Pesquisar
Close this search box.

Review Jagged Alliance 3: Mais Divertido para Veteranos que para Novatos

Está na dúvida sobre comprar ou não o game Jagged Alliance 3? Então veja a nossa resenha

Na minha lista de “estilos de jogos que eu nunca joguei”, os games estratégia tática, ao estilo X-COM, estavam ali entre os primeiros lugares. Talvez não por desgostar do estilo, mas talvez, por não ter encontrado algum jogo no estilo que me chamasse a atenção.

Não me lembro de algum título desse gênero no Mega Drive ou no Master System, que foi onde conheci a maioria dos gêneros de jogos, e por isso, eu não me apeguei eles.

Para quem conhece estes jogos, muito se fala sobre o famoso Final Fantasy Tactics ou XCOM, mas não me lembro de discussões sobre a franquia Jagged Alliance e seu mais novo jogo, Jagged Alliance 3 (site oficial).

Esta franquia que faz parodia com os filmes de ação dos anos 80/90 parece ser o tipo de jogo que seria uma excelente porta de entrada para alguém como eu, uma pessoa nascida nos anos 80 e que cresceu nos anos 90 vendo coisas como Rambo e Comando para Matar.

Depois de muito tempo desde o último lançamento, Jagged Alliance 3, chega desafiando o patrão estabelecido por XCOM e traz conceitos clássicos, como os pontos de ação, e uma infinidade de personagens com personalidades interessantes e divertidas. Vamos falar sobre o jogo e, se você ficar com dúvidas, é só deixar nos comentários.

Especificações Técnicas

Jagged Alliance 3 é um game relativamente leve e pode rodar em PC gamers medianos. Você não terá problemas em jogar em configurações mais altas e terá belos gráficos e som, mesmo que não esteja usando um PC de última geração. Veja os requisitos:

Título do jogoJagged Alliance 3
DesenvolvedoraHaemimont Games
PublisherTHQ Nordic
GênerosEstratégia, Ação, Tático
PlataformasMicrosoft Windows
PlayersMultiplayer
Tem coop local?Não
Tem coop online?Sim
DLCsNão
REQUISITOS MÍNIMOS
Sistema OperacionalWindows 10 & 11 (64 bit)
ProcessadorIntel Quad Core or AMD Ryzen with 3 GHz
Memória8 GB de RAM
Placa de vídeoDirectX12 compatible card with 2GB of VRAM, NVIDIA Geforce GTX 950 or AMD Radeon R7 370 with 2GB of VRAM
DirectXVersão 12
Armazenamento20 GB de espaço disponível
Placa de somDirectX compatible
REQUISITOS RECOMENDADOS
Sistema OperacionalWindows 10 & 11 (64 bit)
ProcessadorIntel Quad Core or AMD Ryzen with 4 GHz
Memória16 GB de RAM
Placa de vídeoNVIDIA RTX 2070 or AMD Radeon 6700 XT with 8GB of VRAM
DirectXVersão 12
Armazenamento20 GB de espaço disponível
Placa de somDirectX compatible

CURTIU? QUER MAIS CONTEÚDOS COMO ESSE? DEIXE SEU NOME E EMAIL E RECEBA MAIS MATÉRIAS COMO ESSA

Explodindo mais Malfeitores

Assim como era comum nos filmes de ação antigos, com direito aos vilões da vez que querem ser os ditadores de algum país pequeno de algum lugar e querem tomar o governo e os bravos norte-americanos vão para o lugar para levar a “liberdade, justiça, democracia e o american way of life” e acabar com os bandidos. Hoje em dia temos noção do quão problemático é um plot desses, mas, por enquanto, vamos deixar isso de lado e focar no jogo.

Jagged Alliance 3 começa uma reportagem de uma TV local explicando que um grupo terrorista sequestrou o presidente de Grand Chien, uma ex-colônia africana francesa cheia de recursos naturais abundantes, como diamantes, e profundas discrepâncias políticas. Esse grupo, conhecido como “A Legião” quer tomar o controle do local e, para conseguir isso, além de sequestrar o presidente também está atrás de capturar a filha dele, para forçá-lo a entregar o controle da nação.

