Pesquisar
Close this search box.

Proteção em evidência: tendências para o mercado de cibersegurança em 2023

Cenário aponta para a consolidação da segurança digital, novos alvos de cibercriminosos e importância da proteção em cadeia

O avanço da tecnologia, vivenciado nos últimos anos, tem movimentado o mercado como um todo. À medida em que novas alternativas de navegação, armazenamento, transações e consumo surgem, empresas buscam formas de aprimorar a experiência de seus respectivos públicos, com ofertas de serviços cada vez mais assertivas.

Você também pode gostar:
Minecraft: Tudo sobre um dos Jogos mais Famosos do Mundo
TODOS os Comandos para Minecraft e como Executá-los
Saiba como Baixar e Instalar o Minecraft no seu PC, MAC e Mobile
Mods OBRIGATÓRIOS para Todos Jogadores de Minecraft
Maono DM30: A Escolha Perfeita Para Podcasters E Streamers
5 Melhores Microfones Para Podcast, Gamer, Streaming E Youtube Até R$ 400

Cibersegurança em 2023
Evento de Cibersegurança em 2023

Neste enredo, a segurança tem se tornado um fator chave, especialmente diante da crescente atuação de cibercriminosos para aplicar golpes e roubar dados. Um recente relatório elaborado pelo ThoughtLab Group aponta que o número de ataques cibernéticos e violações de dados aumentou 15% em todo o mundo, no último ano, além de que 29% dos CEOs/CISOs e 40% dos diretores de segurança admitem que suas empresas ainda não estão totalmente preparadas para enfrentar um cenário de ameaças em rápida transformação.

“Os indicadores evidenciam que as equipes de segurança precisam se manter atualizadas e atentas às principais tendências, ameaças e formas de proteção para aprimorar suas estratégias de segurança e torná-las mais efetivas, principalmente em um momento de maior adoção do trabalho remoto e serviços na nuvem”, explica Átilla Arruda, Diretor Comercial da Solo Network, provedora de serviços gerenciados (MSP).

Tendências para a cibersegurança em 2023

Segurança em Nuvem e IOT: Quanto mais dispositivos conectados em rede, mais alternativas em potencial existirão que os invasores podem usar para entrar e acessar nossos dados. De acordo com analistas do Gartner Group, neste ano haverá mais de 43 bilhões dispositivos conectados à IoT no mundo. Diante deste dado, diversas iniciativas, dos setores público e privado, devem entrar em ação, com o objetivo de aumentar a segurança de dispositivos conectados.

Inclusão de Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML): estes recursos são importantes quando se trata de resolver anomalias e realizar análise comportamental, reduzindo o número de falsos positivos. Desta forma, o ano de 2023 promete uma rápida adoção de IA e ML, especialmente em empresas do varejo, mercado financeiro e do setor de saúde.

Soluções com recursos SOAR: soluções de orquestração, automação e resposta de segurança (SOAR) também estão em alta, pois permitem a captura de informações automaticamente, além de realizarem análises e atribuírem pontos baseados na gravidade da ameaça, fatores que auxiliam equipes de cibersegurança a terem acesso ao contexto da ameaça. O SOAR permite o recebimento de alertas, automação de respostas a ameaças, além de acesso a insights para atuar no caso de incidentes de segurança.

Potenciais alvos de cibercriminosos

Cadeia de suprimentos: o relatório X-Force Threat Intelligence Index 2022 aponta que, no último ano, 62% das organizações em todo o mundo enfrentaram um ataque à sua cadeia de suprimentos. Esse tipo de ameaça foca em vulnerabilidades de parceiros que fazem parte da cadeia de suprimentos. Mesmo com empresas mais preparadas para enfrentar esse tipo de incursão. Por isso, é essencial buscar uma abordagem proativa que analise o comportamento de usuários e sistemas para detectar anormalidades.

Nuvem: malwares e phishing estão entre os principais vetores de risco na nuvem e visam serviços populares, como o Microsoft 365, por exemplo. Tais ataques envolvem o envio de e-mails com um anexo ou link que direciona o usuário para páginas falsas, induzindo-o a instalar um ransomware disfarçado nos sistemas de gerenciamento e armazenamento de dados.

Sistemas Integrados e Infraestrutura: o estudo Cyber Signals, organizado pela Microsoft, identificou vulnerabilidades não corrigidas e de alta gravidade em 75% dos controladores industriais mais comuns em redes de Tecnologia Operacional (OT) de clientes. O dado indica os desafios ainda existentes na correção de sistemas, o que pode ser uma porta de entrada para cibercriminosos.

Sobre a Solo Network

Desde 2002 no mercado brasileiro e com mais de 6.000 clientes ativos, a Solo Network é uma empresa de tecnologia com grande foco em serviços e soluções de TI, reconhecida pela grande habilidade técnica e capacidade de entregar soluções de alta qualidade, integradas e aderentes às necessidades atuais e futuras dos clientes, garantindo um excelente retorno dos investimentos em tecnologia. A Solo Network dispõe dos mais altos níveis de certificações e é premiada nacional e internacionalmente pelas fabricantes que representa. Para mais informações, visite o site.

Fale conosco nos comentários e diga se curtiu essa novidade e aproveite para ler mais notícias, sobre como os melhores monitores gamers, no nosso site.

Já pensou em como fazer o seu Marketing para Jogos VR/AR? Descubra como
Saiba mais sobre a memória T-Force Vulcan DDR5 e descubra se ela é a ideal para o seu setup
Saiba quais são os melhores Softwares de Animação para Desenvolvedores de Jogos
Veja o que você pode aprender fazendo um curso de modelagem no Blender
Saiba mais sobre Design de Personagens para Jogos
Veja as principais Técnicas de Pixel Art que você precisa aprender para criar jogos incríveis