais, La Casa de Papel é uma boa série que teve seus altos e baixos, perdeu o timing da finalização mas conseguiu dar meia volta e surpreender no final. Espero apenas que não inventem de fazer outra temporada ou um spin off, afinal, La Casa de Papel já deu o que tinha que dar. Por fim, bella ciao!

E ai, gostou? Não vai ficar de fora desses monte de conteúdo incríveis que a gente tem por aqui né? Você também pode gostar desses assuntos:

Review: Riders Republic É Uma Grata Surpresa Da Ubisoft

12 Dicas Arrasadoras Para Começar Bem No Free Fire

Conheça O Battle Royale Light Nite, Um Fortnite Para Ganhar Criptomoeda Em 2021

CoD Vanguard Entra Em Semana Com Double XPs E Mapas Pequenos

Ah, também não se esqueça de nos seguir nas redes sociais!

Saiba como acabar de vez com o erro OpenGL no Blender
Sua carreira do sonhos é ganhar muito dinheiro Criando Jogos? Então veja como dar os primeiros passos
Jogo de ação com múltiplas batalhas superpoderosas apresenta narrativa inédita ambientada no mundo dos quadrinhos de Invincible, da Skybound Comics
Desenvolvedores independentes e artistas podem inscrever seus projetos gratuitamente para participar do BIG Festival 2024 e Artists' Alley, na gamescom latam 2024
Conheça Sites para Criar Jogos e crie seus games sem baixar ou instalar nada
Quer saber como Desenvolver Jogos no Celular? Veja esses aplicativos