Então, cabe a você, um membro da poderosa companhia Adonis, uma minerador de diamantes, contratar diversos mercenários diferentes, com habilidades únicas e personalidades distintas para libertar Grand Chien dos membros da “Legião”. Explorar a nação de Grand Chien, lutar contra os bandidos, ajudar as pessoas e ganhar sua confiança para conseguir mais recursos e, com isso, melhorar a sua equipe. Esse ritmo se mantêm por cerca de 25 horas de jogo, onde você vai conhecer muitos personagens divertidos cheios de tiradas que tornam o jogo mais interessante e o diferenciam de outros do gênero.

Jagged alliance 3
Jagged Alliance 3

Todo mundo tem cerca de uma dúzia de pontos de ação por turno para dividir entre movimento, tiro ou ações contextuais diversas. A chance de acertar nunca é listada, mas a precisão pode ser aumentada gastando pontos de ação extras. Também inova ao dar a todos um pequeno espaço de movimento livre, mantendo as batalhas em movimento e ampliando as possibilidades táticas. Você pode se mover entre espaços, procurar coberturas, subir escadas e tentar ter um “high ground” (e Star Wars nos mostrou o quanto é importante estar em terreno alto).

Os personagens recarregam automaticamente entre as lutas e completam os inventários pessoais dos do esquadrão, se possível, mas ficam machucados e, para se recuperar totalmente, é preciso ficar algum tempo parado no modo “satélite”. É importante gerenciar o tempo de descanso e o tempo de atividade, pois, ficar muito tempo parado pode mudar drasticamente o campo de batalha.

Mirar em partes específicas do corpo agora inflige efeitos de status como supressão, lentidão ou precisão reduzida, e cada classe de arma adiciona um ataque especial, como metralhadoras mirando em um determinado espaço ou correndo enquanto dispara vários tiros com uma SMG. Os mods de armas são feitos de peças sobressalentes, em vez de comprados ou encontrados. Os personagens agora ganham vantagens ao subir de nível, mas são restritos por suas estatísticas para evitar o minmaxing e se inclinar para o outro elemento definidor da série: personagens únicos.

Os personagens são ótimos. Não há tutoriais explicando cada uma das habilidades de todos os personagens e elas variam muito, mas como elas melhoram com o uso, você pode moldar as pessoas como achar melhor. Alguns são personagens que voltam do jogo anterior e cada um deles tem uma habilidade única e também têm personalidade, ou melhor, eles têm uma coisa, sobre a qual eles vão falar constantemente. Brad é eficiente. Meltdown agora é um tryhard insuportável. Ice é um típico cara negro norte-americano, como os que víamos muito na TV.

O Combate

O combate é todo baseado nos pontos de ação, algo que me lembrou os primeiros Fallout, onde você tinha que gastar pontos para fazer ações e mirar nos inimigos. O movimento é baseado em pontos de ação, afetados por estatísticas de agilidade, moral, grau de descanso e outros fatores, mas é visualmente intuitivo. A grade de movimento mostra um raio de movimento ‘azul’ de onde você terá AP suficiente para atirar. Se você jogou um jogo de tática moderno, é fácil entrar e começar, mas o processo de colocar balas em bandidos é muito mais complexo do que uma jogada de dados.

A menos que esteja quebrada (e isso depende do tipo de material do qual é construída), a cobertura impede as balas, mas as partes desprotegidas podem ser atingidos por balas perdidas ou apontados individualmente. Tiros na cabeça são letais, tiros no braço prejudicam a precisão e tiros nas pernas deixam os inimigos lentos. Uma bala perdida pode causar muito estrago, incentivando movimentos cautelosos, girando a câmera para garantir que todos estejam protegidos. Coletes a prova de bala ajuda, mas desgasta, forçando você a gastar um tempo precioso entre as lutas atribuindo tarefas de reparo a mercenários com habilidades mecânicas.

Muitos dos elementos mais complicados do JA2 foram reduzidos. Embora os inimigos possam ser atacados (e derrubados) durante a fase de infiltração em tempo real antes do início do tiroteio, assim que o combate por turnos começa, todos os personagens têm visão de 360° e estar virado de frente para os inimigos não é mais levado em consideração para atirar. As barras de vigor e moral do JA2 foram substituídas por buffs e debuffs simples.

Jagged alliance 3
KABOOM!!

Cada mercenário agora tem uma habilidade única – algumas passivas (o engenheiro Barry Unger constrói algumas cargas de arremesso personalizadas), algumas ativas (o caçador de estepes Yuri Omryn tem vigilância de 360°), dando ao combate uma sensação diferente para cada grupo. Cada tipo de arma também tem uma vantagem. SMGs pulverizam defensivamente enquanto se movem, metralhadoras são úteis para vigilância precisa e assim por diante. Há menos microgerenciamento em combate, mas mais opções táticas, dando ao JA3 uma sensação própria.

Uma Dose de RPG

As camadas estratégicas e de RPG são o que realmente diferencia a Jagged Alliance 3 de outros do gênero. Grand Chien é um mundo aberto explorável, com cidades cheias de NPCs com sotaque francês, muitos com missões secundárias. Há minas de diamantes para conseguir uma renda extra, fortes que geram forças para recapturar territórios, portos para movimento de água mais rápido e outras questões estratégicas.

No mapa, os mercenários podem gastar tempo para curar uns aos outros, treinar a milícia local (adicionando alguns aliados aos territórios que você deseja defender), fabricar munição, consertar equipamentos e modificar armas usando peças retiradas da quebra de armas indesejadas.

Saber o que fazer a qualquer momento é inicialmente difícil, e você só pode realmente aprender sentindo o jogo. Embora a campanha seja longa e não linear, com o tempo a agressão inimiga aumenta gradualmente, os eventos da história podem forçá-lo a batalhas que você não estava planejando e a demora faz com que as minas sequem, deixando você sem dinheiro. Embora seja relativamente fácil substituir mercenários perdidos, muitos contratempos podem causar uma espiral de destruição. Potencialmente frustrante, mas cada vez que jogar, você estará aprendendo um pouco mais.

Jagged alliance 3
Pessoal é cheio das piadinhas

Cada quadrado no mapa é um campo de batalha sob medida, geralmente com áreas subterrâneas e depósitos com loot para encontrar. Há muita verticalidade interessante, e os mapas têm um conjunto de anotações obtidas com reconhecimento ou hackeamento de informações, indicando pontos de vantagem ou rotas de patrulha. Faz Grand Chien parecer um país, em vez de apenas azulejos abstratos. Também é um jogo bonito. Os campos de batalha são detalhados e maravilhosamente iluminados, com clima e hora do dia ótimos e efeitos estatísticos no combate.

Mesmo na dificuldade ‘Normal’, Jagged Alliance 3 é complexo e desafiador, com excesso de confiança e gastos insuficientes capazes de prejudicar o progresso. Embora os inimigos não sejam especialmente inteligentes (afinal, eles são capangas de Hollywood), um único crítico de um atirador ou uma explosão automática de um rifle de assalto pode arruinar o dia de um mercenário e você quase sempre estará em menor número. Também há opções para ativar o modo Ironman e fazer com que os mercenários caiam mortos com saúde zero em vez de entrar em um estado de sangramento recuperável, para os mais masoquistas entre nós.

Alguns pontos fracos

Existem algumas áreas em que o Jagged Alliance 3 fica aquém do seu antecessor. A falsa internet retrô que você poderia navegar foi modificada, com elementos fofos como fazer apólices de seguro de vida, um site de obituários de mercenários e até mesmo encomendar flores para seu arqui-inimigo, infelizmente desaparecido. O site do Institute For Mercenary Profiling (IMP) ainda está no ar, e fazer o teste de personalidade irônico permite gerar um único personagem personalizado (totalmente opcional).

Jagged alliance 3
Faça seus upgrades

Embora os campos de batalha sejam lindos e cada mercenário tenha um modelo de personagem distinto (não afetado pela armadura usada), há algumas áreas em que fica claro que esta não é uma produção de mega orçamento dos Triple A de algumas empresas. As animações dos personagens podem ser um pouco rígidas (especialmente animações de morte de espingardas e explosivos), e os efeitos sangrentos parecem um pouco fracos, com o sangue parecendo mais com personagens feridos pintados com spray de vermelho vivo (o que poderia ser um toque que saiu de um filme de ação B).

Essas falhas tiram um pouco do brilho deste excelente RPG de estratégia, mas a Haemimont prometeu amplo suporte a mods logo após o lançamento, permitindo que os jogadores criem novos mapas, personagens, equipamentos e até novas histórias. Quando esta campanha terminar, certamente haverá ainda mais batalhas para você travar.

Afinal é Bom ou não é?

Jagged Alliance 3 é um jogo muito bom e divertido, com um humor para quem gosta de ouvir uns comentários eventuais no game, mas, que vão se tornar repetitivos depois de um tempo. As intervenções dos personagens nas conversas dão um toque de humanidade a eles, fazendo mais com que se pareçam com pessoas do que apenas com “unidades” e “mercenários identificados apenas por números”. Se você não é fã dos personagens falando, talvez você se irrite, mas para quem prefere um pouco de personalidade em seus “bonequinhos”.

Em relação ao gameplay, se você é um novato no estilo, você certamente vai se perder no jogo, demorando um pouco a se acostumar com o estilo. Eu, por exemplo, fiquei toda uma luta deixando os personagens juntinhos, oque era um prato cheio para os inimigos. Precisei parar para pensar e descobrir que não precisava manter todos no mesmo ponto e, espalhá-los pelo mapa me garantiria mais vantagem tática. Coisa de novato.

No final das contas, Jagged Alliance 3 é divertido e interessante, mas, como sempre, o preço no Brasil torna ele um pouco “nichado”. Se você é fã da franquia e do estilo, certamente ele vale os R$ 121, 99 que a Steam está pedindo, mas para um novato, talvez você queira começar com um game diferente, como Jagged Alliance Rage, que está mais em conta, ou talvez dar uma olhada na sua biblioteca da Epic Games e ver se você lembrou de pegar o XCOM 2 que ficou de graça a um tempo atrás.

Onde comprar?

Jagged Alliance 3 está disponível na Steam por R$ 121,99. A trilha sonora está disponível como um DLC mais R$ 26,45.

Jagged Alliance 3

Paulo “Doido” Fabris

Gráficos
Jogabilidade
Música
Diversão

Ficha Técnica

Desenvolvedor: Haemimont Games
Publisher: THQ Nordic
Plataformas:
Microsoft Windows
Gênero: Estratégia, Ação, Tático

Prós
Personagens divertidos e interessantes
Pitadas de RPG tornam a experiência mais única a cada jogada
Uma boa paródia de filmes de ação que garante algumas risadas
Suporte a mods

Contras
Jogabilidade não é muito amigável para novatos
Gráficos e efeitos poderiam ser um pouco melhores

4

FAQ Rápido sobre Jagged Alliance 3

Jagged Alliance 3 é um jogo de turnos?

Sim. Jagged Alliance 3 é um jogo baseado em turnos com ação tática. Cada personagem tem uma quantidade de pontos de ação que irá gastar fazendo coisas como atirar, mirar ou se movimentar pelo mapa.

Qual é a história de Jagged Alliance Rage?

Jagged Alliance: Rage! é um jogo de tática baseado em turnos. O jogo se passa 20 anos após Jagged Alliance. O jogador controla uma equipe de mercenários para se infiltrar em uma ilha para salvar um colega mercenário e derrotar o ditador da ilha.

Quantos mercenários posso ter no meu esquadrão em Jagged Alliance 3?

O número máximo de mercenários que você pode recrutar para um esquadrão em Jagged Alliance 3 é de 15 mercenários.

Quanto tempo dura a campanha de Jagged Alliance 3?

O jogo Jagged Alliance 3 tem uma campanha que pode levar até25 horas para ser concluída, mas isso pode demorar mais se você quiser fazer o 100% do game.

Fale conosco nos comentários e diga oque achou dessa matéria e aproveite para ler mais notícias e matérias, como por exemplo, nosso review de Amnesia The Bunker, no nosso site.

Saiba como acabar de vez com o erro OpenGL no Blender
Sua carreira do sonhos é ganhar muito dinheiro Criando Jogos? Então veja como dar os primeiros passos
Jogo de ação com múltiplas batalhas superpoderosas apresenta narrativa inédita ambientada no mundo dos quadrinhos de Invincible, da Skybound Comics
Desenvolvedores independentes e artistas podem inscrever seus projetos gratuitamente para participar do BIG Festival 2024 e Artists' Alley, na gamescom latam 2024
Conheça Sites para Criar Jogos e crie seus games sem baixar ou instalar nada
Quer saber como Desenvolver Jogos no Celular? Veja esses aplicativos